Seguidores

sexta-feira, 13 de julho de 2012

PM DO PIAUÍ ADOTA MODELO DE GESTÃO EUROPEU E ENFOCA LUGARES VIOLENTOS



A Polícia Militar do Piauí está adotando um modelo de gestão voltado para a excelência semelhante ao padrão europeu no qual, através de um toque na tela do computador, é possível obter informações importantes para dinamizar e melhorar o trabalho da polícia. O programa é um sistema de gestão estratégica que possibilita ao comandante de uma unidade viabilizar e direcionar o policiamento na área que precise ser reforçada.

A responsabilidade dos testes em Teresina fica a cargo da equipe de Divisão de Análise Criminal da Polícia Militar, comandada pelo major Edson Júnior. Ele explica que o programa será utilizado pelos gestores que vão definir a melhor forma de trabalhar e resolver problemas instantaneamente. “É totalmente diferente da forma habitual utilizada pelas polícias estaduais, representa ganho de tempo e combate direcionado a um problema, sem demora, burocracias ou qualquer outro problema que atrapalhe no trabalho de combate à criminalidade”, disse.

Ainda segundo o responsável pela operação, o programa vai direcionar o policiamento onde ele deve ser incrementado. “É importante saber o quê, como, quando e onde. Com essas perguntas, o gestor pode direcionar seu policiamento de forma racional, minimizando o uso do policial e isso só é possível com um modelo de gestão inteligente. Uma estatística é a redução dos índices de ocorrência. É um modelo de choque direcionado que vai direto da base de dados para a elaboração de estratégicas bem elaboradas”, explica Edson Júnior.

Há quatro semanas, o sistema é utilizado pela polícia piauiense e, apesar de estar em fase de testes, já tem bons resultados. Pelo programa, a polícia já constatou que o horário mais crítico e de maior criminalidade em Teresina é de 18h às 0h, o domingo é dia mais violento e a área mais violenta a zona Sul de Teresina. Tudo isso foi informado de forma instantânea, com apenas alguns cliques no computador do Comando Operacional da PM. Continue lendo no Blog Combate Policial

Nenhum comentário: