Seguidores

domingo, 23 de setembro de 2012

MORTE DE CABO VALÉRIO FAZ 15 ANOS: SANGUE DA DIGNIDADE


Inevitavelmente quando se fala do Movimento de 97, sempre nos lembramos do nosso eterno CABO VALÉRIO, que pagou com a própria vida, pela insanidade de alguns, insensibilidade de outros, mas, com certeza, seu sangue trouxe um pouco de dignidade para muitos. Infelizmente a memória de CABO VALÉRIO ainda não tem a projeção merecida, pela importância que teve, principalmente para o aceleramento das negociações e inevitavelmente na projeção que deu aos outros líderes, que mais tarde tiveram projeção nacional, como SGT RODRIGUES, CABO JÚLIO e CABO MORAIS.

   Daqui fica o nosso alerta e o puxão de orelha ao SGT RODRIGUES E CABO JÚLIO, vocês têm mandato na mão, podem propor a criação desde um busto em frente ao local onde CABO VALÉRIO foi assassinado, bem como propor a criação de uma COMENDA OFICIAL CABO VALÉRIO, a qual comemoraria no dia da sua morte 13/09/1997, com a entrega desta para personalidades que valorizam a segurança pública, sejam militares, da imprensa, justiça, etc. 

   Se a PMMG é bi centenária, patrimônio e orgulho do povo mineiro, e se CABO VALÉRIO, ainda que involuntariamente, através da sua morte, pôde trazer a reflexão para seio da tropa, consequentemente para os civis, ouso dizer: QUAL A DIFERENÇA DE CABO VALÉRIO PARA O ALFERES TIRADENTES NA HISTÓRIA? 

  Está dívida com a história e a memória de Minas Gerais, ainda não foi "paga", e,  que os senhores esqueçam as vaidades, se elas existem...e ajudem a cicatrizar, o que só será feito, se limparmos a ferida. É claro que muitos dos personagens da época ainda estão vivos, inclusive o governador da época, EDUARDO AZEREDO que hoje responde por desvios de verba do IPSM, assim como CABO JÚLIO responde pelo envolvimento na máfia dos sanguessugas.
  Um dia a justiça e a retração história será feita, isso não tenho dúvida, CABO VALÉRIO estará nos livros de história do Brasil, e o melhor, com a ficha limpa.

Nenhum comentário: