Seguidores

Mostrando postagens com marcador bomberada. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador bomberada. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Bombeiros fazem manifestação durante discurso do governador em Cabo Frio

Bombeiros fazem manifestaçãodurante inaugurações na região dos LagosEles queriam chamar a atenção do governador que foi a Cabo Frio e Arraial do Cabo


Um grupo de bombeiros fez uma manifestação durante o discurso do governador Sérgio Cabral na inauguração da nova UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no distrito de Unamar, em Cabo Frio, na região dos Lagos, na tarde desta quinta-feira (6).
Os manifestantes vestiam a camisa vermelha do movimento SOS Bombeiros, tocavam cornetas e carregavam faixas dizendo “Governador ignora os bombeiros Gratificação não é salário”.
Segundo os organizadores, o movimento reuniu cerca de 200 bombeiros de folga na região dos Lagos, além do apoio da população. O grupo pretende acompanhar o governador para Arraial do Cabo, também na região dos Lagos, onde ele vai inaugurar ainda nesta quinta-feira a nova orla da Praia Grande.

Blog Coturno Carioca

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Bombeiro é baleado durante tiroteio


Um bombeiro foi baleado em troca de tiros entre policiais e bandidos em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Ele atendia uma ocorrência de trânsito quando o tiroteio começou.

O bombeiro estava acompanhado de agentes da polícia rodoviária, atendendo vítimas de um acidente na altura do km 18 da rodovia Anchieta. O grupo foi chamado por um rapaz, que alegou ter seu carro roubado.

Os policiais encontraram os suspeitos e houve troca de tiros. Um dos homens foi baleado e fugiu, enquanto outro se entregou à polícia. O bombeiro acabou levando um tiro na cintura.

Do Primeiro Jornal
pauta@band.com.br

Bombeiro é morto a tiros no subúrbio do Rio, diz PM

Sargento reformado foi assassinado em rua de Vaz Lobo. Polícia ainda não tem informações sobre o que motivou o crime.

Um sargento reformado do Corpo de Bombeiros foi morto a tiros na noite deste domingo (18) em Vaz Lobo, no subúrbio do Rio. As informações são do 9º BPM (Rocha Miranda).

O bombeiro foi morto na Rua Anajás. De acordo com o batalhão, a polícia foi chamada por volta das 20h, pouco depois que o crime aconteceu.

Ainda não há informações sobre as causas do crime. As investigações serão feitas pela Divisão de Homicídios (DH).

Do G1 RJ

sábado, 17 de setembro de 2011

Em defesa de melhores salários, bombeiros se revezam em acampamento em frente à Alerj



Rio de Janeiro – Um grupo de 50 bombeiros militares se reveza diariamente em um acampamento improvisado com barracas de campanha em frente às escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), reivindicando melhores condições de trabalho e piso salarial líquido de R$ 2 mil.
Os bombeiros também defendem o fim das gratificações, que podem ser retiradas a qualquer momento e não incidem sobre o salário, no momento da reforma do militar. Além disso, os inativos, reformados, pensionistas e os afastados por licenças médicas não recebem a gratificação.
Segundo o governo do estado, hoje o valor do piso salarial de um bombeiro militar é R$ 1.935 reais. Um dos líderes do movimento SOS Bombeiros, o cabo Adhemar Baltar, que está acampado nas escadarias da Alerj, diz que o governo incluiu nesse total, “o pagamento de R$ 100 de auxílio transporte e de R$ 350 de gratificação.”
Segundo ele, as duas vantagens podem ser retiradas a qualquer momento do contracheque pois não são consideradas salário real.
O cabo Baltar disse que os 22 mil bombeiros militares ativos e inativos de todo o estado vão se reunir em uma assembleia geral na próxima sexta-feira (23), no Clube dos Portuários, para definir os próximos passos do movimento.
A reivindicação dos bombeiros por melhores salários e condições de trabalho começou no dia 3 de junho, quando cerca de 2 mil militares invadiram o Quartel Central da corporação, no centro da capital fluminense. A ação resultou na prisão de 439 deles no dia seguinte, por tropas do Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, para acabar com a ocupação do pátio do quartel.
Agência Brasil
Douglas Corrêa
Edição: Juliana Andrade

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Após protesto, bombeiros acampam em frente à sede do governo do RJ

 Militares montaram barracas na porta do Palácio Guanabara. Dois líderes do movimento foram presos, dizem bombeiros.

Após protesto, um grupo de bombeiros acampou na noite desta terça-feira (13) em frente ao Palácio Guanabara, na Rua Pinheiro Machado, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo o cabo Pedro Ivo, porta-voz do movimento "S.O.S Bombeiros", os militares montaram barracas na porta da sede do governo e pretendiam passar a noite no local.

De acordo com os militares, dois líderes do movimento receberam voz de prisão no local e foram levados para uma delegacia da região. Ainda não há detalhes sobre os motivos da prisão. A PM, porém, ainda não confirma a informação.

Bombeiros protestaran em frente ao Palácio Guanabara, na Zona Sul (Foto: Carlos Ivan / Ag. O Globo )

Pedro Ivo disse que os bombeiros estão há cinco meses reivindicando melhorias salariais e até o momento nada ficou resolvido. O protesto dos militares começou mais cedo, em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), no Centro. De acordo com o Centro de Operações, o tráfego ficou lento e com retenção.

Segundo a Polícia Militar, cinco viaturas do batalhão do bairro acompanharam o protesto. De acordo com o Centro de Operações da prefeitura da cidade, devido ao protesto, uma faixa da via ficou interditada.

Protesto na Alerj

Um grupo de bombeiros também continua acampado em frente à Alerj há vários dias. Segundo um dos líderes do movimento, cabo Benvenuto Daciolo, a manifestação tem como objetivo cobrar promessas feitas de melhorias de salários e benefícios.

Bombeiros fizeram protesto nas escadarias da Alerj na tarde desta terça-feira (13) (Foto: Tássia Thum/G1)

Há uma semana, o grupo também fez um protesto, com as mesmas reivindicações, na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio.

No final de junho, o governador do Rio, Sérgio Cabral, sancionou o projeto de lei que concedeu anistia administrativa aos mais de 400 bombeiros e aos dois PMs presos, após a invasão ao quartel central da corporação, no dia 3 de junho, durante um protesto. O governador também sancionou os projetos que garantem a antecipação do reajuste de 5,58% para a categoria e o uso de 30% do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom) para gratificações.
 
Do G1 RJ

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES PROSSEGUEM MOBILIZADOS NO RIO DE JANEIRO.

Os Bombeiros e os Policiais Militares continuam mobilizados na ALERJ. 

Ontem foram realizados atos em Angra dos Reis e no bairro de Santa Teresa (Rio de Janeiro). 
Acessem os sites da mobilização:
SOS BOMBEIROS

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Bombeiros do Rio cameçam a receber vale-transporte nesta sexta

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) - A Secretaria de Estado de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros inicia, nesta sexta-feira (26), a distribuição do RioCard Vale-Transporte a 11.975 mil bombeiros-militares do Rio. O benefício, no valor de R$ 100 mensais, foi autorizado pelo governador Sérgio Cabral e estará disponível para uso a partir de 1º de setembro.


Para o pagamento do auxílio-transporte serão usados recursos do Fundo Especial dos Bombeiros (Funesbom). O convênio com a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado (Fetranspor) foi assinado no início de agosto e tem vigência de 12 meses, prorrogável em conformidade com a Lei 8.666/93.
Além do RioCard, já começaram a ser pagas as gratificações no valor de R$ 350, destinadas a 10.143 bombeiros-militares.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

SOS BOMBEIROS – O DESABAFO DE UM 439 PRESOS.


UMA NOVA FORMA USANDO A MESMA FÔRMA.

Em abril deste ano, vi um grupo de Bombeiros, corajosos e ávidos por mudanças na nossa Corporação.A atitude daqueles militares, fez com que eu e muitos companheiros, acreditássemos que era chegado o momento do fim da opressão em que vivemos. Em 28 anos de serviço, fui de Praça a Oficial, trabalhando de sol a sol, para educar meus filhos, e chorei noites a fio, ao ver tantas injustiças praticadas dentro da Corporação.

Juntos, lado a lado na ALERJ, fazendo passeatas, pedindo dignidade, conseguimos o apoio da população, acreditando que a luta não era contra comandantes e nem Oficiais e sim contra o Sistema.

Depois de um passo mal dado, fiquei preso junto com 438 Bravos, mas não me arrependo, porque foi esta besteira do BOPE, que o Governador autorizou, que deu visibilidade mundial ao movimento. Só estou triste, porque o movimento desviou o foco para Brasília, se organizou, fez alianças políticas e empresariais, se tornou mais uma entre as oito associações que já existiam, abandonou o front de batalha que era no Rio de Janeiro, poupando 70 Deputados e um Governador, para encarar 700 parlamentares que já são raposas velhas no Distrito Federal.

Há cinco meses, aquele grupo de meia dúzia de gatos pingados (foi como o Governador classificou), não pediu mensalidade, sem apoio das oito associações, exceto a ASSINAP que colaborou, fez pressão na ALERJ, para cobrar apenas R$ 2.000,00, fim das gratificações e dignidade.

Na verdade, nada ganhamos nada mudou dentro da caserna, vamos deixar de agradecimentos, festas e passeios na orla para depois, temos de cobrar é na ALERJ, do mesmo jeito que conseguimos juntar sete mil pessoas nas ruas no dia 03 de junho de 2011, para que o Governador seja obrigado a cumprir o que já é Lei.

TROCAR A DITADURA MILITAR POR ASSOCIAÇÃO DITADORA

Não vou legitimar, nem levar a sério, mais uma associação que não divulgou chapas para concorrer, não divulgou estatuto com antecedência e foram distribuídos cargos aleatoriamente. Cadê a democracia? Cadê meu direito de voto? Dois meses sem passeatas não deu tempo para preparar esta eleição?A minha liberdade de expressão só vale se for contra o sistema?

Há meses que o movimento de protesto dos Bombeiros parou aqui no RJ, mesmo discordando de decisões, continuei calado apoiando o grupo SOS BOMBEIROS, acreditando que daríamos a volta por cima, pedi pessoalmente ao CB DACIOLO para não misturar Política com religião no nosso movimento de protesto, agora chega.

No dia 30 de junho, no evento da copa na Marina da Glória, protestei sozinho, tentando retornar ao ponto que paramos no dia da nossa prisão, mesmo com a minha insistência, o SOS não apoiou a idéia, e as mais de cem pessoas que convidei não apareceram, porque o SOS não publicou no site, o que entendi claramente que não interessa mais fazer protestar nas ruas.

Sei que dependemos da Política para muitas coisas, mas não era esse o momento, muitos estão pensando igual a mim, mas todos tem medo de se expor, sofrer críticas,mas como não devo favores a ninguém, ninguém paga minhas contas, vai aí o meu recado.

O SOS BOMBEIROS virou mais uma associação, o Cb DACIOLO ESTÁ num pedestal, mesmo sem ter alcançado o real motivo que nos levou as ruas para protestar.Agora o objetivo é angariar adeptos, entrar na Política, declarando guerra ao PMDB e PT. O SOS BOMBEIROS, quer visibilidade como um “ PALANQUE ELEITORAL’’.

QUEREM AUMENTO DE SALÁRIO? OU FAZER POLÍTICA?

Eu pergunto : cadê os R$ 2.000,00 no salário de soldado? Foram removidas as gratificações? A caserna mudou para melhor? São tantas coisas erradas que daria para escrever um livro.

E o pior, fomos nós que deixamos isso acontecer. Aceitamos dar muitos passos atrás.Ainda quero voltar ao foco inicial. Não aceito as esmolas dadas até o momento.

Um pequeno grupo irá para as ruas protestar, agora foi formada mais uma Associação, o SOS BOMBEIROS vai apoiar ou vai se esconder igual as outras? Vai negar o movimento? Vai par a mídia dizer que é errado protestar? Ou só apóia se todos os Bombeiros virarem sócios e contribuírem?

E antes de comentários agressivos, informo que sou um dos 439 presos por protestar, estou nessa luta desde o início, convidado pelo Sargento Cristovão logo após a transferência dos colegas, e não me considero herói, não sou melhor nem pior que nenhum companheiro que dormiu nas escadarias da ALERJ para nos soltar, fui a Brasília duas vezes, apoiando a maioria, me reservo o direito de não aceitar provocações, quero preservar a minha liberdade de expressão.

439 está atrapalhando?

Na guerra, mortos e feridos, são carregados, recuar abre espaço para o inimigo, se mostrar uma arma e não atirar vai preso por tentativa de homicídio, o que fizemos: Blefamos!!!!!

Dia 03 de junho, cinco mil pessoas na ruas, estou enganado? Tudo isto foi um sonho? Ficamos presos para atrapalhar os 4.561 demais? Desculpe a franqueza, mas o Governo está segurando a anistia para acalmar os ânimos no RJ, se vc aceita a chantagem, fica paralisado. É muita estratégia e pouca ação, é muita festa e agradecimentos na orla, isto cansa mais do que gritar na porta da ALERJ. Os Deputados estão satisfeitos porque fizemos o trabalho deles. QUEIMAMOS AIMAGEM DO GOVERNADOR MUNDIALMENTE. Mais quem vai pagar as contas de todos os que largaram o bico para protestar durante meses? Cadê os R$ 2.000,00 líquidos, sem gratificações no contracheque dos Soldados?

Já ia me esquecendo, durante todo o tempo vi muitos inativos com os olhos brilhando de felicidade, vamos conseguir muitas coisas no futuro, inclusive a PEC 300, mas temos de ganhar um aumento do Governador é agora, para esses inativos poderem viver o suficiente para esperar a nossa vitória, se conseguirmos esse aumento, teremos o triplo de Bombeiros nas passeatas e nas viagens para Brasília. Se tivermos aumento real, com dinheiro no bolso vou de avião para cobrar a PEC 300.

PENSEI QUE EU FOSSE O ÚNICO EXTRATERRESTRE.

Acho que vcs não entenderam qual é a estratégia do Governador com as gratificações dadas para a PMERJ, enquanto estamos fazendo política contra o PMDB e PT, parados e acuados por causa de uma anistia, o Governo se articula, O CBMERJ está maravilhoso com tantos avanços conquistados para os soldados e cabos, abertura de vagas em cursos, com tantas mudanças de comando, com novas unidades, novos CBAs, voltou a ser Secretaria com Comando Próprio, estou pasmo, ora caiam na real, só estão fazendo sua obrigação, é uma estratégia para acalmar os ânimos, quando voltarmos para dentro da senzala, preparem o lombo para receber as chibatadas, vcs pensam que não estamos sendo monitorados? que o Comando está dormindo? Acreditam mesmo nessa falsa democracia? Acreditam em Papai Noel? Que bela trégua, já espalhei sal nas minhas costas, depois que eu apanhar, vou fazer o que sempre fiz, dar queixa no Ministério Público e esperar sentado. Minha primeira queixa demorou quatro anos, perdi, na segunda depois de anos, desisti, a terceira já faz quatro anos e muda de mãos em mãos. Com muita fé, um Defensor Público com aspirações políticas vai cumprir a Lei.

Nas passeatas chegamos a sete mil pessoas nas ruas, acreditei que a maneira mais rápida de resolver problemas políticos é a pressão popular, será que fui enganado? O Slogan JUNTOS SOMOS FORTES, foi ilusão, melhor trocar para VAMOS DAR A OUTRA FACE.

NÃO É PRECISO BURLAR LEI. RECLAMAR UNIDOS RESOLVE.

Posso falar o que eu quiser, não sou político, não devo favores a ninguém, não pedi ninguém para entrar na luta por mim, entrei porque quis, acompanhou quem achou certo, ficou preso quem tinha de ficar, chorou quem tem sangue de Bombeiro, se eu sofrer retaliações por causa das minhas convicções, não terei feito mais que minha obrigação, no final vou lembrar de todos, quem entrou, quem saiu, quem não podia ir, quem gastou o que tinha e o que não tinha ou quem apenas fez doações. Todos têm o seu valor, até os que nos amordaçaram para bater, graças a todos, o espírito de união renasceu das cinzas.

"MESMO SEM GANHAR UM TOSTÃO, ESTOU FELIZ PORQUE MEU CORAÇÃO VOLTOU A VIBRAR, A CHAMA DA ESPERANÇA SEMPRE REACENDE, SE HOUVER UM BRAVO A LUTAR, MESMO MORRENDO DE MEDO".

Se as passeatas com muito apelo popular voltarem, largo este computador e vou gritar nas ruas, o Rio de Janeiro é o espelho do Brasil, o que acontece aqui, ecoa no mundo inteiro.O momento é agora, todos sabem que estamos no período pré Copa.PORQUE PAROU? PAROU PORQUE? Estamos cansados? com medo? Satisfeitos? Felizes? Ainda estou tentando achar uma razão porque foi dado ao Governador o direito de respirar e se articular contra os Bombeiros. O Foco inicial está dentro da ALERJ. É só pressionar.

Tenente Bombeiro Militar Adilson Bandeira
 
blog Coronel Paulo Paúl

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

AQUARTELAMENTO É DIREITO


Representantes dos militares que participam da mobilização nacional pela PEC 300 estão reunidos neste momento com a Presidência da Câmara dos Deputados.  A todo momento, os militares que permanecem no auditório Nereu Ramos, desde ontem, recebem visitas de parlamentares que vêm manifestar apoio. Na manhã, houve ato na entrada da Câmara.

Senhores, estamos em um momento crucial na busca pela nossa tão sonhada dignidade, alguns companheiros estão em Brasília desde ontem, alguns dormiram ao relento, outros dentro de um dos plenários da Câmara e com certeza outros nem dormiram, mas cada um está pagando a sua etapa.
Por isso senhores, essa é a hora!!!

Aqueles que vivem reclamando pelos cantos, reflitam, pensem. O momento de reclamar já passou, agora é momento de agir. Deixem de lado o comodismo e venham somar aos militares de todo o país que estão nessa luta.
Precisamos do apoio de todos, pois quando isso ocorrer, nossa vitória será garantida, pois ela pode ser difícil, mas não é IMPOSSÍVEL.
Senhores, para aqueles que são BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES DE VERDADE, que AMAM as suas profissões, deixem por alguns momentos o bico de lado, os problemas pessoais e tudo que os façam perder o foco da busca por dignidade e entrem nessa luta.
PRECISAMOS DE VOCÊS!!! ESSA É A NOSSA HORA!!!
Juntem-se aos militares que já estão em seus quartéis e vamos fazer crescer ainda mais esse movimento que é NACIONAL, pois somente...
JUNTOS SOMOS FORTES!!!
fonte: blog sosbombeiros