Seguidores

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Soldado desaparecida em Passo Fundo é encontrada morta no RS


A soldado da Brigada Militar Luane Chaves Lemes, de 23 anos, foi encontrada morta na noite desta terça-feira (4) no Rio Grande do Sul. A jovem de Passo Fundo estava desaparecida desde o dia 19 de setembro. Para a Polícia Civil, a hipótese mais provável é a de suicídio.

Segundo a delegada do caso, Daniela Mineto, o corpo foi encontrado em uma propriedade rural de Fontoura Xavier, a 100 km de Passo Fundo, por homens que inspecionavam um açude. A família já fez a identificação.
Luane Chaves Lemes, de 23 anos, está desaparecida há uma semana (Foto: Arquivo Pessoal)No local, a polícia encontrou a arma de fogo que ela portava ao sair de casa, um celular, o restante dos R$ 100 que ela havia sacado, um cartão do banco, a passagem de ônibus que usou para chegar ao local, e todos os pertences da soldado.
A arma tinha apenas um cartucho deflagrado, e o corpo, um tiro na cabeça. “Isso tudo nos trouxe a conclusão de que ela se suicidou”, afirma a delegada. O encerramento do inquérito deve ocorrer com a chegada dos exames da necropsia, que devem confirmar se esta foi a causa da morte.
Durante as investigações, segundo a delegada, a linha principal era a de suicídio. “Pelas mensagens que ela havia deixado para o namorado na noite anterior ao desaparecimento. Eram mensagens de despedida, dizia que ele, o namorado, nunca mais ele a veria. Que ia carregar esse peso com ele”, afirma a delegada.
De acordo com Mineto, com o rompimento do namoro, um relacionamento conturbado, o namorado começou a sair com amigos, e a soldado se sentiu ofendida. Ela não deixou mensagens de despedida para a família.
Nesta segunda, a polícia obteve imagens do circuito de segurança da rodoviária de Passo Fundo, que mostravam a soldado sozinha, comprando uma passagem de ônibus e seguindo em direção ao terminal de embarque. Ela gastou R$ 60 na passagem. O motorista do ônibus disse em depoimento que notou a falta de um dos passageiros após uma parada.
G1

Nenhum comentário: