Seguidores

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Até breve...melhor assim


          Questionar o sistema, simplesmente questionar, apresentar fatos, é tão ameaçador, tão ameaçador que o sistema prefere excluir aquele que pensam assim. Como se fosse um câncer, o sistema tem que extirpar essa célula questionadora. E depois vem com o papo furado de que "temos que respeitar as diferenças"...pra inglês ver...todo discurso é bonito, as práticas horrendas...sou produto do meio, e consequência daquilo que vivo. Esse "monstro" (eu) nasceu pela convivência.

          Este blog não é militar, não é paramilitar, não usa farda, portanto fiquem à vontade nas interpretações que queiram dar. Este blog não é público, apesar dos acessos livres, não é direito público, não é, repito, militar! Qualquer tentativa de associar a pessoa ao blog é no mínimo má fé, para não dizer o rol de crimes que eventualmente incidam os que assim o fizerem. Se tudo que publico significasse uma transformação para os problemas apresentados, o Brasil seria outro. Mas, ao contrário, o sujeito sente dor no dedo, e ao invés de sarar a dor, prefere arrancar a mão...Não questionem minha vida pessoal com o profissional. Não me tratem diferente, nem pra mais nem pra menos, me tratem com o princípio constitucional da LEGALIDADE.

          Amigos que tem mandado mensagens de apoio, o meu eterno agradecimento, e saibam que começo meus estudos em agosto, e não terei tempo para me dedicar ao blog, como os senhores merecem. É só por isso que ficarei ausente. Quem sabe em breve eu retome os trabalhos? Mas, por enquanto a parada se faz necessária.

           

2 comentários:

Anônimo disse...

Que bom que o senhor usou o termo "até breve" no lugar do "fim"! No outro post eu dei essa ideia!

Desejo sucessos em seu estudo! Continue sendo essa pessoa do bem! Obrigado por tudo que faz a sociedade!

Att. Jon

Tenente Poliglota... disse...

Meu amigo, apesar de conhecê-lo por tão pouco tempo, pude perceber a seriedade em seu trabalho, a isenção na informação e a responsabilidade com seus leitores. Desejo-lhe sorte nos estudos, muita saúde e paz na sua jornada.

Porém, sou obrigado a lhe dizer uma coisa que, queira você ou não, é a mais pura verdade: Quando trabalhamos fazendo aquilo que gostamos, não trabalhamos um só dia! Você pode até permanecer alguns dias longe do que te agrada, mas jamais conseguirá afastar-se definitivamente. Isso tem nome: Chama-se ESSÊNCIA e essa sua é por demais magnífica.

Grande abraço,

Tenente Poliglota
Brasília Distrito Federal
http://tenpoliglota2012.blogspot.com.br