Seguidores

Mostrando postagens com marcador mec. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mec. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Colégio Tiradentes de Lavras foi a melhor escola pública estadual, segundo MEC


Colégio Tiradentes em Lavras-MG


O Ministério da Educação divulgou esta semana o resultado de uma avaliação realizada em 10.076 mil colégios de ensino médio no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011,  que representam 40,6% do universo de escolas de todo o Brasil de ensino médio, nas quatro provas do exame – Ciências da Natureza, Humanas, Linguagens e Matemática  e na Redação.

Lavras se destacou através do Colégio Tiradentes da Polícia Militar, o qual foi a melhor escola pública estadual, ficando também entre as melhores no cenário nacional.

A divulgação dos dados pelo Ministério da Educação levou o coronel Luis Rogério de Assis, comandante da Sexta Região de Polícia Militar, com sede em Lavras e que tem três batalhões na sua área de abrangência, a fazer a seguinte declaração: "É com muito orgulho  e alegria que parabenizo a todos do Colégio Tiradentes da Polícia Militar, certo de que, o trabalho em equipe que ali é realizado proporciona bons frutos, materializados em resultados positivos, não só nos exames avaliativos, como também nas aprovações nos vestibulares". O coronel também é diretor administrativo daquele educandário.

O Colégio Tiradentes da Polícia Militar, de Lavras, ficou com 5,4 de média na 8ª série e 9º ano, atingindo a meta para 2012, que ficou no mesmo patamar.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

OAB vetou 99% dos novos cursos de Direito e o MEC ignorou

           O presidente da OAB nacional Ophir Cavalcanti, em entrevista ao programa "Interação Popular", afirmou que a ordem analisou 33 novas faculdades de direito, que pleiteavam autorização para funcionamento. Destas, apenas uma foi aprovada de acordo com as diretrizes da OAB, mas, o MEC ignorou a decisão e concedeu licença para todas as instituições requerentes. Fato ocorrido em 2011, portanto já no governo Dilma Rousseff.    

            Texto: Anastácio