Seguidores

Mostrando postagens com marcador juros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador juros. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Aonde está o dinheiro da PEC 300: Brasil jogou fora R$ 143,6 bilhões pagando só juros e encargos das dívidas de R$ 2,4 trilhões, em 2010


Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

Mesmo com a quedinha fajuta na taxa básica de juros, porque a Presidente Dilma Rousseff implorou ao Banco Central, o Brasil continua o paraíso para os especuladores que faturam cada vez mais rolando nossas dívidas. Uma tabulação do economista Ricardo Bergamini revela que, em julho de 2010, a dívida líquida da União (Interna e Externa) era de R$ 2 trilhões 418 bilhões e 300 milhões. O valor correspondia a 62,09% do nosso PIB – tudo que a economia produz em um ano.

Bergamini faz um balanço de nossa gastança geral. Em 2010, o ‘Brasil Público’, gastou R$ 1.057,5 bilhões (28,77% do PIB) apenas com as seguintes rubricas: Servidores Públicos (Ativos, Aposentados e Pensionistas, Civis e Militares) R$ 507,6 bilhões (13,81% do PIB); Juros e Encargos R$ 143,6 bilhões (3,91% do PIB); Amortizações R$ 160,3 bilhões (4,36% do PIB) e Previdência Geral do INSS de R$ 246,0 bilhões (6,69% do PIB), gerando um déficit fiscal nominal consolidado de R$ 157,7 bilhões (4,29% do PIB).

O Brasil tem uma dívida de R$ 2,4 trilhões - e não R$ 1,54 trilhão como foi citado em um artigo no jornal Estado de S. Paulo. Bergamini calcula que, no ano passado, os Estados, Municípios e a União torraram R$ 143,6 bilhões (3,91% do PIB) pagando juros e encargos das dívidas. Bergamini observa que houve um aumento nominal da dívida interna bruta em poder do mercado de R$ 558,9 bilhões (37,82% do PIB), em dezembro 2002, para R$ 1.603,9 bilhões (43,64% do PIB), em dezembro 2010.

O economista também verifica um aumento nominal da dívida interna bruta em poder do mercado de R$ 1.603,9 bilhões (43,64% do PIB) em dezembro de 2010 para R$ 1.658,8 bilhões (42,62% do PIB) em julho de 2011. Também mostra que ocorreu um aumento nominal da dívida interna bruta total (em poder do mercado e do Banco Central) de R$ 841,0 bilhões (56,91% do PIB), em dezembro 2002, para R$ 2.297,9 bilhões (62,52% do PIB), em dezembro 2010. Também foi registrado um umento nominal da dívida interna bruta total (em poder do mercado e do Banco Central) de R$ 2.297,9 bilhões (62,52% do PIB), em dezembro de 2010, para R$ 2.343,7 bilhões (60,18% do PIB), em julho de 2011. Redução real em relação ao PIB de 3,74%.

O economista só encontrou redução nominal da dívida externa líquida: de R$ 262,9 bilhões (17,79% do PIB), em dezembro 2002, para R$ 90,1 bilhões (2,45% do PIB) em dezembro 2010. Também houve uma redução nominal da dívida externa líquida de R$ 90,1 bilhões (2,45%do PIB), em dezembro de 2010, para R$ 74,6 bilhões (1,91% do PIB) em julho de 2011. Pelo que Bergamini demonstrou, com os banqueiros, o Brasil acerta as contas direitinho.

Faxina de mentirinha nos juros?

O Banco Central do Brasil reduziu a Selic, a taxa básica de juros do País, em 0,5 ponto percentual, para 12% ao ano.

Após cinco aumentos seguidos do juro, que de janeiro a julho acrescentaram 1,75 ponto à taxa, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC entendeu que não havia razão para continuar na mesma trilha.

Os iluminados do COPOM mudaram radicalmente de opinião em 45 dias, graças a um pedido da Dilma Rousseff.

Indústria das multas

Melhor que ser banqueiro, só sendo a autoridade arrecadadora de multas de trânsito, em São Paulo.

O advogado Antônio Ribas Paiva, presidente da Associação dos Usuários de Serviços Públicos, denuncia os abusos cometidos pelo esquema do prefeito Gilberto Kassab.


Mensalão existe

Os publicitários Duda Mendonça e Zilmar Fernandes admitiram, perante o Supremo Tribunal Federal (STF), que podem ter recebido dinheiro de caixa dois do PT.

Duda já havia admitido a possibilidade de ter recebido recursos de caixa dois em depoimento à CPI dos Correios, no Congresso Nacional, em 2005.

Agora, a afirmação foi feita nas alegações finais que integram o processo do mensalão, que investiga a compra de apoio político de parlamentares por parte do governo.

Mas, se a Jaqueline Roriz foi perdoada, todos merecem ser perdoados – segundo a lógica petralha...

PMDB do C

O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por quem os sininhos da Dilma não dobram, teve uma ideia genial.

Lançou ontem um manifesto pedindo para que o PMDB entregue os cargos que tem no governo.

Cunha justifica o inusitado pedido, alegando que o partido não está "representado adequadamente".

A(r)minésia

Parece que pegar jatinhos afeta o cérebro das otoridades.

O ministro Paulo Bernardo (Comunicações) voltou a negar que tenha usado um avião da empreiteira Sanches Tripolini, que tem obras com o governo federal.

No Congresso, jurou que não se lembra de ter pego carona na aeronave, depois de já ter admitido ter feito isto.

Encontro marcado

Carlinhos Brickmann informa que, amanhã, em Brasília, sob os auspícios do PT, reúnem-se em seminário internacional comunistas da linha chinesa, da linha russa, trotskistas (antes inimigos mortais dos stalinistas), stalinistas (cujo líder mandou matar Leon Trotsky), reformistas, social-democratas.

Na reunião petista, estarão os latino-americanos do Foro de São Paulo, a turma de Hugo Chávez, Evo Morales, Rafael Correa, e aliados políticos do mundo inteiro, até mesmo dos Estados Unidos.

Vai ter até discurso do Marco Aurélio Garcia, o que promete ser o ponto alto do evento...

Arte do desencontro

O líder do PSDB na Câmara, deputado federal paulista Duarte Nogueira, pegou uma carona na reportagem “O Poderoso Chefão” – feita cheia de indiscrições pela revista Veja.

O tucano protocolou uma representação na Comissão de Ética Pública da Presidência Pública contra o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) e o presidente da Petrobras, José Gabrielli.

O problema é se a Comissão vai achar que fere a ética fazer encontros com o presidente-consultor José Dirceu – que exerce o cargo honorário de Ministro-Chefe da Consultoria Geral da União dos Petralhas.

Agora, uma pergunta: será que o Dirceu é esta Brastemp toda que os Petralhas na Imprensa Governista (PIG) gostam de pintar?

Gol contra

O governo federal repassou R$ 6,2 milhões a um sindicato de cartolas do futebol para um projeto da Copa do Mundo de 2014 que nunca saiu do papel.

Sem licitação, o Ministério do Esporte contratou o Sindicato das Associações de Futebol (Sindafebol), presidido pelo ex-presidente do Palmeiras Mustafá Contursi, para fazer o cadastramento das torcidas organizadas dentro dos preparativos para a Copa.

Nada andou, embora o contrato tenha sido assinado no dia 31 de dezembro de 2010 e todo o dinheiro liberado, de uma vez só, em 11 de abril deste ano.

Camaradagem

O negócio rápido e milionário teve um empurrão oficial de Alcino Reis, assessor especial de futebol do ministério e homem de confiança do ministro Orlando Silva (PC do B).

O convênio, que faz parte do projeto Torcida Legal, foi assinado por Reis e pelo secretário executivo do ministério, Waldemar Manoel Silva de Souza.

Será que a Faxineira vai mandar investigar esta camaradagem, ou vai esconder olixo embaixo do “tapetão” (para usar um termo conhecido da cartolagem tupiniquim)?

Papel da Marinha

O transporte de cerca de três mil alunos da rede pública de ensino de Manaus ganha hoje 40 lanchas, para combater a evasão escolar nas comunidades rurais da Amazônia.

Com capacidade para 20 pessoas cada uma, todas são equipadas com motor de popa ecológico, com motor sobressalente, coletes salva-vidas, boias, extintores e também com seguro.

As embarcações foram doadas pelo Programa Caminho da Escola, do Ministério da Educação em parceria com a Marinha do Brasil.

Onde está a honestidade?

Bandidos furtaram na madrugada de terça a casa de veraneio do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) na Praia da Enseada, no Guarujá, na Baixada Santista.

Os safados levaram uma lavadora de pressão, cadeiras, ferramentas e uma bicicleta.

Conclusão: são bandidos totalmente despreparados para atuar na vida pública brasileira...

Tá justificado

Um novo estudo divulgado pelo Instituto Central de Saúde Mental de Mannheim, na Alemanha, revelou:

Idosos que continuam a desfrutar da bebida alcoólica são menos propensos a desenvolver demência e Alzheimer.

Deve ser com esta base científica germânica que o Extalinácio aproveita para tomar todas, cada vez mais...

Questão de timming

Piadinha ouvida durante uma festividade militar, no Rio de Janeiro:

O que há de comum entre um bolo queimado, mulher grávida e Petralhas no poder?

Nada, mas se você tivesse tirado antes, nada disso teria acontecido…

http://www.alertatotal.net/2011/09/brasil-jogou-fora-r-1436-bilhoes.html

Fonte: Alertatotal.com