Seguidores

terça-feira, 10 de julho de 2012

VEXAME NA POLÍCIA MILITAR DE MG

ATÉ QUANDO TEREMOS DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS?
Durante as ultimas décadas, o grande desafio na corporação foi melhorar o relacionamento interpessoal, acabando com o fosso entre oficiais e praças. Mas infelizmente a instituição parece que a todo tempo tenta demonstrar que existem duas polícias, vejam os exemplos:

CASO ENVOLVENDO OFICIAIS.
1º Caso - Major recebendo dinheiro de dono de empresas de ônibus em Contagem, comprovado em grampos telefônicos.
FOI TRANSFERIDO PARA A CORREGEDORIA (ISSO MESMO), PROMOVIDO A TENENTE CORONEL E SOFREU UM BALÃO DE OITO DIAS.

2º Caso - Coronel usou a viatura descaracterizada para ir namorar no escurinho, foi assaltado, levaram a viatura, a arma da PM, falsificou o BO, afirmando estar em outro local.
NÃO ABRIRAM PAD, NÃO PAGOU NEM A VIATURA NEM A ARMA (A CONCLUSÃO FOI DE QUE EM RAZÃO DA VIOLÊNCIA ELE NÃO CONCORREU PARA O FATO - PASMEM), PUNIÇÃO DE BALÃO DE 10 DIAS, E HOJE DÁ AULAS NA PM.

CASO ENVOLVENDO PRAÇA.
1º Caso - Cabo acusado de abandono de área (voar de área alguns pouco quilometros).
PRESO EM FLAGRANTE, COLOCADO NA CELA, AMEAÇADO DE TRANSFERÊNCIA. 
2º Caso - a mesma apuração que acusou o Major(hoje Tenente Coronel), que o puniu com oito dias de balão, mandou abrir PAD dos praças.

É ESSA A POLÍCIA QUE QUEREMOS?
ATÉ QUANDO VÃO QUERER AUMENTAR ESSA DISTÂNCIA?
OS REPRESENTANTES DE CLASSE E AS ENTIDADES TRABALHAM O TEMPO TODO PARA MELHORAR A RELAÇÃO INTERNA E VOCÊS PARECEM QUERER DIVISÃO.
FONTE: BLOG CABO JÚLIO

Comentário: Temos que denunciar esses fatos, não apenas em blogues militares, que ecoam somente dentro da caserna. O correto  é fazer a denuncia na Ouvidoria do Estado MG, clique no link:http://www.ouvidoriageral.mg.gov.br/ ou no Ministério Público, de preferência em cidade diferente onde ocorreu o fato. Caso contrário viveremos nos queixando e vivendo esse hiato institucional.

Nenhum comentário: