Seguidores

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Policiais podem fazer greve se aposentadoria proposta pelo governo for aprovada


O presidente da Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis, Janio Bosco Gandra, afirmou que o mais provável é que o governo federal force a aprovação da regulamentação da aposentadoria das atividades de risco no modelo que ele propôs Projeto de Lei Complementar (PLP) 330/06). Nesse, caso, afirmou, a única alternativa para os servidores será convocar uma greve geral dos profissionais que atuam em atividades de risco no País.


O governo propõe que somente tenham aposentadoria como atividade de risco policiais e agentes penitenciários. Aqueles que ingressaram no serviço público a partir de 2003 não teriam direito a se aposentar com vencimentos integrais nem reajustes iguais aos dos agentes na ativa.



Os policiais querem manter a integralidade e a paridade nas aposentadorias e querem ver incluídos nas atividades de risco os auditores, oficiais de justiça e agentes de segurança.



As entidades dessas categorias estão reunidas em audiência pública na Comissão de Trabalho, de Administração Pública e Serviço Público.



Fonte: http://www2.camara.gov.br/blogdolomeu

Um comentário:

Anônimo disse...

Meus caros amigos, me desculpem os auditoers e demais que não trabalham com o RETP, a lei deixa claro isso se refer a risco permanente, auditor fisacl e oficial de justiça fora do trabalho nunca será perseguido por crime organizado ou bandido q seja, enquanto q os policiais e agentes prisionais não podem levar uma vida normal, acordem pelo amor de Deus.