Seguidores

Mostrando postagens com marcador Concurso Polícia Federal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Concurso Polícia Federal. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 13 de julho de 2012

A discussão sobre deficientes na Polícia Federal


Peculiaridades da carreira
Polícia Federal deve recorrer, através da AGU, à decisão de Ayres Britto, que suspendeu o concurso público da instituição devido ao edital não contemplar vagas para deficientes físicos.

A Polícia vai sustentar a tese de que as “peculiaridades da atividade policial” não admitem a contratação de deficientes.

Por Lauro Jardim/Veja

segunda-feira, 9 de julho de 2012

POLÍCIA FEDERAL ENCERRA INSCRIÇÃO PARA 600 VAGAS

11

São vagas para perito criminal, delegado e escrivão. Lotação será no AC, AP, AM, MT, MS, PA, RO, RR e unidades de fronteira. 
A Polícia Federal encerra nesta segunda-feira (9) as inscrições de três editais de concursos públicos para o total de 600 vagas de nível superior: 100 de perito criminal federal, 150 para delegado e 350 para escrivão. Os editais foram publicados na Seção 3 do “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (11), entre as páginas 70 e 103 (veja no link ao lado, no Saiba Mais). O Cespe/UnB, organizador do concurso, disponibilizou também os editais em seu site (veja também no Saiba Mais). As vagas são para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira.
As vagas que surgirem em decorrência do resultado do concurso de remoção, feito por funcionários da PF que pedem para serem transferidos de local de trabalho, não serão necessariamente oferecidas para os candidatos que terminarem o Curso de Formação Profissional dos concursos lançados nesta segunda.
Perito
Para perito, o salário é de R$ 13.368,68. O candidato deve ter diploma de conclusão de curso superior em ciências contábeis ou ciências econômicas; engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia de telecomunicações ou engenharia de redes de comunicação; ciências da computação, informática, análise de sistemas, engenharia da computação ou engenharia de redes de comunicação; engenharia agronômica; geologia; engenharia química, química industrial ou química; engenharia civil; biomedicina ou ciências biológicas; engenharia florestal; medicina; odontologia; farmácia e engenharia elétrica. O candidato deve ter ainda carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B.
O perito realiza exames periciais em locais de infração penal, exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados, na prática de infrações penais, procede pesquisas de interesse do serviço, coleta dados e informações necessários à complementação dos exames periciais, participa da execução das medidas de segurança orgânica e zela pelo cumprimento das mesmas, desempenha outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executa outras tarefas que lhe forem atribuídas.
As inscrições devem ser feitas das 10h do dia 18 junho até as 23h59 do dia 9 de julho pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_perito. A taxa é de R$ 150,00.
O concurso terá a primeira etapa, constituída de prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica e prova de títulos. A segunda etapa terá curso de formação profissional.
Delegado
Para delegado, o salário também é de R$ 13.368,68. O candidato deve ter nível superior em direito e carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B.
O delegado instaura procedimentos de investigação, orientação e comando, supervisiona e executa missões de caráter sigiloso, participa na execução de medidas de segurança orgânica, entre outras atividades.
As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_delegado das 10h de 18 de junho às 23h59 de 9 de julho. A taxa é de R$ 150.
O concurso terá prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova oral e avaliação de títulos. Na segunda etapa haverá o curso de formação profissional.
Escrivão

Para as 350 vagas de escrivão, os candidatos devem ter diploma de conclusão de curso superior em nível de graduação em qualquer área e carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B. O salário é de R$ 7.514,33.

O escrivão dá cumprimento às formalidades processuais, lavra termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação, acompanha a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais, dirige veículos policiais, cumpre medidas de segurança orgânica, atua nos procedimentos policiais de investigação e desempenha outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executa outras tarefas que lhe forem atribuídas.
As inscrições devem ser feitas no site www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_escrivao das 10h do dia 18 de junho até as 23h59 do dia 9 de julho. A taxa de inscrição é de R$ 125.
A primeira etapa do concurso terá prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica e prova prática de digitação. A segunda etapa terá curso de formação profissional.
Outras etapas
O candidato será submetido à investigação social e/ou funcional, de caráter unicamente eliminatório, no decorrer de todo o concurso público, desde a inscrição até o ato de nomeação. A critério da administração, poderá ser avaliado também em exame antidrogas no decorrer de todo o concurso público, além da entrega do exame laboratorial.
Poderão haver ainda avaliações médica e psicológica complementares, de caráter eliminatório, durante o curso de formação profissional.
Datas das provas
A prova objetiva e a prova discursiva para todos os cargos terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 19 de agosto, no turno da manhã. As provas serão aplicadas em todas as capitais do país.

Os locais e o horário de realização da prova objetiva e da prova discursiva serão publicados, em edital, no Diário Oficial da União e divulgados na Internet, no site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_escrivao, site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_delegado e http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_perito, na data provável de 9 de agosto.

A prova objetiva será composta de 120 itens para julgamento de certo ou errado. A prova discursiva será um texto narrativo, dissertativo e/ou descritivo, com no máximo 30 linhas, no caso de perito e escrivão. Para delegado, serão 3 questões dissertativas e elaboração de peça profissional.

Para delegado, as disciplinas a serem cobradas são direito constitucional, direito administrativo, direito penal, direito processual penal, criminologia, direito civil, direito processual civil, direito previdenciário, direito financeiro e tributário, direito internacional público e direito empresarial.

Para escrivão, as matérias são língua portuguesa, noções de informática, atualidades, raciocínio lógico, noções de administração, noções de direito penal, noções de direito processual penal, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, legislação especial e noções de arquivologia.
Para perito, as disciplinas são de língua portuguesa, noções de informática, atualidades, raciocínio lógico, noções de direito penal, noções de direito processual penal, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional e legislação especial.
Os exames de aptidão física para todos os cargos estão previstos para serem aplicado nos dias 13 e 14 de outubro e serão constituídos de teste de barra fixa, teste de impulsão horizontal, teste de corrida de 12 minutos e teste de natação de 50 metros.
No caso do escrivão, a prova prática de digitação terá a duração de 10 minutos e consistirá de digitação de um texto predefinido de aproximadamente 2 mil caracteres. A data prevista é 24 de novembro.
Para perito e delegado, para a avaliação de títulos, o período de entrega da documentação será na data provável de 3 e 4 de dezembro.
No caso do delegado, a prova oral será nos dias 24, 25 e 26 de novembro.
O curso de formação profissional será realizado na Academia Nacional de Polícia, em Brasília, em regime de internato, exigindo-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória e dedicação exclusiva, no período provável de 4 de fevereiro a 21 de junho de 2013, das 7h30 de segunda-feira às 18h de sábado.

O resultado final na prova objetiva e o resultado provisório na prova discursiva serão publicados, em edital, na data provável de 10 de setembro.

O concurso terá como prazo de validade 30 dias, prorrogáveis uma única vez por igual período, contados a partir da data de publicação da portaria de homologação do resultado final do Curso de Formação Profissional.
Últimos concursos
O último concurso da Polícia Federal foi realizado em 2009, para agente e escrivão, e também foi organizado pelo Cespe/UnB. O concurso recebeu 114.738 inscrições. O cargo de agente recebeu 63.294 inscrições para 200 vagas (316,47 por vaga); e o de escrivão, 51.444 para 400 vagas (128,61 por vaga).
Está em andamento o concurso para 500 vagas de agente e 100 de papiloscopista. O concurso recebeu o total de 119.078 inscrições para 600 vagas. Para as 100 vagas de papiloscopista se inscreveram 11.279 candidatos (112,79 por vaga). Para 500 oportunidades de agente foram 107.799 inscritos (215,80 por vaga). De acordo com o cronograma da PF, o início dos cursos de formação deverá ser em julho/agosto para os cargos de agente e papiloscopista. A nomeação está prevista para dezembro de 2012/janeiro de 2013.
Para perito e delegado, os últimos concursos foram realizados em 2004, também pelo Cespe/UnB. Para delegado, se inscreveram 55.539 candidatos para 607 vagas. Para perito, foram 51.959 para 506 vagas. Já para escrivão, em 2009, foram 51.444 concorrentes para 400 vagas.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Polícia Federal abre inscrições para concurso de 600 vagas

A Polícia Federal abriu concursos públicos para 100 vagas de papiloscopista e 500 de agente. Os dois cargos exigem nível superior em qualquer área. Tecnólogos  também podem se inscrever. O salário dos cargos é de R$ 7.514,33 para jornada de trabalho de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Os concursos públicos abrangem os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira. O candidato deve ter ainda carteira nacional de habilitação na categoria "B", no mínimo.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.cespe.unb.br.

A inscrição pode ser feita das 10h de 16 de março até as 23h59 do dia 3 de abril. A taxa é de R$ 125. Os concursos terão prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, exame médico e avaliação psicológica, que serão realizados em todas as capitais e no Distrito Federal.

A prova objetiva e a prova discursiva terão a duração de 5 horas e serão aplicadas na data provável de 6 de maio, no turno da tarde. Como as provas para os cargos são no mesmo turno, o candidato não poderá se inscrever para as duas funções. Os locais e os horários de realização da prova objetiva e da prova discursiva serão divulgados na data provável de 30 de abril.

Os candidatos aprovados na primeira etapa do concurso público e não eliminados na investigação social serão convocados para a entrega dos documentos necessários à matrícula no Curso de Formação Profissional, segundo a ordem de classificação e dentro do número de vagas previsto.

O Curso de Formação Profissional será realizado pela Academia Nacional de Polícia, em Brasília, em regime de internato, exigindo-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória e dedicação exclusiva, no período de 6 de agosto a 21 de dezembro. A nota obtida no Curso de Formação Profissional será rigorosamente obedecida para efeitos de escolha de lotação.

O candidato será submetido ainda à investigação social e/ou funcional no decorrer de todo o concurso público. O candidato poderá ainda ser reavaliado em exame antidrogas no decorrer de todo o concurso público, desde a inscrição até o ato de nomeação.

O candidato nomeado permanecerá na unidade onde for lotado pelo período mínimo de 3 anos e cumprirá estágio probatório.
A validade do concurso é de 30 dias, prorrogáveis uma única vez por igual período, contados a partir da data de publicação da portaria de homologação do resultado final do Curso de Formação Profissional.

Fonte: G1 / Cidade Verde/Blog do Lomeu

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

PF divulga cronograma de concursos para 1.200 vagas em 2012

Da Agência de Notícias da Polícia Federal

Edital para delegado está previsto para março ou abril
Brasília/DF – A Polícia Federal está realizando a contratação da entidade que irá organizar e executar os concursos públicos para provimento das 1.200 vagas autorizadas pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
O cronograma previsto para o preenchimento destas vagas é o seguinte:
1) 500 vagas de Agente (APF) e 100 vagas de Papiloscopista (PPF)
  • Editais de abertura = Fev-2012
  • Início dos Cursos de Formação = Jul/Ago-2012
  • Nomeação = Dez-2012/Jan-2013
2) 150 vagas de Delegado (DPF), 100 vagas de Perito (PCF) e 350 vagas de
Escrivão (EPF).
  • Editais de abertura = Mar/Abr-2012
  • Início dos Cursos de Formação = Jan-2013
  • Nomeação = Jun-Jul-2013
Este cronograma poderá ser alterado para contemplar eventuais necessidades
administrativas ou ainda por interesse da Polícia Federal. 
fonte: Blog do Delegado

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

POLÍCIA FEDERAL terá SELEÇÃO para 328 VAGAS!!!

PEDIDO de ABERTURA da OFERTA JÁ FOI FEITO ao GOVERNO para COBRIR TRABALHO TERCEIRIZADO.

A POLÍCIA FEDERAL deve ABRIR em BREVE CONCURSO PÚBLICO com 328 VAGAS para o CARGO de AGENTE ADMINISTRATIVO. O pedido de abertura da seleção já está em ANÁLISE no MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO.

A LIBERAÇÃO pode ser agilizada, dependendo do que for CONCLUÍDO nas INVESTIGAÇÕES do MINISTÉRIO PÚBLICO do TRABALHO (MPT) sobre o USO IRREGULAR de TERCEIRIZADOS no DEPARTAMENTO.

O CARGO de AGENTE ADMINISTRATIVO EXIGE que o CANDIDATO TENHA o NÍVEL MÉDIO. O salário é de R$ 3.203,97, já com o auxílio-alimentação de R$ 304,00.

HÁ DENÚNCIAS de que PROFISSIONAIS CONTRATADOS para atuar como RECEPCIONISTAS e DIGITADORES, por exemplo, estariam EXERCENDO ATIVIDADES PRÓPRIAS de SERVIDORES CONCURSADOS. O MPT deu um PRAZO de 40 DIAS para que o GOVERNO ENCAMINHASSE toda a DOCUMENTAÇÃO referente a essas CONTRATAÇÕES.

ESSE PEDIDO EXPIROU na SEGUNDA-FEIRA, dia 1º. No entanto, o PLANEJAMENTO informou que IRÁ SOLICITAR a PRORROGAÇÃO do PRAZO.

O MOTIVO do PEDIDO de ADIAMENTO seria o fato de ALGUNS ÓRGÃOS ainda não terem enviado à pasta as informações referentes a seus TERCEIRIZADOS, uma vez que o MPT solicitou ainda DADOS das CONTRATAÇÕES para CARGOS de SECRETARIADO, também sob SUSPEITA, presentes na estrutura de DIVERSOS DELES.

O MINISTÉRIO do PLANEJAMENTO informou que será ENCAMINHADO um LEVANTAMENTO geral a RESPEITO do uso de MÃO de OBRA TERCEIRIZADA.

ALÉM DO PEDIDO de CONCURSO para AGENTE ADMINISTRATIVO, a PF encaminhou SOLICITAÇÃO com proposta de REESTRUTURAÇÃO da CARREIRA ADMINISTRATIVA e que está em ANÁLISE no PLANEJAMENTO.

A PREVISÃO é de que SEJAM CRIADAS 3 MIL VAGAS: 2 mil de TÉCNICO-ADMINISTRATIVO e mil de ANALISTA TÉCNICO-ADMINISTRATIVO.

Fonte.: A Gazeta - (03/08/2011 - 23h32 - Atualizado em 03/08/2011 - 23h32) - Notícia - Diná Sanchotene - dsanchotene@redegazeta.com.br

blog Saga Policial