Seguidores

Mostrando postagens com marcador agente de trânsito. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador agente de trânsito. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Agentes de trânsito paralisam atividades em Campina Grande


Os agentes de trânsito da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP) decidiram paralisar as atividades nesta segunda-feira (10), já que a STTP não pagou os salários relativos ao mês de novembro. Em assembleia realizada na última quinta-feira (6) os agentes decidiram começar a paralisação e enviaram a informação para a superintendência.
De acordo com o sindicato da categoria, o ofício informando a intenção e o motivo da paralisação foi encaminhado na quinta-feira (6) ao Superintendente da STTP, Salomão Augusto. Segundo o presidente da Associação dos Agentes de Trânsito, Fábio Farias, a decisão foi tomada pela ampla maioria dos agentes e reflete a indignação com o descaso com que a STTP e a prefeitura vêm tratando a categoria. CONTINUE LENDO NO G1

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Vídeo mostra motoqueiro roubando bloco de agente de trânsito (era só o que faltava)



Câmera da TV Correio flagra momento em que um motoqueiro arranca bloco de anotações das mãos de um agente de trânsito em João Pessoa.

fonte: TV CORREIO

Agora já imaginaram se os populares pegasse esse FDP...daí vinha os Direitos Humanos...

domingo, 29 de janeiro de 2012

Em assembléia agentes de trânsito do Ceará, mantém paralização de 100% do efetivo

Após duas horas reunidos em assembleia, os agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Cidadania e Serviços Públicos (AMC) decidiram, neste sábado, 28, manter a decisão de que 100% da categoria deverá paralisar as atividades neste fim de semana. 


De acordo com o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), os agentes deliberaram pela manutenção do estado de greve da categoria, iniciado no último dia 11, e pela continuidade das paralisações, inclusive durante o pré-carnaval deste sábado. 

Os agentes de trânsito aprovaram o seguinte calendário de paralisações nos quatro turnos de trabalho (manhã, tarde, noite e madrugada): 

- dia 28/01 (sábado): paralisação geral nos quatro turnos; 
- dia 29/01 (domingo): paralisação geral nos quatro turnos; 
- dia 30/01 (segunda-feira): 3 horas de paralisação por turno ;
- dia 31/01 (terça-feira): 3 horas de paralisação por turno;
- dia 1º/02 (quarta-feira): paralisação geral com carreata e buzinaço saindo da sede da AMC, às 8h, rumo à Câmara Municipal.

Desde a última terça-feira, 24, os agentes de trânsito vêm realizando paralisações gradativas a cada turno. A categoria volta a realizar assembleia geral na próxima quarta-feira, dia 1º. Na mesma data, os agentes vão à Câmara Municipal para buscar o apoio de vereadores. “Se as negociações não evoluírem até lá, os agentes de trânsito podem entrar em greve por tempo indeterminado”, ameaça o sindicato.

Reivindicações
Além dos pontos constantes da pauta geral de reivindicações da Campanha Salarial 2012, entregue à Prefeitura no dia 6 de dezembro, os agentes da AMC requerem o atendimento das seguintes demandas: 

- Reajuste salarial que garanta pelo menos a reposição da inflação de maio a dezembro/2011 mais ganho real.
- Alteração do grau da carreira dos agentes de trânsito, passando de nível médio para nível técnico.
- Aumento do percentual da Gratificação Específica de Exercício da Função (GEEF).
- Extensão da GEEF para todos os servidores da AMC (atualmente apenas 198 servidores recebem essa gratificação, contra 222 que não recebem).
- Regulamentação da produtividade dos servidores administrativos da AMC.


Redação O POVO Online

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Câmara debate concessão de porte de arma para fiscais de trânsito

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado discute hoje a concessão de porte de arma aos fiscais de trânsito, prevista no Projeto de Lei 3624/08.
A audiência pública, sugerida pelos deputados Romero Rodrigues (PSDB-PB) e Alessandro Molon (PT-RJ), vai debater a proposta do ex-deputado Tadeu Filippelli, que altera o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03) e já provocou divergências na comissão.
Filippelli diz que o estatuto deixou os fiscais de trânsito desprotegidos: “A proibição para o porte de arma de fogo atingiu em cheio a categoria, cuja atividade envolve grandes riscos”.
Foram convidados para a audiência a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, o policial civil e ex-deputado federal Laerte Bessa, o presidente da Associação Brasileira dos Departamentos de Trânsito (Abetran), George Marques, o representante da Rede Desarma Brasil Luiz Antônio Brenner Guimarães, além de um representante da Polícia Federal. 
Agência Câmara/Blog do Delegado
A reunião será realizada às 14 horas, no Plenário 4.
Íntegra da proposta: