Seguidores

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

'Quem não reagiu está vivo', diz Alckmin sobre ação da ROTA

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) defendeu na manhã desta quarta-feira (12) a ação da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar) que terminou com nove suspeitos mortos na terça-feira (11). "Quem não reagiu está vivo", afirmou Alckmin.


A operação ocorreu em um sítio em Várzea Paulista, cidade que fica a 54 km da capital paulista. Segundo a PM, uma denúncia anônima apontou que traficantes fariam no local o "julgamento" de um estuprador. CONTINUE LENDO NO G1

Comentário do blog: O "TRIBUNAL DO CRIME" serve para demonstrar o quanto nosso sistema judiciário é falido, lento, com leis arcaicas e anacrônicas. Quando é criada uma comunidade para fazer justiça é porque o Estado oficial já não existe há tempos. Esse estado fica vivinho da silva, na voracidade com que cobra os impostos e no desespero de se perpetuar no poder através do voto obrigatório. Passado a turbulência das eleições, tudo volta como era antes, caos, pânico e terror. A imprensa bem que podia visitar a família da garota que foi estuprada, mas, o sensacionalismo distorce as posições e "coitado" do estuprador...sequer foi identificado, para que outras eventuais vítimas fossem reconhecidas. Que ética é essa, onde quem vive a margem da lei, é que está zelando pelo nosso direito de ir e vir? Não vai demorar muito, irão fazer sindicatos...pois as milícias já existem...era dos bárbaros...ou olho po olho dente por dente...

Nenhum comentário: