Seguidores

sexta-feira, 2 de março de 2012

Marcelo Crivella defende uso de policiais da reserva para dobrar efetivo nas ruas...

 Em discurso no Plenário nesta segunda-feira (13), o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) defendeu o projeto de lei (PL) 5045/2005, de sua autoria, que está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados, e autoriza os governadores a convocar os policiais militares da reserva em caso de grave perturbação da ordem social.

De acordo com Crivella, a medida poderia dobrar ao efetivo de polícia na rua, ao trazer os militares que se aposentaram há pouco tempo para substituir os que ficam na área administrativa. Estes, que estão mais bem treinados, poderiam ir para as ruas. O senador disse que sua proposta tramitou por dois anos no Senado e pediu agilidade na análise da Câmara dos Deputados.
- Quem sabe, ainda este ano, possamos dar este instrumento para a sociedade - disse.
O senador aproveitou para elogiar a Polícia Militar do Rio de Janeiro. Na visão de Crivella, o movimento de greve fluminense tem sido civilizado, com tropas nas ruas. O senador lembrou que, no Rio de Janeiro, ocorrem 400 mil crimes por ano.
Marcelo Crivella também defendeu a proposta de emenda à Constituição (PEC) 53/2004, de sua autoria, que proíbe o governo de contingenciar recursos para as Forças Armadas. Segundo o senador, muitas inovações saem das pesquisas das Forças Armadas e os contingenciamentos podem gerar prejuízos para o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil.  

3 comentários:

Anônimo disse...

Vamos ver se eu entendi !!! será que este cidadão quer que os pms aposentados, aqueles que sifú trinta anos na meganha do seu zé....volte a trabalhar de graça para o estado ???? se for isto sr ....bispo....vá cuidar de seus fieis que o sr ganha mais...faça um projeto para diminuir teu salario e de seus pares !!!

Anônimo disse...

esse maldito!! já conseguiu beneficio diversos para a sua igreja universal,ainda quer maltratar o pm,desgraçado vai cuidar do bispo macedo,agora que é ministro ,deixa os inativos em paz!! não trabalho mais vendo laranja na feira ,nem para comer doce eu entro em quartel de pm.

Anônimo disse...

Com tdo respeito sr senador, o sr acha que um pm ou bm, que trsbalhou 30 anos, tem condiçoes fisicas mental, e pisicologica, pra voltar a ativa , mesmo que seja serviço interno, acho muito enviavel esta lei, seria bom mas ,nao vai surtir efeito desejado.....sou reformado tomo oito medicamentos diario, ja pensou trabalhando de novo sera o fim, abraços sepre fui seu eleitor fiel.....ediclaudio cbpm ref rj