Seguidores

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O PT, GREVE DA PM, PEC 300 e seus paradoxos, parte II. Qual é a sua moral, Jacques Wagner??

    Por Marcelo Anastácio - Blog No Q.A.P

   Nesse momento de crise é muito fácil o comando da PM e o governador atacarem os Praças que estão reivindicando dignidade salarial. Pelas imagens que a grande mídia transmite, parece que são um "bando de vagabundos" com o próprio governador Jacques Wagner do PT disse inúmeras vezes. 
           O que a grande mídia dá pouco destaque são os escândalos envolvendo o alto comando da PM e a empresa de terceirização de veículos conhecida por Júlio Simões, que se envolveu um grande esquema de corrupção, descoberto em 2009, como vocês ver clicando aqui nesse link. É inadmissível que esse governador xingue ou queira dar uma de durão, pois não tem envergadura moral para falar de nenhum PM. Quem é ele? Que exemplo ele deu aos Praças da PM bahiana, para querer radicalizar? 
  
           Primeiro o PT incentivou a greve, quando era oposição em 2001, para derrubar o governo do PFL, depois que assumiu o poder, se valeu dele para comprar viaturas superfaturadas, mas, como grande mídia raramente noticia esses fatos, o governador Jacques Wagner acabou reeleito. Agora usa o Exército Brasileiro, para fazer aquilo que eles mais criticavam na época da ditadura: a liberdade de expressão, o direito de greve. Ser oposição é fácil, agora petistas, que estão no poder, porquê não buscam o diálogo, tão decantando em seus "poemas", nas "suas democracias"? Xingar os PMs de vagabundos é o mesmo que cuspir pro alto, afinal, quem assinou a compra das viaturas superfaturadas em 2009? 

            Atacar os PMs da Bahia, que lutam por aumento salarial, criticá-los, xingá-los de vândalos é fácil, quando em janeiro de 2011, votaram o próprio aumento de salário em mais de 60%. PT, governador Jacques Wagner, limpe  a boca antes de falar mal da família militar baiana.

            Blog No Q.A.P

Um comentário:

Anônimo disse...

A QUESTÃO NÃO É SÓ O AUMENTO SALARIAL NÃO !!! TEM A CARGA HORÁRIA QUE CHEGA A 60 HORAS SEMANAIS, ENQUANTO NA CLT É DE 44 HORAS SEMANAIS TEM A HORA EXTRA QUE NÃO É PAGA. TEM O FIM DO RANCHO QUE É UMA REINVIDICAÇÃO MUITO ANTIGA. NOVO RDPM E ESTATUTO ADICIONAL NOTURNO VALE TRANSPORTE PARA TODOS
ADICIONAL PERICULOSIDADE E ADICIONAL INSALUBRIDADE, OU ALGUÉM CONHECE PROFISSÃO MAIS PERIGOSA OU INSALUBRE QUE A DE POLICIAL MILITAR !!! TEM A QUESTÃO DA CARTA PATENTE QUE SÓ É DADA AOS OFICIAIS. TEM O FIM DOS ABONOS E A INCORPORAÇÃO DELES NO CONTRA CHEQUE A TÍTULO DE SALÁRIO. TEM A DATA BASE.
ATUALMENTE TEMOS DIVERSAS POLÍCIAS DENTRO DA PMERJ NO QUE DIZ QUESTÃO AO SALÁRIO: O BOPE - RECEBE R$ 1.500,00 A MAIS QUE QUALQUER UM NA PMERJ, FAZENDO QUE UM SOLDADO DO BOPE GANHE MAIS QUE UM TENENTE DA CHAMADA POLÍCIA CONVENCIONAL, GERANDO UM DESCONFORTO MUITO GRANDE ALÉM DE FERIR O PRINCÍPIO DA ISONOMIA
O BP/CHOQUE - RECEBE R$ 1.000,00 A MAIS QUE QUALQUER UM NA PMERJ, FAZENDO QUE UM CABO DO BP/CHOQUE GANHE MAIS QUE UM TENENTE DA CHAMADA POLÍCIA CONVENCIONAL, GERANDO UM DESCONFORTO MUITO GRANDE ALÉM DE FERIR O PRINCÍPIO DA ISONOMIA.
A UPP - COMANDANTE RECEBE R$ 1.000,00 , SUB-COMANDANTE RECEBE R$ 750,00 E DEMAIS INTEGRANTES RECEBE R$ 500,00, ALÉM DE TODOS SEREM DESARRANCHADOS (RECEBEM R$ 180,00 POR MÊS PARA SE ALIMENTAR). ISTO CAUSA UMA ANIMOSIDADE ENTRE OS CONVENCIONAIS E OS DA UPP SEM TAMANHO.
NÓS POLICIAIS CONVENCIONAIS RECEBEMOS R$ 350,00 (POEPP) SÓ PARA OS APTOS, SEM FALAR QUE OS INATIVOS E PENSIONISTAS NÃO GANHAM NADA. SE O POLICIAL SE REFORMAR, FOR PRA RESERVA REMUNERADA,ENTRAR DE LICENÇA ESPECIAL, FOR FERIDO, SOFRER ACIDENTE, ETC ... PERDE ESTA GRATIFICAÇÃO !!!
COMO O PRÓPRIO NOME DIZ, É UMA GRATIFICAÇÃO QUE É DADA E TIRADA QUANDO O GOVERNADOR QUISER. ELA NÃO É SALÁRIO, QUANDO FOR PARA A RESERVA REMUNERADA E/OU REFORMA, ELA SE EXTINGUE. ALÉM DE GERAR DISCREPÂNCIA ENTRE OS POLICIAIS E DE SER DESAGREGADORA DE VALORES !!!