Seguidores

Mostrando postagens com marcador brigada militar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador brigada militar. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Bombeiro é expulso da Brigada Militar por envolvimento na boate Kiss


PORTO ALEGRE – O Diário Oficial do Rio Grande do Sul publicou na edição de terça-feira a portaria de expulsão do sargento-bombeiro Roberto Flávio da Silveira e Souza, sócio da empresa que instalou as barras antipânico na boate Kiss, em Santa Maria.


Segundo a investigação policial, as barras dificultaram a evacuação do local durante o incêndio que matou 242 pessoas na madrugada de 27 de janeiro de 2013. Souza foi o primeiro acusado de participar das mortes a ter uma punição anunciada. Continue lendo no Jornal O Globo



terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Dez viaturas são queimadas no pátio da academia de polícia em Porto Alegre

Três veículos zero quilômetro foram totalmente destruídos em incêndio no pátio da Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre. Os carros faziam parte de um lote que estava sendo preparado para uso da Polícia Militar em cidades de fronteira com Argentina e Uruguai. No total, dez carros foram atingidos pelo fogo, que começou na noite de segunda (24). Os veículos não tinham seguro
  • Três veículos zero quilômetro foram totalmente destruídos em incêndio no pátio da Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre. Os carros faziam parte de um lote que estava sendo preparado para uso da Polícia Militar em cidades de fronteira com Argentina e Uruguai. No total, dez carros foram atingidos pelo fogo, que começou na noite de segunda (24). Os veículos não tinham seguro
Dez veículos que estavam sendo equipados para o policiamento ostensivo foram queimados na madrugada desta terça-feira (25), no estacionamento da Academia de Polícia Militar, na zona sul de Porto Alegre. No primeiro levantamento, três carros tiveram perda total. Um inquérito foi instaurado para apurar as causas do incêndio.

Conforme o chefe do Estado Maior da BM (Brigada Militar), coronel Alfeu Freitas Moreira, as caminhonetes Nissan Frontier, que equipadas custariam cerca de R$ 100.00 reais, não tinham seguro. Elas seriam entregues nas próximas semanas a cidades gaúchas na fronteira com Uruguai e Argentina.  

"Três veículos tiveram perda total. As viaturas não são seguradas, pois isso é uma opção nossa para, caso seja necessário, termos possibilidade de novas aquisições", explicou o chefe da comunicação Social da BM, major Leandro Balen.

O fogo começou por volta 23h30 da segunda-feira (24). Naquele momento, 15 policiais militares estavam de serviço no local. Eles estão sendo ouvidos pelos investigadores, que aguardam o resultado da perícia realizada nesta manhã. 

As possíveis causas levantadas até o momento são curto-circuito em algum carro ou atentado contra a corporação.

"Os peritos estão realizando a parte investigatória. Todas as hipóteses estão sendo investigadas", disse Balen.

No ano passado, logo após os protestos de julho, bombas caseiras foram lançadas no pátio da Secretaria Estadual de Segurança Pública, na região central, destruindo duas viaturas da Brigada Militar. 

Lucas Azevedo
Do UOL, em Porto Alegre


domingo, 3 de fevereiro de 2013

ALUNA DA BRIGADA MILITAR MORRE APÓS LEVAR MAIS DE 500 PICADAS DE ABELHAS


Será sepultada na tarde deste domingo a aluna da Brigada Militar Mariana Lucher, 22 anos, que morreu no sábado em Rosário do Sul, após sofrer um acidente de trânsito na BR 158, cair num barranco e chocar-se contra caixas que continham abelhas dentro.

A Militar era alérgica e sofreu dezenas de picadas, como o local onde caiu era um barranco isolado ela demorou a ser localizada. Depois de localizada foi internada no Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora, em Rosário do Sul, vindo a falecer. Segundo o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora a jovem sofreu mais de 500 picadas.

O sargento Geverson Ferrari do 33º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que foi professor de Mariana falou sobre a jovem: “Ela Mariana estava com a gente desde setembro de 2012, quando começou o curso de soldado,  uma aluna diferenciada mesmo, muito inteligência, sempre conquistando notas excelentes nas avaliações, sua dedicada atenção a destacava dentre os demais colegas. Na sala de aula a aluna sentava na primeira fila. Trata-se, sem dúvida, de uma grande perda para nós da Brigada Militar e mais ainda para a sociedade que teria, com certeza, uma profissional de alta qualidade técnica, dotada ainda de um senso de humanismo raro”.

 
Mariana era  natural de Cachoeira do Sul. Trabalhou no Hospital de Santa Casa como técnico em enfermagem. Ela residia em Esteio, onde estava no Curso de Formação de Soldados da Brigada Militar.

R7
Blog Combate Policial

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Protesto da Brigada Militar com suposto explosivo mobiliza o Gate em Porto Alegre



Boneco com farda da BM foi colocado no Centro da Capital a poucos metros do Palácio Piratini

Tarso convoca reunião após protesto com suposto explosivo

O governador Tarso Genro realizou uma reunião de emergência com os secretários da Casa Civil, Carlos Pestana, e da Segurança, Airton Michels, e com o comandante da Brigada Militar (BM), Sérgio Abreu, nesta quinta-feira, para tratar sobre os últimos protestos atribuídos aos policiais militares registrados nesta quinta-feira. No início da manhã, um boneco vestindo uma farda com um suposto explosivo foi encontrado na rua Duque de Caxias, a poucos metros do Palácio Piratini, no Centro de Porto Alegre. Apesar de cinco fontes confirmarem que a pauta do encontro foi o protesto, Abreu negou. Ele disse que a reunião já estava marcada e que seria para discutir o reajuste da BM.

O grupo se encontrou na sede do govenro por volta das 9h e, após a discussão, Michels e Abreu seguiram conversando no Palácio. Está marcada para as 12h uma nova reunião com a categoria para tratar sobre o calendário de reajuste reivindicado pelos policiais militares (PMs).

As entidades representativas da BM vêm negociando com o governo um reajuste salarial ao longo do ano, mas nem todas as patentes chegaram a um acordo. Em agosto, começaram a ser registrados diversos protestos com queima de pneus. A maioria dessas manifestações ocorreu em estradas, que foram interrompidas por barreiras de fogo.

Nesta semana, o governador confirmou a incorporação dos 25% de abono salarial aos vencimentos da Brigada Militar. O Piratini havia apresentado aos policiais militares, na segunda-feira, a proposta em duas parcelas – R$ 140 em outubro e outros R$ 160 em abril –, além de 1,2 mil promoções. O Executivo acenou ainda com a possibilidade de realização de concurso público para a Brigada Militar e pediu que os protestos fossem encerrados. A Casa Civil chegou a afirmar que não negociaria com os policiais se as manifestações continuassem.

Boneco

Um boneco vestido com farda da Brigada Militar (BM) e com um suposto explosivo foi retirado da rua Duque de Caxias pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), nesta quinta-feira. Dois agentes, usando roupas especiais, colocaram o artefato em um tonel e o levaram para um local seguro, onde será analisado.

A área foi isolada pelo Corpo de Bombeiros e alguns moradores da região foram impedidos de entrar e sair de casa de carro até que fosse descartado qualquer risco de explosão. O trânsito foi bloqueado na rua Duque de Caxias, no trecho entre a rua Espírito Santo e a Marechal Floriano Peixoto. A avenida Borges de Medeiros ficou interrompida nos dois sentidos, o que causou congestionamento na área central.

Crédito: Reprodução / CP

Correiodopovo.com.br

Veja o vídeo: