Seguidores

Mostrando postagens com marcador chacina. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador chacina. Mostrar todas as postagens

sábado, 8 de março de 2014

Chacina: 4 mulheres são mortas a tiros no dia Internacional da Mulher

Quatro mulheres ainda não identificadas foram encontradas mortas na manhã deste sábado (08/03), no Jardim Petrópolis, próximo ao Morro do Mendanha, em Goiânia, no estado de Goiás. De acordo com as primeiras informações da PM, as vítimas foram mortas a tiros.

O motivo dos quatro homicídios ainda é desconhecido. O titular da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), delegado Murilo Polati, comanda as investigações desta tragédia e concede entrevista coletiva neste sábado para dar mais detalhes do caso.

O caso é considerado um mistério pelas forças de segurança pública de Goiás. 

Foto: Blog do Cleuber / Goiânia
Blog Giro 190 

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Cinco policiais foram presos acusados de participar da chacina


Na madrugada desta quinta-feira (30), cinco policiais militares foram presos acusados de envolvimento na chacina que matou 12 pessoas em Campinas (SP). Todos estavam de folga na noite dos crimes, que aconteceram logo depois da morte de um policial em um assalto. Os PMs vão ficar presos temporariamente por 30 dias em um presídio da zona norte da capital. A Corregedoria continua as investigações e não descarta a participação de mais pessoas.
fonte: R7

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Chacinas no interior de São Paulo matou 12 (no país da copa...)

Munição encontrada em uma dos homicídios registrados em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)
Assassinatos em série deixam mortos na periferia de Campinas

Doze homens foram mortos em um período de quatro horas, numa série de assassinatos entre a noite de domingo (12) e a madrugada desta segunda-feira (13), em bairros da periferia de  Campinas (SP), segundo a Polícia Militar e a Guarda Municipal, que atenderam as ocorrências.
Na manhã desta segunda-feira,  a polícia chegou a divulgar que eram 13 mortes, mas numa entrevista coletiva por volta do meio-dia o delegado Licurgo Nunes Costa confirmou 12 mortes.  Sem dar explicação, a Polícia Civil informou que a imprensa não terá acesso aos boletins de ocorrência.Continue lendo no G1

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Justiça decreta prisão de 6 PMs suspeitos de participar de chacina


A Justiça decretou nesta quinta-feira (24) a prisão temporária de seis policiais militares suspeitos de participar da primeira chacina deste ano em São Paulo. A chacina ocorreu em 4 de janeiro. Sete pessoas morreram e duas ficaram feridas no bairro do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo. Entre os mortos, está o DJ Lah.
Os cinco homens e uma mulher já cumpriam prisão administrativa por determinação da Corregedoria. Segundo a investigação, a perícia comprovou que três cápsulas encontradas no local do crime pertencem às armas de policiais militares do 37º Batalhão da PM, que cuida da região onde aconteceu o crime.
O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também descobriu que um dos policiais suspeitos forjou um boletim de ocorrência onde dizia que a arma dele, usada no crime, havia sumido.
Fonte: G1

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Acusado de matar três no Triângulo Mineiro é preso no RS


R7
Foi preso em Porto Alegre um dos acusados de participar de uma chacina em Uberlândia. O crime ocorreu em março deste ano.


Relembre o caso, clique aqui


Comentário: Parabéns a Polícia Civil de Uberlândia, pelo excelente trabalho. Apesar do pior salário do Brasil, e das péssimas condições de trabalho, demonstraram que são capazes.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Polícia divulga retratos falados de 3 suspeitos de chacina no Triângulo

Retrato falado suspeito de chacina no Triângulo. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Retrato falado suspeitos de chacina no Triângulo. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


A Polícia Civil divulgou nesta quinta-feira (26) os retratos falados de três suspeitos de assassinar integrantes do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) no dia 24 de março. Um homem e um casal foram assassinados em uma estrada de terra perto de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Uma criança presenciou os assassinatos.

Os desenhos com as características dos suspeitos foram apresentados em Belo Horizonte pelo delegado Kleyderson Rezende, da Delegacia de Homicídios de Betim e que preside o inquérito. Ele explicou que, após diversas diligências, foi possível confeccionar os retratos falados.

Segundo Rezende, os suspeitos estiveram um dia antes no assentamento do MLST em Prata, também no Triângulo, e conversaram com as vítimas com a desculpa de que queriam ficar alojados no local. Ainda de acordo com as investigações, eles chegaram a simular a montagem de barracas de lona. No dia do crime, os suspeitos não foram mais vistos no assentamento, segundo informações de outros integrantes do movimento.