Seguidores

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Fronteira escancarada: o crime em seu 'direito' de ir e vir!


Novamente noticiários estão a mostrar ataques de facções criminosas e outros bandidos no Estado de Santa Catarina, em face de agentes do Estado e cidadãos comuns, bens e serviços públicos e privados.
Os ataques promovidos por facções e criminosos em São Paulo são recorrentes.
Ações de milícias e traficantes no Rio de Janeiro servem de cenários inclusive de novelas e filmes.
A droga e seus males estão a aniquilar milhares de lares, famílias e vidas, direta ou indiretamente (como em assaltos, estupros, etc, com o criminoso sobre efeito de drogas), em todo território nacional.
Ocorre que, não adianta essa conversa de desarmamento da população, muito menos a demagogia de que tem que ‘prender o grande traficante’, se incontável número de armas e munições, bem como toneladas de drogas, entram livremente - dia e noite - em nosso país de extensão continental!

A política de segurança voltada para os milhares de quilômetros de fronteira do Brasil com países como Paraguai, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela e Guianas (para se citar os mais conhecidos pela ‘entrada de armas e drogas’), sem pessoal e estrutura eficientes, é praticamente zero.

Sim, pois não adianta mostrar sempre a famosa ‘ponte da amizade’ (entre Paraguai e Brasil, que liga Foz do Iguaçu-PR a Ciudad del Este-PY), como se todo acesso do Brasil a seus vizinhos (e vice-versa) fosse realizado mediante ponte e, o mais fora do comum, mediante barreiras de fiscalização.

Postarei os seguintes vídeos para mostrar como, por exemplo, é constituída a maior parte da fronteira nacional, colocando como exemplo, um trecho entre Brasil com o Paraguai, entre as cidades de Ponta Pora-MS e Pedro Juan Caballero-PY (quem é da região poderá até achar que não há novidade alguma…mas tenha certeza que boa parte da população nacional não tem a minima idéia de como seja, acreditando que hajam cancelas, postos da polícia e forças armadas, cercas, etc).

No primeiro video, há uma pequena amostra de como se pode inclusive confundir onde é Brasil e onde é Paraguai.

Verá que do lado direito do video, está a cidade de Ponta Porã-MS…e o video caminha para a esquerda…chegando a uma rotatória.

Pois é…essa rua que no video aparece quase na vertical e cruza a rotatória divide Brasil e Paraguai.

Assim, tudo que está a esquerda da rotatória no video é Paraguai.

Veja video 01:





Viu como parece apenas uma filmagem de um trecho de um centro de uma cidade qualquer do país?

E reparou como há carros, motos e pedestres a passar de um lado para outro, tranquilamente?

Olhe esse outro vídeo (vídeo 02):




É assim!

Agora colocarei o video 03, em que ao lado esquerdo da estrada é Paraguai e da estrada para direita é Brasil!

Repare que, quase ao final do video há um ‘marco’ de cor branca, que parece uma coluna isolada de concreto, pintado de cor branca, ao lado esquerdo da estrada: é um marco a dizer que do lado esquerdo daquele sinal é Paraguai!

É assim!

(não vou nem falar para passar o video mais devagar para ver o motociclista a esquerda passando sem capacete na estrada no lado paraguaio e um casal com um filhinho sem capacete tuchado no meio aos braços da mulher, na area brasileira…)

Veja video 03:




Agora, com essa bagunça toda, alguém acha que armas e drogas entram no Brasil como?

E os carros roubados vão para onde?

Depois vem à mente aqueles ditados do caboclo de ‘estamos a enxugar gelo’ ou ‘estamos a secar o chão sem fechar a torneira’ e especialistas da segurança, politicos e juristas acham ruim!

Acorda Brasil!

Nenhum comentário: