Seguidores

Mostrando postagens com marcador assassinado. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador assassinado. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Faroeste Caboclo: Promotor de Justiça é assassinado com 20 tiros

Promotor de Justiça foi assassinado em Pernambuco com mais de 20 tiros.

O promotor Thiago Farias estava em companhia da noiva, a advogada Mysheva Freire  Ferrão, quando seu carro foi alvejado (Facebook/Reprodução)
O promotor Thiago Farias estava em companhia da noiva, a advogada Mysheva Freire Ferrão, quando seu carro foi alvejado.
Promotor de Justiça de Itaíba é assassinado com 20 tiros
Diário de Pernambuco

O Ministério Público de Pernambuco (MMPE) confirmou a morte do promotor Thiago Faria de Godoy Magalhães. O corpo do promotor foi encontrado na manhã desta segunda-feira com cerca de 20 perfurações a bala.
Thiago estava dentro do próprio carro, no município de Itaíba, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a polícia, o crime teria acontecido por volta as 9h da manhã de hoje, na PE-300, quando a vítima seguia para o trabalho, no prédio do Tribunal Justiça de Pernambuco de Itaíba.

O delegado de Itaíba, Antônio Júnior, está no local do crime. De acordo com a polícia, o carro do promotor foi seguido por outro veículo. Depois de efetuar o primeiro disparo, os assassinos teriam bloqueado a passagem do carro da vítima, descido do carro e executado o promotor com diversos tiros, fugindo em seguida.

A noiva da vítima, Mysheva Freire Ferrão Martins, que também estava no veículo, teria conseguido pular do carro no momento do primeiro disparo. Ferida com escoriações pelo corpo, ela foi atendida na Maternidade João Vicente, em Itaíba, de onde já recebeu alta médica.

Thiago era formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, autor de livros jurídicos e professor de cursos preparatórios para concursos. Ele tomou posse como promotor em dezembro do ano passado.

Na ocasião, Thiago falou como orador do grupo de novos promotores nomeados e ressaltou que tomar posse no cargo era a realização de um sonho.“Quando entrei na faculdade de direito tinha um foco, um sonho, que era ser promotor de Justiça. Ninguém vence uma pessoa que tem um sonho e hoje o realizei e posso dizer que irei dedicar a minha vida a ser o melhor promotor de Justiça do MPPE. Cumprirei essa promessa”, afirmou.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Ladrão é morto após trocar tiros no Centro de Uberlândia



Um homem morreu na manhã desta quinta-feira (14), por volta de 11h30, em uma joalheria localizada na avenida Floriano Peixoto,  cruzamento com travessa Joviano Rodrigues, no Centro de Uberlândia.
De acordo com a Polícia Militar (PM) este homem, até o momento não identificado,  e um comparsa teriam entrado no estabelecimento e anunciado o assalto. Quando estavam saindo, a vítima (autor) foi atingida por um tiro na altura do peito e caiu na calçada. O outro autor fugiu em uma motocicleta levando produtos da loja, ainda não informados.
Segundo comerciantes vizinhos, eles escutaram seis disparos arma fogo e viram o homem caído, imóvel. Ainda não é possível dizer quem atirou.
O homem foi socorrido inconsciente pelo Corpo de Bombeiros ao PS-USU, onde já deu entrada sem vida.
A PM encontrou ao lado do corpo um revólver calibre 38 e três cápsulas. A ocorrência está em andamento.
Com esta morte já são 46 homicídios em Uberlândia neste ano.
UIPI

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Policial é executado por amigo que também seria um policial civil


Um crime com motivação passional é a principal linha de investigação para o assassinato do policial civil Luiz Cláudio de Lima Martins, 37. Conhecido como China, o investigador foi morto por um amigo com quem teria se encontrado em um bar, próximo à lagoa Várzea das Flores, no bairro Solar da Madeira, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.


