Seguidores

Mostrando postagens com marcador ato de bravura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ato de bravura. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Oficial da PM é promovido por bravura em tempo de paz

DSC05817O corpo sendo retirado

Major Nelson salvou um homem de dentro de um poço com gás
De acordo com a Lei nº 3.743/75, que dispõe sobre as promoções dos oficiais da Polícia Militar do Maranhão, há quatro critérios de promoções a saber: Antiguidade, Merecimento, Bravura e “post-mortem”. Ainda em casos extraordinários poderá haver a promoção por ressarcimento de preterição conforme o artigo 4º da referida e parágrafo único da referida Lei.
diario diario
Diário oficial que consta a decisão da promoção

O que seria bravura conforme a legislação?
Art. 7º. A promoção por bravura é aquela que resulta de ato ou atos não comuns de coragem e audácia, que ultrapassando aos limites normais do cumprimento do dever, representem feitos indispensáveis ou uteis às operações policiais-militares, pelos resultados alcançados ou pelo exemplo positivo deles emanado.
Ainda no artigo 25º, há uma restrição aos oficias. Os critérios de promoção por bravura, serão efetuada somente em tempo de guerra, ou seja, em tempo de paz ficará o impossibilitado o oficial de tal promoção. Vejamos:
Art. 25º . A promoção por bravura é efetivada, somente nas operações policiais-militares realizadas na vigência de estado de guerra, pelo governado do Estado do Maranhão.
O feito inédito foi determinado pela justiça do Maranhão.

A Polícia Militar tem o primeiro oficial promovido por bravura. O Capitão PM Nelson, atualmente lotado no 9º Batalhão de Policia Militar em São Luís.

Entenda o caso

No ano de 2012, o oficial adentrou em um poço de 31 metros de profundidade para salvar um operário na cidade de Barra do Corda.

Na manhã de 31 de janeiro de 2012 (terça feira) um homem cavava manualmente um poço em um terreno no Bairro Alfaville nas proximidades do posto Almeida II, cidade de Barra do Corda. Segundo informações, o homem que estava cavando manualmente o buraco, teria ficado sem oxigênio, possivelmente por causa de algum gás no interior do poço que tinha uma profundidade de 31 metros. A Polícia Militar e Samu foram acionados, os quais solicitaram ajuda da empresa Quercegem, que dispõe de um bombeiro civil, para resgatar o operário, porém as tentativas não tiveram êxito. Após a saída do Samu, a viatura da Força Tática da Policia Militar chegou ao local sob o comando do Tenente Nelson, o qual ao ver a situação decidiu descer no poço para resgatar o trabalhador.

Sem qualquer equipamento apropriado e torcendo em encontrar o operário ainda vivo, o oficial adentrou ao poço e conseguiu amarrar a vitima, que foi tirada do buraco já sem vida.

Na época, o comando do 5º Batalhão de Policia situado na cidade de Barra do Corda, Unidade onde o Oficial servia, o homenageou com a medalha Mérito Operacional.

O Oficial procurou a Justiça pleiteando sua promoção por bravura, onde a Assessoria jurídica da Casa Civil do Estado, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria de Segurança e Comissão de Promoção de Oficiais (CPOPM) foram favoráveis.

A promoção ao posto de Major foi publicada no Diário Oficial nº 087, de 13 de maio de 2015.

Está de parabéns o Major Nelson por seu ato de bravura e pelo feito inédito, que com certeza abrirá precedentes para os demais oficias da PM/BM.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Bombeiro de Uberlândia arrisca a vida e é promovido por ato de bravura

O ato de bravura que motivou, no último mês, a promoção de patente do bombeiro Marcelo Teixeira, de soldado a cabo, ocorreu em 2009, mas não foi aprovado pela família. Porém, a atitude do militar foi fundamental para salvar a vida do tenente coronel do 5º Batalhão de Bombeiros em Uberlândia, Felipe Aidar. Marcelo colocou a própria vida em risco para salvar o tenente e mais uma pessoa.
Em março de 2009, durante o resgate de três afogados na Cachoeira Rio Claro, o tenente coronel sofreu uma queda de aproximadamente 12 metros. Após ser levado pela correnteza, o tenente conseguiu retornar à margem e no momento do resgate com o helicóptero da corporação a prancha começou a girar no ar oferecendo risco de alguma lesão mais grave.
No momento em que o helicóptero estava abaixando, o soldado Marcelo Teixeira se jogou por cima da prancha para fazer peso e evitar que o corpo do comandante batesse em algumas pedras que estavam próximas.
Temos que tentar ajudar o próximo mesmo colocando a vida em risco"
Marcelo Teixeira
“Era o que eu tinha em minhas mãos naquele momento, então me joguei e é esse o espírito de bombeiro. Temos que tentar ajudar o próximo mesmo colocando a vida em risco” contou Marcelo, que não se considera heroi e sim um bombeiro.
De acordo com o tenente coronel, este foi um dos acidentes mais graves nos 25 de trabalho dele. “Pensei que não ia conseguir sair de lá. Quando caí fui levado pela correnteza e afundei várias vezes, na última fiquei muito tempo embaixo d'água e imaginei que seria minha hora”, contou. Continue lendo no G1:>>>>>>>>>>>>>>>

PMs de Minas serão promovidos por Ato de Bravura

Caro integrante da PMMG, 
Os membros das Comissões de Promoção de Oficiais (CPO) e de Promoção de Praças (CPP) reuniram-se, em 10/01/2012, para fins de avaliação do mérito da ação praticada pela Gu PM integrada pelo Tenente Gustavo Martins Ribeiro de Carvalho e pelos Soldados Sheyla Cristina da Silva, Marcelo Silva dos Reis e Samuel dos Santos Freitas, todos do 34º BPM. 


Em síntese, no início da madrugada do dia 02/01/2012, durante as fortes chuvas, a referida guarnição atuou no salvamento de várias pessoas numa ocorrência de desabamento de um edifício de dois blocos, com 16 apartamentos, localizado à rua Passa Quatro, bairro Alto Caiçara, em Belo Horizonte. 



Após a apuração dos fatos em processo administrativo próprio, concluiu-se que os militares participaram diretamente da ação, de forma consciente e voluntária, com risco de morte real, agindo de forma rápida e inteligente, o que garantiu o êxito da ação e possibilitou salvar a vida de muitos moradores, atuando sob condições adversas de extremo risco, de forma ágil e ainda que sem dispor naquele momento da possibilidade de aguardar a chegada de uma intervenção especializada. A atuação dos militares teve repercussão altamente positiva no âmbito da PMMG e principalmente junto à comunidade. 



Ficou devidamente comprovado que a referida ação amoldou-se aos requisitos legais que caracterizam o direito à promoção por ato de bravura. Desse modo, ambas as Comissões decidiram pelo cabimento desse direito a todos os integrantes da guarnição. Os respectivos atos de promoção estarão sendo publicados nos próximos dias. 

Além de aquiescer a iniciativa do Comando, o Excelentíssimo Senhor Governador do Estado receberá, na próxima semana, os integrantes da guarnição para cumprimentá-los pessoalmente. 



Os resultados alcançados pela ação da guarnição demonstram, de forma inequívoca, o compromisso de proteção social que orienta as ações dos valorosos integrantes da Polícia Militar, em todo o Estado. 



Parabéns a todos os militares que têm atuado com extremo profissionalismo durante as fortes chuvas em Minas Gerais; sintam-se homenageados através da promoção por ato de bravura dos policiais-militares mencionados, por tão bem representarem a nossa Instituição. 


Renato, Cel PM 

Comandante-Geral