Seguidores

terça-feira, 26 de junho de 2012

TENENTE EXPULSO DA PMERJ, VAI RECEBER MIL POR MÊS

Para juiz, manutenção de tenente na PM é absolutamente incompatível



Policial desde 2001, iniciou a carreira no 8º BPM (Campos dos Goytacazes) e foi para o 32º BPM (Macaé). O 1º tenente, de 28 anos, foi preso em 14 de março de 2007 pela Delegacia de Polícia Federal de Macaé. Ele é acusado de integrar, sob o codinome Diretor, a quadrilha do traficante de drogas Rogério Rios Mosqueira, o Roupinol, morto em 23 de março deste ano num confronto com policiais civis no Morro São Carlos, no Rio. Segundo as investigações da Polícia Federal, Daniel também teria ligação com Cristiano Rocha Clemente, o Gordo, de 30 anos, apontado como chefe do tráfico na favela das Malvinas, em Macaé, e Marcus Vinícius da Costa, o Kiko, de 41 anos, chefe do tráfico da Favela do Tira-Gosto, em Campos.

Em 31 de julho de 2008, o juiz Rodrigo Moreira Alves, da Comarca de Macaé, condenou o tenente e decretou a perda de seu cargo público. Para Rodrigo, o PM se valeu claramente das prerrogativas de suas funções e contribuiu de forma determinante para o desenvolvimento de uma facção criminosa, traindo a confiança depositada pelo Estado e pela população. Em sua decisão, o juiz afirma que o bando do qual Daniel faria parte "mantinha seus pontos de venda de drogas concentrados em áreas carentes e subjugava os moradores pela força, valendo-se de pesado e vasto arsenal bélico, sendo absolutamente incompatível a sua manutenção no exercício da função policial".

Por conta da prisão preventiva, Daniel Gomes fez um pedido de habeas corpus, negado pela 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, em 2008. No ano passado, conseguiu sair da cadeia. Em 7 de outubro de 2009, o ministro Eros Grau, do Superior Tribunal Federal (STF), concedeu liminar para que o tenente aguarde em liberdade até o julgamento definitivo do habeas corpus.

Mesmo se for expulso, tenente receberá R$ 1.000 por mês Continue lendo no BLOG DA RENATA

2 comentários:

Anônimo disse...

Policiais que faz parte de grupos criminosos devem ter sua punição agravada em compartilhar com esse tipo de crime...pois nada pior do que ser traido pela propria familia...Fumo nele!!!!!

Cap caverna disse...

Uma coisa é certa "anônimo",concordo em número,genero e grau que,realmente qualquer policial,seja ele Municipal,Estadual ou Federal que esteja ou, encontre-se envolvido em atos de corrupção, tem e, deve ser punido. Porém! Te faço a seguinte pergunta, quando? Em um País de milhares de verdadeiros analfabetos e, mais outro grande "BUCADO", de analfabetos funcionais, teremos em "SUMA"; A oportunidade de pormos as mãos nos legítimos criminosos, os quais nós mesmos elegemos... Fuuuiiiiiii...