Seguidores

Mostrando postagens com marcador armas não letais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador armas não letais. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Arma não letal começa a ser usada pela PRF de Uberaba


Depois da Guarda Municipal de Uberaba, agora é a vez da Policia Rodoviária Federal (PRF) da cidade utilizar as armas taser, que emitem choques não são letais, além do spray de pimenta. Os policiais passaram por dois dias de treinamento na sede da Polícia Federal (PF).
O equipamento deve ser utilizado a partir desta sexta-feira (25), de acordo com o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, William Romero. O novo equipamento não substitui as armas de fogo, que são usadas atualmente pelos agentes da PRF.
Depois da Guarda Municipal de Uberaba, agora é a vez da Policia Rodoviária Federal (PRF) da cidade utilizar as armas taser, que emitem choques não são letais, além do spray de pimenta. Os policiais passaram por dois dias de treinamento na sede da Polícia Federal (PF).
O equipamento deve ser utilizado a partir desta sexta-feira (25), de acordo com o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, William Romero. O novo equipamento não substitui as armas de fogo, que são usadas atualmente pelos agentes da PRF.
A pistola dispara uma descarga de 50 mil volts que atinge o sistema nervoso. O inspetor explicou ainda que ela deve ser usada quando o indivíduo oferecer algum tipo de resistência.Em Uberaba, a pistola taser já é utilizada pela Guarda Municipal há quatro meses. Neste período, de acordo com dados do comando da Guarda, a arma foi usada quatro vezes.


Além da arma taser, os policiais rodoviários federais também usarão o spray de pimenta. O Instrutor da PRF, Virgílio Pires, explicou que o equipamento é de uso exclusivo das Forças Armadas. "Somente com a autorização do Exército e depois de passar por um treinamento é que a pessoa pode fazer o manuseio", disse. O equipamento dispara um jato de espuma e causa irritação nos olhos.
G1 Triângulo Mineiro

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Deputado defende o desarmamento de armas letais dos policiais


fontes: Blog Notícia da Caserna/YouTube.com


Nota do blog: Tinha muita admiração por esse deputado que liderou as manifestações em Goiânia, visando a reposição salarial dos policiais daquela cidade. Porém, vejo um total populismo nesse projeto. Primeiro que não vivemos no "mundo de Alice", e por isso mesmo os marginais continuarão armados, e bem armados por sinal, com fuzil, granada e armas usadas em guerra, inclusive metralhadora anti-aérea. Segundo porque esse deputado é estadual, e ainda que tal projeto absurdo fosse aceito pela sociedade civil, teria que passar pelo crivo e votação na Câmara Federal e não em assembléia legislativa. O que precisamos é o cumprimento das leis, a melhoria de algumas, a reforma do código penal, o melhor aparelhamento das polícias, aumento do efetivo e principalmente, antes de tudo isso: melhores condições sociais com mais emprego, melhor educação. De demagogia o Brasil já está cheio...imaginar que os policiais vão continuar morrendo pela reação dos criminosos com armas letais e do outro lado ver os policiais se defenderem com estilingue...é piada de mau gosto.