Seguidores

Mostrando postagens com marcador espionagem. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador espionagem. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Aumenta pressão na internet e em Brasília por asilo político a Snowden


O governo brasileiro não considera que aCarta ao Povo Brasileiro, escrita pelo ex-consultor da Agência Nacional de Segurança (NSA) americana, Edward Snowden, um pedido oficial de asilo. Paralelamente a isso, uma campanha lançada na internet recolhe assinaturas pedindo que o Brasil conceda asilo ao ex-analista. A petição online foi criada por David Miranda, companheiro do jornalista britânico Glen Greenwald, que divulgou as informações de espionagem do governo americano. Já são mais de 32 mil signatários até as 12h de hoje (18).

“O Brasil, um dos principais alvos da espionagem, deveria oferecer abrigo a alguém que nos abriu os olhos para a vigilância norte-americana”, afirma Miranda na petição online, que alertou para a importância da presença do ex-analista da NSA no país. “Se Snowden estivesse no Brasil, seria possível que ele pudesse fazer muito mais para ajudar o mundo a entender como a NSA e aliados estão invadindo a privacidade de pessoas no mundo todo, e como podemos nos proteger.”
Brasília
Ainda na segunda-feira (17), senadores que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem também defenderam a concessão de asilo político para Snowden. Os parlamentares, inclusive, são citados no texto da Carta ao Povo Brasileiro. “Muitos senadores brasileiros pediram minha ajuda com suas investigações sobre suspeita de crimes contra cidadãos brasileiros. Expressei minha disposição de auxiliar, quando isso for apropriado e legal, mas infelizmente o governo dos EUA vem trabalhando muito arduamente para limitar minha capacidade de fazê-lo”, disse Snowden.
O apelo chegou ao Senado. Os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Roberto Requião (PMDB-PR) foram até a tribuna da Casa falar sobre o assunto e defender Snowden. “Presidenta Dilma, abra as portas do Brasil para Edward Snowden. A liberdade de todos os povos do mundo precisa desse gesto”, afirmou Requião.
A concessão, ou não, do asilo político é uma decisão que deve ser tomada pelo Executivo. Por conta disso, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM), presidenta da CPI da Espionagem, afirmou que tentará se reunir com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para falar sobre Snowden.
Comento: Ele é porque não conhece o Brasil...com certeza estará mais seguro na Rússia...aqui se sair na rua...vira comida de jacaré...aqui matam juíz, prefeito, promotor de justiça, ainda mais um encomendado como ele...imagine?!

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Vigilância dos EUA ao Brasil é 'ponte' para outros países, diz jornalista (pimenta no olhos do outros é refresco)

Foto: Começo achar a ideia do filósofo esloveno Slavoj Žižek muito oportuna, em se tratando de Estados Unidos, soberania. Já que os americanos se acham a polícia do mundo, nada mais justo que eleição presidencial fosse estendida pelo mundo inteiro. Ou seja, cada país que tivesse a sua soberania invadida, pudesse votar para eleger o presidente americano. Já pensaram? Eles são tão arrogantes que relativizam a segurança dos outros países, em nome da própria. Se fosse o contrário...depois reclamavam de Bin Laden...ele reagiu de forma covarde a ação covarde dos Estados Unidos. Os fatos mostram isso: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/07/vigilancia-dos-eua-ao-brasil-e-ponte-para-outros-paises-diz-jornalista.htmlComeço achar a ideia do filósofo esloveno Slavoj Žižek muito oportuna, em se tratando de Estados Unidos, soberania. Já que os americanos se acham a polícia do mundo, nada mais justo que eleição presidencial fosse estendida pelo mundo inteiro. Ou seja, cada país que tivesse a sua soberania invadida, pudesse votar para eleger o presidente americano. Já pensaram? Eles são tão arrogantes que relativizam a segurança dos outros países, em nome da própria. Se fosse o contrário...depois reclamavam de Bin Laden...ele reagiu de forma covarde a ação covarde dos Estados Unidos. Os fatos mostram isso:Assista no G1 a denúncia de invasão de privacidade

domingo, 5 de maio de 2013

Espionagem no Facebook: “Os oficiais superiores não são senhores da vida privada de seus subordinados.”


Blog Coturno Carioca

Infelizmente isso acontece nas polícias do Brasil. Em nome sabe - se lá do quê...alguns idiotas nos seguem, outros fazem relatórios, outros têm a capacidade inclusive de colocá-los como peça de IPM, e depois negam a espionagem. Enquanto isso, a banda podre faz a festa...arrombando caixas eletrônicos, roubando, matando...nas barbas deles..."santa ignorância", como diria Robin. Não sei quem é mais ridículo, quem faz ou quem manda fazer essas arapongagens...

terça-feira, 17 de julho de 2012

PMs são descobertos infiltrados dentro de uma assembléia e são expulsos pelos policiais civis a força

Um homem e uma mulher que integram o Serviço de Inteligência da Polícia Militar (PM) de Goiás foram expulsos à força, ontem de manhã, da assembleia realizada pelos grevistas da Polícia Civil, no pátio das Delegacias Especializadas, na Cidade Jardim. À paisana, os dois militares acomodaram-se em um banco e a mulher teria acionado um gravador dentro da bolsa. 

Descobertos pelos policiais civis, foram acusados de espionagem e, porque se recusaram a deixar o local, acabaram levados à força até a rua. Bem em frente ao pátio onde ocorreu a confusão, na Delegacia de Homicídios, os três policiais militares envolvidos na morte do advogado Davi Sebba estavam sendo ouvidos pelos delegados Paulo Roberto Tavares de Brito e Adriana Ribeiro.


Assessor de comunicação da PM, o tenente-coronel Anésio Barbosa, confirmou que os dois são policiais militares e estão à disposição do Serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Justiça (SSPJ-GO), mas não explicou o que ambos faziam na assembleia dos policiais civis. O veículo em que os militares deixaram a Cidade Jardim – um Gol prata, placas NFZ-3741 – está registrado no nome da SSPJ-GO.

O presidente em exercício da União Goiana dos Policiais Civis (Ugopoci), José Virgílio Dias de Sousa, condenou a postura dos militares que assistiam ontem a assembleia da categoria. De acordo com ele, os militares buscavam informações para fazer contrainformação para o governo. “Os ânimos ficaram alterados e houve excesso. Mas quero ressaltar que foi um caso isolado e me desculpar publicamente pelo ato infeliz. Temos uma relação amistosa com a PM e queremos continuar.”

No início da tarde, a assessoria de comunicação da SSPJ-GO negou a informação repassada por Barbosa e destacou que os militares – a mulher, pertencente aos quadros do Corpo de Bombeiros, e, o homem, da PM – não são do Serviço de Inteligência da SSPJ-GO, e, sim, ligados ao Gabinete Militar. (colaborou Alfredo Mergulhão)



Comentário: Tem uns que apanham, outros têm a câmera quebrada...tadinhos...com tanto crime pra combater...eles se prestam a isso...ridículo...ainda se dizem policiais...

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Governos de 25 países espionam cidadãos, diz WikiLeaks

O site WikiLeaks denuncia a existência de um sistema de espionagem em massa, usada por governos de 25 países do mundo, entre eles o Brasil. Batizado de "Spy Files", o documento revela como agências de inteligência, militares e policiais são capazes interceptar ligações e invadir computadores, de forma silenciosa. 

De acordo com o WikiLeaks, essa "indústria da espionagem" conta com a ajuda de 160 empresas de inteligência. Elas conseguem, até mesmo, determinar a lozalização de um cidadão por meio de seu celular, sem a ajuda ou conhecimento das empresas de telecomunicações.


Fonte: BandNews/blog Polícia pela Ordem