Seguidores

sábado, 10 de novembro de 2012

Minas possui o pior desempenho na investigação de homicídios


Um levantamento feito pelo Conselho Nacional do Ministério Público constatou que 55% dos inquéritos relativos a investigações de homicídios são arquivados no estado de Minas Gerais. O Estado aparece em terceiro lugar no ranking de estados brasileiros com o maior número de inquéritos sem solução. Desde o ano de 2007, 12.032 casos instaurados ainda estão em aberto.
O sucateamento da Polícia Civil pode ser umas das causas do desempenho ruim. Especialistas atribuem o fraco desempenho do Estado à falta de investimentos no serviço de inteligência e de investigação policial.
O Estado mineiro possui ainda a pior colocação porcentual na lista da força-tarefa para mudar o quadro. O esforço nacional foi realizado de janeiro de 2011 a abril de 2012. Do total de apurações, apenas 992 foram concluídas, o equivalente a 8,2%.
Ainda segundo especialistas, há preocupação também no alto percentual de arquivamento dos inquéritos, que geralmente acontecem quando o delegado responsável pelo caso não encontra mais condições de apurar o crime, por falta de provas ou quando há prescrição, o prazo é de 20 anos para homicídios. Em Minas gerais 45% dos inquéritos concluídos viraram denúncia do Ministério Publico a Justiça. CLIQUE AQUI E ASSISTA O VÍDEO DA MATÉRIA

Nenhum comentário: