Seguidores

Mostrando postagens com marcador munições. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador munições. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 24 de junho de 2013

EUA: munições com carne de porco para impedir muçulmanos de irem para o paraíso

A South Fork Industriessediada no Estado americano de Idaho, produziu uma munição específica para matar mulçumanos. A empresa alega que essa é uma “forma de se defender daqueles que comentem atos violentos em nome do islamismo”.
Segundo o jornal Huffington Post, esta é uma iniciativa de um grupo de entusiastas por armas que se irritaram com a ideia de criar um centro de cultura islâmica próximo ao Ground Zero em Nova York, onde estavam localizadas as Torres Gêmeas.
As munições, chamadas Jihawg Ammo, foram revestidas com carne de porco e fundidas com a imagem do animal para tornar os projéteis “impuros” e impedir que os mulçumanos atingidos entrem no paraíso. Uma vez que a cultura islâmica considera pecado comer carne de porco.
De acordo com o jornal americano, no site da companhia as munições são anunciadas como “paz por meio dos porcos”. Também há anúncios como “coloque um pouco de pecado de Mohamed”.
A empresa responsável pela fabricação das munições não quis se pronunciar sobre os assuntos.
R7

Comento: É por essas e outras que o Estado tem que ser laico, para não ficara refém desses dogmas que assolam os povos.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Militares são presos suspeitos de negociar armas com quadrilhas de SP


Dois militares de Campinas (SP) foram presos, nesta quarta-feira (6), suspeitos de desviar armas e munição do Exército e vender o material de uso restrito a traficantes e quadrilhas de roubos a caixas eletrônicos. De acordo com o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) de São Paulo, o sargento e o soldado abasteciam bandos que atuavam em todo o interior do estado.
Segundo a polícia da capital, a polícia do Exército deu voz de prisão aos dois quando eles chegavam para trabalhar no 28º Batalhão de Infantaria Leve de Campinas. Na casa do sargento, os policiais encontraram grande quantidade de munição.
Durante as investigações, agentes do Deic acompanharam por um mês a ação dos militares junto aos criminosos. Em uma das transações, os suspeitos teriam vendido mil balas de fuzil para traficantes de Campinas.
Militares de Campinas são presos suspeitos de abastecer quadrilhas com armas (Foto: Reprodução / EPTV)
Militares receberam voz de prisão da polícia do
Exército em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)
Segundo a polícia, coma autorização da Justiça, foram interceptadas mensagens de texto do celular de um dos suspeitos. Em uma delas, ele oferece uma pistola nove milímetros e, em seguida, dá o preço: R$ 4,3 mil. “Só não se vendeu porque eles acabaram sendo presos antes dessa compra acontecer”, disse o delegado do Deic Antônio de Olim.
O general Tomás Miguel Ribeiro Paiva, comandante da 11ª brigada de infantaria leve, informou que o Exército abriu um processo interno de investigação para apurar, em paralelo, a suspeita de desvio de armas e munição da corporação.
“Nós vamos investigar se existe desvio de munição militar. Mesmo que seja um cartucho ou dois. É nossa obrigação abrir o inquérito de investigação militar. Houve uma quebra da ética militar, que enseja um julgamento no tribunal de ética e a expulsão dele. Ele não pode permanecer mais como militar, vestir a mesma farda”, disse.
O sargento foi indiciado por formação de quadrilha e porte de munição e vai ficar preso num quartel em Osasco. Já o soldado foi indiciado por formação de quadrilha e a polícia deve pedir a prisão temporária dele nesta quinta. Até que isso ocorra, ele permanecerá recolhido ao quartel.
Do G1 Campinas e Região

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

EXÉRCITO ESCLARECE FURTO DE MUNIÇÕES EM PIRASSUNUNGA-SP

Conforme publicado nesse Blog (clique aqui e reveja o caso), a atuação da Guarda Municipal de Pirassununga, foi o inicio de um desfecho impressionante que ocorreu após o furto no 13° Regimento de Cavalaria Motorizada de Pirassununga, onde foi mobilizada todas as forças policias para elucidação deste crime que agora você poderá acompanhar esse surpreendente desenrolar...

Fonte: Blog Amigos da Guarda Civil

terça-feira, 3 de julho de 2012

Exército recupera munição furtada em Pirassununga SP

Toda a munição furtada no final da madrugada de domingo, 1, do paiol do quartel do 13º Regimento de Cavalaria Mecanizada do Exército, em Pirassununga (SP), interior do Estado, foi recuperada pelos militares nesta segunda-feira, 2, na cidade vizinha de Porto Ferreira, a 230 quilômetros da capital.
 Segundo o Exército, um soldado que estava de folga no final de semana é suspeito de ter facilitado a ação dos criminosos na base militar. Nesta terça-feira, 3, entre 8 e 9 horas, o general Tomás Miguel Miné Ribeiro, comandante da Brigada, cuja sede fica em Campinas, dará uma coletiva de imprensa para detalhar os trabalhosde recuperação da munição e de investigação do ocorrido dentro do 13º Regimento.
 Na ação, foram levados mais de 3 mil cartuchos de fuzis calibres 7.62 e 9mm, munição pesada como cartuchos 50 e 90mm (para blindados) e granadas de boca desapareceram. O arrombamento teria ocorrido às 4 horas. O quartel do Exército teria sido invadido por um alambrado que foi cortado na divisa com o bairro Vila São Pedro. Os assaltantes arrombaram dois cadeados para entrar no paiol. Os militares que faziam guarda naquele momento declararam ter visto duas pessoas correndo do local.
 No paiol, foram abandonados um alicate, um pé de cabra, uma marreta de madeira, uma lima de aço, uma câmara de ar de bicicleta, um cobertor, uma bolsa de lona e um celular, além de duas caixas de madeira com capacidade para armazenar 250 munições. Ao todo foram furtados 2.350 cartuchos de fuzil calibre 7.62, 840 cartuchos de 9mm e 20 cartuchos de borracha de calibre 12. Munição pesada também foi subtraída: 36 cartuchos de calibre .50, duas cápsulas de calibre 90mm (munição de blindado, que só pode ser usada por tanques) e 12 granadas de boca.
 As buscas pela munição na cidade começaram domingo. Todas os acessos de Pirassununga e bairros mais violentos foram ocupados por soldados do Exército e policiais. Uma operação pente fino foi feita hoje dentro da área do quartel para saber se o material que desapareceu do paiol não foi escondido no próprio local.
Agência Estado

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Munições do Exército foram furtadas em Pirassununga SP

Na madrugada deste domingo (1) o depósito do 13º Regimento de Cavalaria Mecanizada do Exército foi invadido e teve munições de diversos calibres roubadas, no centro da cidade de Pirassununga. O local é vigiado 24 horas por dia e armazena armas e munições das forças armadas brasileiras.

De acordo com a Polícia Militar, ainda não se tem informações de quantas munições e de quais calibres foram furtados. A assessoria de comunicação do Exército confirmou o crime e disse que abriu uma operação de pente fino em todas as unidades do Estado para localizar os responsáveis

Durante toda a tarde de domingo, todas as entradas e saídas da cidade foram fechadas e buscas foram feitas em diversos bairros. Ninguém foi preso e a Polícia Civil irá investigar o caso.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Uberlândia: Munições de uso exclusivo do Exército brasileiro são encontradas

Das sete ocorrências apresentadas pela Polícia Militar na 1ª Delegacia Civil de Uberlândia no início da manhã desta terça-feira (1º), quatro foram praticadas ou tiveram envolvimento de menores. Os crimes registrados são de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e furto. Um dos menores apreendido tem apenas 12 anos. Com outro foram encontradas munições de uso exclusivo do Exército brasileiro. Os menores foram encaminhados ao Centro Sócioeducativo (Ceseu).

G1/Triângulo Mineiro