Seguidores

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Uberaba - MG: Policial é alvejado e seu parceiro reage matando o vagabundo com 5 tiros



Em Uberaba agora... um policial teve sua arma tomada após abordagem e levou três tiros ,o patrulheiro da viatura sacou a arma e matou o marginal com 5 disparos Ocorrência em andamento....Em tempo, o PM estava de colete que foi retirado para ser socorrido.Não tenho informações sobre o estado de saúde do policial.Agora do bandido este não rouba mais.

facebook.com/Marcos Maracanã


Militar é baleado e homem morre após troca de tiros em Uberaba


Um homem morreu, um militar foi baleado e um cinegrafista de uma emissora de TV agredido durante uma troca de tiros na tarde desta segunda-feira (24), no Bairro Amoroso Costa, em Uberaba. Segundo informaçoes da Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do Boa Vista, responsável pelo atendimento na região, a viatura se deslocava para uma ocorrência quando foi recebida com tiros por um criminoso na Avenida São Paulo.
Porém, testemunhas relataram para um cinegrafista da TV Integração, que o homem estava sob efeito de drogas e que havia agredido duas pessoas com um pedaço de pau. Além disso, quando os militares tentaram fazer a abordagem, o homem tomou a arma de um policial e disparou um tiro no mesmo. Em seguida, outro policial atirou no homem, que morreu no local.
O militar atingido foi encaminhado para o Hospital de Clínicas e o estado de saúde é grave.
Na hora do ocorrido, o cinegrafista da TV Alterosa, Marcelo Muriggi, também passava pelo local. Ele não estava à trabalho, mas afirma que acabou sendo agredido ao tentar registrar o fato. "Eu estava passando na hora e já estava à caminho de casa, mas parei para ver o que estava acontecendo. Para garantir as imagens, fui gravar com o celular. Eu não sabia que era um policial baleado. Quando eu comecei a registrar, um subtenente chegou me empurrando e deu um tapa no meu celular. Eles queriam me bater, dizendo que não era para filmar. Me empurraram, levei vários tapas e empurrões e fui ameaçado de morte por um policial à paisana que estava lá. Eles fizeram uma roda com vários policias para me agredir, vários oficiais assistindo e não fizeram nada. O policial que matou o bandido me conhecia e foi quem me salvou”, disse em entrevista ao G1.
Sobre este fato, a Polícia Militar informou à reportagem, por telefone, que os militares envolvidos na ocorrência e testemunhas estão sendo ouvidos no Batalhão e mais detalhes serão fornecidos após a apuração do caso.
Ainda conforme a PM, o policial responsável pelo disparo que matou o criminoso está detido.
Alex RochaDo G1 Triângulo Mineiro
Comento: O absurdo é o militar passar por todo esse estress de ver a morte de perto, sacar a arma para se defender e defender o seu parceiro de viatura, portanto já está configurada a legítima defesa, e mesmo assim ter que ficar detido esperando o relaxamento conforme despacho do juiz. É burocrático demais. E aqui não vai crítica a quem fez a prisão, mas, ao sistema legislativo em si. Senão mudarem as leis, em breve veremos a barbárie vencer a burocracia...em nome do quê? O estado é muito lento...porque a população através de seus representantes é mais ainda...reclamamos demais dos nossos políticos, mas, de fato o que fazemos para cobrá-los? Nossas condolências à família do sargento e nosso total apoio ao militar que reagiu e fez o que está na lei.

Nenhum comentário: