Seguidores

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Polícia Civil mira PMs por explosões a caixas

Um suspeito de paticipação em ataques de caixas eletrônicos foi preso em Campinas por equipes de Jundiaí
ALINE PAGNAN
aline.pagnan@bomdiajundiai.com.br

A 3ª Vara Criminal de Jundiaí expediu nesta terça-feira ao menos cinco mandados de prisão temporária e busca e apreensão contra policiais militares. Um PM, que mora em Campinas, foi preso por equipes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Jundiaí nesta terã-feira à tarde e, até o fechamento desta edição, outros quatro mandados ainda estavam em andamento.

A investigação da Polícia Civil aponta que quatro PMs e um agente penitenciário - que atua em Bauru - estariam envolvidos em ataques a caixas eletrônicos ocorridos no ano passado na região de Jundiaí.

Prisão / O PM preso nesta terça, J. O., de 39 anos, estava em sua casa, no Jardim Eulina, em Campinas, quando a equipe da DIG o surpreendeu.

Os investigadores fizeram uma revista no imóvel e encontraram uma arma com numeração raspada. O revólver calibre 38 era usado, segundo o PM, para sua proteção. Ele alegou falta de dinheiro para comprar uma arma legalizada.

De acordo com os investigadores da Polícia Civil, o PM estava sem a arma da corporação, apreendida anteriormente durante uma investigação administrativa. Além do revólver, foram apreendidas 31 munições de calibre 38 e 54 para pistola 380. 

J. foi levado para uma delegacia de Campinas, onde foi elaborada ocorrência. Ainda na tarde desta terça ele foi escoltado até o presídio Romão Gomes, em São Paulo. O local abriga policiais militares.

Investigação /As ações desencadeadas ontem deveriam seguir até a madrugada. A investigação da Polícia Civil dura mais de seis meses e, segundo informações de investigadores, deve ter outros desdobramentos nos próximos dias.

Os detalhes da ocorrência e as ligações entre os PMs e o agente penitenciário não foram revelados para evitar atrapalhar os próximos passos. Os nomes dos envolvidos também não foram confirmados.


 Itatiba sofreu um  novo ataque 
Bandidos armados e encapuzados explodiram um caixa eletrônico nesta terça-feira em Itatiba. O equipamento fica em uma galeria, ao lado de um posto de combustíveis no bairro Nossa Senhora das Graças.

Um vigia contou à polícia que viu um carro preto estacionar próximo ao local. Três homens encapuzados desceram e foram até o caixa e poucos minutos depois houve a explosão. O carro saiu em alta velocidade, parou para que os suspeitos entrassem e partiu sentido a Campinas, pela rodovia Dom Pedro I. Na fuga, os bandidos deixaram 

R$ 16 mil no chão. Não foi revelado o valor que eles roubaram.

Fonte: Blog do Adeilton9599