Seguidores

terça-feira, 25 de junho de 2013

PMMG diz que, se população de Belo Horizonte quiser, não haverá jogo do Brasil

Arredores do Mineirão têm confronto (© Reuters)
A Polícia Militar de Minas Gerais admitiu em entrevista coletiva nesta terça-feira que os manifestantes podem conseguir bloquear o acesso ao estádio do Mineirão, palco da semifinal da Copa das Confederações entre Brasil e Uruguai. O jogo será disputado às 16h desta quarta.

Segundo o coronel Márcio Martins Sant'ana, a polícia vai permitir que a população vá para rua e pare a cidade e as vias de acesso ao estádio, se assim desejar. "O evento fica comprometido com centenas de milhares de pessoas nas ruas. Se as pessoas quiserem se manifestar cerceando o direito de ir e vir dos outros, será assim", afirmou ele. 

"É impossível a polícia atuar contra a vontade de 100, 200, 300 mil pessoas e é impossível uma força bruta que possa impedir isso em determinado momento. Teria que acontecer uma mensagem clara de uma parcela significativa da população de Belo Horizonte para não querer o evento aqui", complementou.

No último sábado, dezenas de milhares de pessoas foram às ruas antes do jogo entre Japão e México na capital mineira. O dia terminou marcado por conflitos e depredações na cidade.
Apesar de não existir previsão de manifestações nesta quarta-feira, a polícia prometeu acompanhar as manifestações de forma pacífica e só obstruir a ação do protesto nas três áreas de bloqueio próximas ao Mineirão.

3 comentários:

Anônimo disse...

Meus senhores não se enganem ,essa PM de minas gerais defendem o interesse dos ratos do governo (PSDB) daí .Porque essa copa é arrumação de outros corruPTos ,NÃO SE ILUDAM ,P.M.(pau mandado)

Anônimo disse...

ACORDA (E A CORDA) PRAÇAIADA!

HOJE, VI NO BLOG DA RENATA DA ASPRA, DUAS NOTÍCIAS SOBRE O COMANDO DA PMMG.

A PRIMEIRA, NA ORDEM DE PUBLICAÇÃO, QUE O COMANDANTE VISITOU PESSOALMENTE UM PM FERIDO NAS MANIFESTAÇÕES, EM SUA CASA, EM RIBEIRÃO DAS NEVES.

E A OUTRA NOTÍCIA DE QUE O BGPM 47 ESTÁ REPLETO DE PUBLICAÇÕES DE PORTARIAS DE IPM CONTRA OS PRAÇAS QUE ATUARAM COMO POLICIAIS MILITARES NAS MANIFESTAÇÕES.

TAMBÉM VI NO BLOG DO DEPUTADO CABO JÚLIO QUE OS DEPUTADOS QUE REPRESENTAM OS MILITARES E AS ASSOCIAÇÕES SE REUNIRAM COM O COMANDO DA PMMG PARA TRAÇAREM MEDIDAS COMUNS DE APOIO AOS MILITARES.

SINCERAMENTE, ACHO QUE ISSO NÃO PODE SER SÉRIO, POIS, DE UM LADO ESTÁ O COMANDO (QUE É O PRÓPRIO GOVERNO) E, DO OURO, OS PRAÇAS (FAXINEIROS DAS SUJEIRAS DE ALGUNS GOVERNANTES, TAMBÉM EXPLORADOS).

ACREDITO QUE SERIA BOM QUE AS ENTIDADES DE CLASSE E POLÍTICOS APOIASSEM À CLASSE DOS MILITARES, REUNINDO-SE COM A CLASSE E, PACIFICAMENTE, MANIFESTASSE (EM MANIFESTAÇÃO) A FAVOR DA CLASSE.

A SOMA DAS NOTÍCIAS ME FEZ LEMBRAR DA MÚSICA CANTADA POR BEZERRA DA SILVA, "CANDIDATO CAÓ CAÓ", NA QUAL ME INSPIREI PARA A SEGUINTE:

"O COMANDANTE FOI AO BARRACO DO PRAÇA,
DISSE QUE GOSTAVA DA RAÇA,
ATÉ CAFEZINHO, TOMOU, LÁ NO RIBEIRÃO,
MANDOU TODO MUNDO PRÁ MANIFESTAÇÃO,
DISSE QUE PROTEGER O GOVERNO É A NOSSA MISSÃO.
O PAU QUEBROU,
DEPOIS, PRÁ CONTINUAR NO BEM BÃO,
MANDOU A CORRÓ TE COLOCAR NA PRISÃO.

Anônimo disse...

Ordens absurdas não se cumprem,e quem a faz quando a Mídia pega em fragante,vai ser punido.