O suspeito pelo crime, conforme as primeiras informações apuradas pela Polícia Militar, também seria um policial civil. Ontem, no entanto, depois de um dia inteiro de buscas pelo suspeito, investigadores da Delegacia de Homicídios de Contagem e da Divisão de Homicídios de Belo Horizonte evitaram falar sobre o crime. Ninguém foi preso.

Testemunhas contaram aos policiais que o crime aconteceu pouco depois das 10h. China e o amigo foram vistos bebendo em um bar próximo à lagoa. Os dois teriam deixado o estabelecimento em meio a uma discussão. O crime aconteceu a apenas 100 m do local onde começou a briga. 

Fontes da Polícia Civil informaram ontem que o assassino usou a arma do próprio China, uma pistola semiautomática, para cometer o crime. 

De acordo com o delegado de plantão da Regional de Contagem, Daniel Vasconcelos, China foi executado com pelo menos seis tiros. Três deles atingiram o policial no rosto e na cabeça e outros três no peito. "Após o crime, o autor deixou a arma no peito da vítima e fugiu em um carro", conforme o delegado. A polícia não informou as características do veículo. A placa seria de Ibirité, também na região metropolitana.Leia mais no Blog Notícia da Caserna

segunda-feira, 26 de março de 2012

Agente penitenciário é encontrado morto na frente de penitenciária em Ribeirão das Neves

Um agente penitenciário de 41 anos foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (26) em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, o corpo do homem foi localizado dentro de um Fiat Palio, que estava estacionado na frente da Penitenciária José Maria Alkimin.

Inicialmente, a polícia suspeita que a morte tenha sido decorrente de um ataque epiléptico. Porém, a causa exata da morte só será confirmada após a realização de autópsia.

Após o trabalho da perícia, o corpo do homem será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da capital mineira.

TABATA MARTINS 

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Tiroteio mata agente penitenciário e deixa dois feridos em BH. Um policial civil também foi atingido


Os disparos aconteceram na Avenida Waldomiro Lobo, esquina com Cristiano Machado. Um policial civil também foi atingido. O trânsito ficou interditado na região.

Luana Cruz -Andréa Silva - Aqui João Henrique do Vale

Ronaldo Miranda de Paula, de 42 anos, trabalhava na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH, desde de 2004

Um agente penitenciário morreu e duas pessoas ficaram feridas num tiroteio no Bairro Guarani, Região Norte de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), os disparos aconteceram no início da tarde desta sexta-feira na Avenida Waldomiro Lobo, esquina com Cristiano Machado. A troca de tiros parou o trânsito no sentido Centro/bairro.

Uma equipe da Delegacia de Homicídios de Belo Horizonte seguia pela Cristiano Machado quando viu um Fiesta com três suspeitos. Os policiais tentaram abordar os homens dentro do veículo. O grupo fugiu batendo num Honda Civic no caminho. Desgovernado, o Fiesta também atingiu uma caminhonete, um Astra e só parou ao colidir num caminhão.

Quando o carro parou, os policiais ordenaram que os suspeitos descessem do veículo, mas eles reagiram disparando contra os agentes. Houve troca de tiros e muito pânico entre moradores da região. Um policial foi baleado no ombro e um dos suspeitos também ficou ferido. Eles foram encaminhados pela Polícia Militar para o Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova.

Dois suspeitos tentaram roubar um veículo na Avenida Waldomiro Lobo para continuar a fuga. Eles abordaram um motociclista, sem saber que a vítima era agente penitenciário. Quando perceberam que o piloto estava armado, atiraram na cabeça dele. O agente Ronaldo Miranda de Paula, de 42 anos, morreu no local do crime e os bandidos conseguiram fugir levando a moto. Ronaldo trabalhava na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH, desde de 2004.

Identidades dos suspeitos foram encontradas dentro de um carro. Polícia acredita serem falsas

De acordo com a polícia, no carro onde os bandidos estavam foram encontradas duas identidades. Uma delas tinha a foto de Bruno Rodrigues de Souza, conhecido como Quen-Quen, mas com outro nome. O suspeito é foragido da Penitenciária de Teófilo Otoni, na Região do Vale do Mucuri. No último dia 11 de agosto, ele baleou dois policiais da Divisão de Crimes Contra Vida que faziam uma operação no Bairro Califórnia, na Região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a polícia, quen-quen, que é homicida, assaltante e traficante, é suspeito de ser um integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) em Minas.

A outra identidade tinha o nome de Paulo Henrique Lopes de Almeida, que seria do suspeito baleado. Porém, a polícia acredita que ela também seja falsa.

A região foi tomada por viaturas das polícias civil e militar, deixando o trânsito complicado. De acordo com a BHTrans, o tráfego ficou normal apenas em uma faixa no sentido bairro/Centro da Avenida Cristiano Machado, o que provocou uma retenção até o Anel Rodoviário. A opção para os motoristas que pretendem passar pela região é pegar um desvio pela Via 240, passar pela Avenida Saramenha, saindo em um trecho da Avenida Waldomiro Lobo depois do local interditado.


Cristiane Silva/Estado de Minas

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

"Estrebucha!", diz PM a bandido agonizante


ATENÇÃO: o vídeo a seguir contém imagens agressivas
"Filho da puta, você não morreu ainda? Olha pra cá! Maldito. Não morreu ainda", diz uma das vozes, enquanto a imagem, em close, mostra a cena forte: um homem pardo, caído, espumando pela boca. Os olhos dele estão paralisados, em choque, com as pupilas dilatadas. A roupa está ensopada de sangue.

Ao fundo, é possível ouvir uma comunicação entre carros da polícia e os nomes Copom (Central de Operações da Polícia Militar) e Rota, grupo especial da PM paulista. Há um veículo Astra, de cor azul, com as portas abertas. 
"Estrebucha! Filho da puta", diz uma outra voz.

Há um segundo homem estendido no chão. Ele está de bruços, algemado e chora.

"Tomara que morra a caminho [do hospital]. Não vai morrer, não?", diz, com ar de deboche, um outro PM.

As cenas estão gravadas em um vídeo obtido pela Folha. Elas estão nas mãos da cúpula da Segurança Pública paulista há duas semanas.

O Comando Geral da PM, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Polícia Civil, e o Ministério Público Estadual querem saber quem são os dois homens que aparecem caídos no chão e como eles foram feridos.

Além disso, investigam onde e quando as imagens foram feitas. Há suspeita de que o episódio tenha ocorrido na Grande São Paulo e que as imagens tenham sido gravadas pelos próprios PMs (numa cena de crime como a que aparece no vídeo, apenas policiais têm livre acesso).

As autoridades também buscam informações se os suspeitos estão vivos ou mortos ou se estão presos.

RESISTÊNCIA:

Entre janeiro e junho deste ano, 334 pessoas foram mortas por PMs (em serviço ou não) no Estado de São Paulo. A média diária é de 1,85. Desse total, 241 óbitos ocorreram em casos de "resistência seguida de morte em serviço". No mesmo período, o número de policiais militares mortos (em serviço ou não) foi de 25.

Blog noticiasdapc

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Agente penitenciário é assassinado dentro do carro

A vítima foi baleada dentro de um Santana, que estava batido quando a Polícia Militar chegou ao local do crime.

Um homem morreu após ser baleado dentro do próprio carro na noite de domingo (21) no Bairro Maria Helena, Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, a vítima, Adeílson Macedo, de 31 anos, seria agente penintenciário.

Os militares foram acionados por informantes anônimos e, quando chegaram na Rua Tenente Marino Freire, encontraram um Santana cinza batido na calçada. Dentro do veículo, estava Macedo baleado na cabeça.

Ele chegou a ser levado ao Hospital Risoleta Neves, mas morreu pouco após ser atendido. Os policiais investigam o caso, mas ainda não sabem informar autoria e motivação do crime.

Jefferson Delbem - Do Hoje em Dia/blog do Lomeu