Seguidores

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Escola de Minas, além de não dar segurança, cobra que pais comprem câmeras


    Comento: Já passou da hora de ser criado a Guarda Municipal em Uberlândia. Até quando ficaremos refém das empresas de vigilância, além dos criminosos? Como se não bastasse a carga tributária altíssima, a péssima qualidade na educação, professores lutando para receber o piso, e agora ainda tem que pagar pela segurança na escola? Será que vamos assistir a tragédia de Realengo - Rio, se repetirá em Uberlândia?

2 comentários:

Marco Alexandre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marco Alexandre disse...

Ano passado enviei uma proposta de Projeto a Secretaria Estadual de Ensino apresentando Projeto intitulado "De olho na Educação" onde instalariam câmeras de segurança interligadas e de forma a criar mecanismos que ajudem na identificação de delinquentes. Ao mesmo tempo, com apoio de amigos e parceiros, consegui doação de câmaras de segurança e todo equipamento necessários para instalação do Sistema de Video Monitoramento DVR Stand Alone para a Escola Polivalente do Bairro Roosevelt em Uberlândia, fizemos a doação dos equipamentos necessários, mas depois disto tive o disabor de tomar conhecimento junto a referida escola que andaram especulando onde e como consegui tal doação e como estaria envolvido nesta proposta. Conclusão, senti um certo receio da direção da escola em me receber para continuarmos o projeto. Será que era pelo fato de ser um simples "soldado"? Ou soldado não tem capacidade de raciocínio ou criar projetos e participar de atividades voltadas a nossa sociedade? Fiquei muito chateado com interferencia de 3ºs que ao invés de ajudar, participar, só aparece para criticar, bisbilhotar ou achar algo para transformar em ofício. Não quero entrar em detalhes para não correr a triste realidade que vivemos em nosso sistema. To cansado... Cordial abraço a todos, Marco Alexandre