Seguidores

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

PMs convocados para ato público pedindo solução para morte de PMs

Dois dos quatro candidatos da polícia militar que passaram mal na segunda-feira (16) durante um Teste de Habilidade Específica (THE), no quartel do Batalhão de Polícia de Choque, em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, morreram.

Na tentativa de buscar uma resposta imediata em relação aos fatos ocorridos desde a última segunda-feira, a Aspra convoca toda a tropa e seus familiares, trajando camisa preta, para um ato público que deixará a praça municipal, em frente a Câmara Municipal ds Salvador, amanhã, às 14 horas, com destino ao Ministério Público Estadual onde entregarão um documento solicitando ações imediatas.

"Não vamos tolerar este tipo de tratamento. Estes crimes não podem ficar impunes!", reclamou o coordenador-geral da Aspra, o soldado Prisco.

Entenda o caso

O curso realizado avaliou a aptidão de 67 policiais militares candidatos a participarem do Curso de Operações Policiais Especais (COPES). Durante uma das provas, na corrida de 10km, quatro candidatos, que pertencem a 81° CIPE (Companhia Independente de policiamento Especializado do Cerrado), apresentaram sintomas de náusea.

Os PMs foram atendidos pela coordenação e pelas equipes médicas de plantão e encaminhados para o Hospital Menandro de Farias. Dos quatro candidatos, apenas um PM conseguiu concluir a prova dois morreram.

 

Nenhum comentário: