Seguidores

Mostrando postagens com marcador no pais da copa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador no pais da copa. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Tenente desabafa após bombeiros serem assaltados: 'Nojo deste país'

Bombeiro falou sobre o assalto durante o incêndio (Foto: Reprodução/Facebook)
Vários bombeiros que participaram das operações para apagar as chamas do incêndio na comunidade México 70, no bairro Vila Margarida, em São Vicente, no litoral de São Paulo, foram assaltados, durante o trabalho, por criminosos que estavam no local. Após a ação, um tenente da corporação fez um forte desabafo pelas redes sociais.
"Eu achava que tinha visto muita coisa inacreditável. Mas assaltarem uma viatura do Corpo de Bombeiros, a metros de distância do local da ocorrência, colocando duas armas no peito do bombeiro enquanto ele reabastecia a viatura com água para dar continuidade ao combate a um incêndio gigantesco que ocorria naquele mesmo bairro? Na boa? Nojo deste país! Não aconteceu nada de mais grave com o bombeiro. A nós resta dar continuidade a nosso trabalho, pois ainda existem pessoas as quais devemos ajudar", publicou o tenente no Facebook.
De acordo com informações passadas pelos bombeiros de São Vicente, os profissionais tiveram relógios, carteiras e celulares roubados. O caso ocorreu quando a viatura passava pela Avenida Nações Unidas. Segundo informações da polícia, ninguém havia sido preso até às 7h desta quarta-feira (12).
Incêndio
Mais de 80 barracos foram destruídos após um incêndio na comunidade do México 70, no bairro Vila Margarida, em São Vicente, no litoral de São Paulo. As chamas foram extinguidas pelos bombeiros às 17h45 desta terça-feira (11). Em meio à fumaça e as chamas algumas pessoas acabaram se desentendendo e policiais militares dispersaram a multidão com bombas de efeito moral e balas de borracha.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Bandido é baleado por policial militar à paisana na Bahia – Cenas fortes


Após uma tentativa de assalto, bandido é baleado por um policial militar à paisana em troca de tiros na cidade de Itabuna, na Bahia. O assaltante não resistiu aos ferimentos e morreu. A ação do bandido foi contra uma mulher grávida que estava em uma loja de celulares, o esposo da vítima, um policial, reagiu e trocou tiros com o assaltante.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

POLICIAIS DO BRASIL CONTINUAM SENDO CAÇADOS

Casa do ministro Gilmar Mendes é assaltada


A casa do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, localizada na MI 6, no Lago Norte, área nobre de Brasília, foi assaltada por volta das 18h30 desta quinta-feira (16). Dois adolescentes são suspeitos do roubo. Eles levaram, pelo menos, equipamentos da academia de ginástica do ministro.

A Polícia Militar agiu rápido. Recebeu a denúncia de um vizinho e poucos
 minutos chegou ao endereço da mansão, no Conjunto 1. Uma equipe
 do Águia 40 (Paranoá) juntamente com o GTOP 44 (Varjão e Lago
 Norte) cercou o imóvel e deu voz de prisão aos ladrões. ...

Para surpresa do militares, os autores do roubo eram dois garotos.
 Um tem 12 anos e comparsa 13 anos. Eles foram levados para a 
Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA 1), na entrequadra
 204/205 Norte.

Policiais da unidade, estão neste momento fazendo diligências com 
os ladrões mirins para tentar recuperar todos os objetos levados da
 mansão de Gilmar Mendes. A delegacia não forneceu destalhes do
 roubo e também não informou o que foi levado da residência do ministro.

No entanto, uma fonte afirmou que os ladrões entraram pelo menos
 na academia de ginástica da residência e levaram equipamentos.
 “Ainda estamos fazendo o levantamento, mas existe a possibilidade
 do envolvimento de outras pessoas no roubo. Há indícios de que elas
 sejam moradoras no Paranoá, cidade onde os suspeitos moram”, disse.

A audácia do roubo, mostra a falta de segurança que o brasiliense vive.
 Uma vizinha do ministro, que pediu para não ter o nome divulgado,
 afirma que não existe policiamento na quadra apesar de ser a residência
 de um ministro. “Dificilmente aparece uma viatura fazendo ronda
 aqui”, disse. “Nós estamos à mercê dos bandidos e corremos risco
 sempre que saímos ou chegamos em casa”.

Um policial militar, envolvido na ocorrência disse que no momento do
 roubo o ministro não estava na mansão. É possível que como o STF
 está em recesso, Gilmar Mendes esteja viajando com a família. Um
 homem que pode ser servidor do Supremo acompanhou o caso na 
delegacia, mas não comentou o roubo.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil, estão
 fazendo levantamento na tentativa de encontrar impressões
 de outros possíveis suspeitos. A polícia continua a investigação
 do caso.
Fonte: Blog Rota de Segurança/Redação - 16/01/2014

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Proibir rolezinhos é proibir o direito de ir e vir


"E agora José?" diria o poeta Carlos Drummond de Andrade, e se eu pudesse parafraseá-lo diria que o efetivo acabou, a praça de alimentação sopitou, a galera de rolezinho chegou...Por mais que fiquemos espantados com tal fenômeno, o fato é que a Constituição Federal ainda nos garante o direito de ir e vir e portanto, se reunir, seja onde for, não caracteriza por si só crime algum.

           Assim como nas manifestações de junho de 2013, as concentrações começavam ingênuas, àquelas protestavam contra o aumento da passagem; diferente dos grupos que organizam os "rolezinhos", que não tem pauta nenhuma a ser reivindicada. Será que essa rebeldia é inconsciente, desorganizada, apartidária?

              Vivemos um momento ímpar na história da humanidade, onde os sistemas estão ou serão questionados na velocidade de um clique, cujas instituições (sempre atrasadas para acompanhar as mudanças), se vêem inconsistentes diante da postura refratária da sociedade. Como diria Caetano "alguma coisa tá fora da ordem, fora da nova ordem mundial".

             Qual deve ser o papel das polícias ante aos "rolezinhos"? O fato que nenhuma corporação brasileira tem efetivo para conter tais fenômenos sociais. Repito: nenhuma! De mais a mais, qualquer ato contrário ao direito de ir e vir será configurado como violação aos direitos fundamentais, humanos. Ou as empresas contratam mais seguranças, formando exércitos particulares, ou de fato sofrerão prejuízos incalculáveis diante da possibilidade desses aglomerados. Veja quantos rolezinhos já estão marcados pelo Brasil

                Finalmente a "classe média do PT" ou classe média bolsa família chegou aos shoppings, só que sem o poder de consumo. Então não precisamos entender de magia para antever o que está por vir; saques, roubos, furtos, caos...Mas, enquanto isso não acontecer...não há crime.

                Voltando a pergunta inicial do poeta "e agora José?" qual será a postura do Estado? Mudar a lei? Criminalizar o direito de ir e vir? Jogar (mais uma vez) a responsabilidade na truculência da polícia, usando-a como massa de manobra? Só o profeta Nostradamus poderia nos responder. O fato é que nosso sistema está com os dias contados. É muita gente para poucos shoppings, para poucas vagas de emprego, muito dízimo para poucos deuses, muita propaganda para pouco dinheiro no bolso...

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

A dura situação da Polícia Militar do Maranhão


pm ma
Batendo records nacionais: apenas 1 policial para cada 876 habitantes, 1 arma disponível para cada 2 policiais, 1 colete à prova de balas para cada 3 policiais, 1 algema para cada 9 policiais…


A Polícia Militar do Maranhão possui contingente de cerca de 6 mil homens, destes, 2 mil pertencem ao oficialato e portanto não vão para a rua. A corporação tem ainda a maior proporção do país entre o número de homens por habitante. Em nosso Estado, cada policial precisa cuidar de 876 maranhenses.
A PM maranhense não encontra parelha em nenhuma outra unidade da Federação quando o assunto é déficit de efetivo. O Paraná, segundo colocado, tem um policial para cada 610 habitantes, portanto, bem distante da realidade local, e isso sem levar em consideração que os indicadores sociais de nosso Estado nem se comparam ao de nossos colegas do sul, o que torna o desafio de nossos policiais ainda maior.
O cenário ganha contornos mais dramáticos quando se sabe que o Distrito Federal, melhor colocado nesse quesito, dispõe de um policial para cada 168 habitantes, um índice de primeiro mundo e impensável para o Maranhão, pelo menos enquanto continuarmos nas mãos de políticos descomprometidos com o Estado, com seus recursos naturais e com sua população.
O Déficit de policiais no Maranhão é de 12 mil homens, um dos maiores do país. Ainda, a Polícia Militar do estado é a única do Brasil que ainda é regida pelo RDE – Regime Disciplinar do Exército. A sobrecarga de trabalho  atinge a maior parte do efetivo. Tais dados corroboram as queixas da tropa de falta de condições materiais para fazer frente à criminalidade crescente no estado.
E isso não é tudo. A Polícia Militar do Maranhão dispõe apenas de uma arma de fogo para cada dois policiais, de acordo com a Pesquisa Perfil das Instituições de Segurança Pública, divulgada em 2013 pelo Ministério da Justiça. A razão entre o armamento e o efetivo da PM maranhense é de 2,15, também a maior do país, o que significa dizer que dois militares têm que dividir um mesmo revólver, pistola, metralhadora ou outro tipo de arma.
A tropa dispõe também de 693 algemas e 2.253 coletes à prova de bala. Em relação a estes últimos, constata-se que não cobrem nem mesmo um terço da tropa, diferente do que ocorre no Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Distrito Federal, onde o número de coletes é superior ao efetivo.
Para se ter ideia de quão defasada está a PM do Maranhão no quesito armamento, em apenas três estados a defasagem se aproxima da registrada por nossa heroica tropa, ainda assim, em menor razão: Rio Grande do Norte (2,05), Amazonas (1,98) e Paraíba (1,73). 
*Edson Travassos Vidigal é advogado membro da Comissão de Assuntos Legislativos da OAB-DF, professor universitário de Direito e Filosofia, músico e escritor. 

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Em Banânia...país sulamericano...



facebook.com/Adelinha Cowan Em Banania, aquele país em que alguns intelectuais se comportam como prostitutas, e prostitutas, como intelectuais, o Ministério Público propõe mesas de negociação com grupos que promovem ações terroristas na cidade e que não representam ninguém.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

PM é assaltado após tentar impedir ação de bandidos na Urca (no Rio "pacificado, welcome")


DIEGO VALDEVINO
Rio - O segundo-sargento da PM do 2º BPM (Botafogo), conhecido como Ogmarcio, fazia uma ronda na Rua Ramon Franco, a bordo de um carrinho de mini-golfe, quando bandidos armados em um Renault Mégane prata tentaram assaltar uma produtora de vídeo na esquina da Avenida Pasteur, na Urca, Zona Sul do Rio.

O segurança da loja alertou o PM, que foi abordado em seguida pelo trio de criminosos, que apontaram a arma para sua cabeça e retiraram suas duas armas, uma pistola 40 da corporação e uma pistola 9mm. O crime aconteceu à 500 metros da cabine da polícia no local.

Os suspeitos fugiram com o carro e abandoram o veículo próximo à ladeira do Shopping Rio Sul, em Botafogo. Um colega que não quis se identificar contou que é comum que um PM esteja na cabine da polícia e dois no carrinho fazendo ronda, o que não ocorreu no caso. "Ele deu sorte de não morrer, foi uma ação rápida", disse o policial.

Uma testemunha disse que achou "a ação surreal, incomum ver um policial sendo roubado. Logo após o crime, o PM colocou a mão na cabeça, não acreditando na cena", relatou.
O caso é investigado pela 10ªDP (Botafogo).

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Professores iniciam greve nacional para cobrar o cumprimento do piso, (enquanto PMs lutam pela PEC 300)



Professores da rede pública de todo o País iniciaram nesta terça-feira uma greve nacional de três dias para cobrar o cumprimento da Lei do Piso, sancionada há quase cinco anos e que ainda não é cumprida por boa parte dos Estados e municípios. Levantamento feito pelo Terra com base em dados fornecidos pelas secretarias da educação e pelos sindicatos aponta que 11 Estados pagam abaixo de 1.567,00 para um docente com jornada de 40 horas semanais.

A pior situação é verificada no Rio Grande do Sul, onde um professor com o ensino médio ganha míseros R$ 977,05 como vencimento básico. Sem condições de cumprir com a lei sem alterar o plano decarreira da categoria, o governo gaúcho optou por pagar um complemento para quem recebe menos que o piso. Situação semelhante enfrentam o Paraná, Goiás, Rondônia, Alagoas, Bahia, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Norte e Maranhão, que também precisam reajustar os salários do magistério para se adequar à lei.Leia mais no Jornal do Brasil

sexta-feira, 12 de abril de 2013

PI – Policiais civis vão entregar cargos de chefia e fazem ato em delegacias (no país da copa...)


Os policiais civis que participam da Operação Polícia Legal se reuniram na frente de um hotel da cidade, onde a Secretaria de Segurança Pública realiza um encontro técnico, para protestar contra a falta de condições de trabalho. Eles disseram que no dia 19 de abril, data em que é comemorado o Dia do Policial Civil, vão entregar os cargos de chefias dos distritos na capital e no interior.
Segundo os policiais, os chefes de investigação, de plantão e os escrivães de Parnaíba, Floriano, Picos, Teresina, Campo Maior e Piripiri já confirmaram a adesão à entrega de cargos.
Cerca de 60 policiais, vestidos de preto, se reuniram e de lá seguem para a Central de Flagrantes.

Após o governo lançar a proposta de reajuste salarial de 60% dividido em oito parcelas por quatro anos, a categoria resolveu deflagrar a operação “Polícia Legal”, na qual os servidores irão apenas cumprir o que lhes é cabido, como por exemplo, só serão emitidos Boletins de Ocorrência e Flagrantes na presença de delegados, não haverá custódia e alimentação de presos, entre outras ações.

Fonte: Blog Amigos de Caserna

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Tiroteio entre policiais de UPP e traficantes deixa um morto no Rio (pacificado...)


Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas na noite desta quinta-feira após um confronto entre policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, e traficantes da comunidade. Segundo informações da rádio CBN, tudo começou durante um tumulto entre os policiais e moradores. Na confusão, uma garota de 10 anos teria se ferido com uma bomba de efeito moral e dois PMs atingidos por pedras atiradas pelos moradores. Menos de uma hora depois, teve início um tiroteio na região da UPP.
Durante o confronto, um homem de 21 anos, que comia um cachorro-quente perto de local, foi atingido na cabeça e morreu na hora. Além dele, o morador Ivan Martins dos Santos Filho foi atingido por um tiro no abdômen e um adolescente de 13 anos foi alvejado na perna. Moradores da comunidade alegam que foram agredidos pelos PMs e que soldados da UPP teriam negado socorro após a confusão.  
Por meio de nota, a Polícia Militar informou que policiais da UPP foram atacados por bandidos após um tumulto causado por moradores. Durante o ataque, ainda segundo a PM, criminosos dispararam tiros contra a unidade. Após a morte de um morador, houve mais confrontos  e policiais reagiram com gás de pimenta, bombas de efeito moral e balas de borracha. Homens do Batalhão de Choque foram acionados para dar apoio.
 Portal Terra/Jornal do Brasil

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Juizados especiais nos aeroportos funcionarão 24 horas durante a Copa das Confederações

Juizados especiais nos aeroportos funcionarão 24 horas durante a Copa das Confederações















Os Juizados Especiais que funcionam nos aeroportos das cidades-sede da Copa das Confederações terão atendimento 24 horas no período de 10 de junho a 5 de julho. O horário especial deve atingir também os Juizados Especiais localizados nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo, já que, mesmo não sediando jogos da Copa das Confederações, grande parte dos torcedores e turistas internacionais circula pelos aeroportos da cidade.

Nesta segunda-feira (25/3), a juíza auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça Mariella Ferraz de Arruda Nogueira se reuniu, em Brasília/DF, com representantes das companhias aéreas e da Infraero para discutir os procedimentos que serão adotados pelos Juizados Especiais dos aeroportos no período da Copa das Confederações. “O importante nesse período será o espírito de colaboração de todos os envolvidos. É para isso que estamos nos esforçando”, disse a magistrada.

As empresas aéreas deverão manter nesses juizados representantes que possam participar de conciliações ou mesmo instrução e julgamento de demandas judiciais, durante o período em que a empresa estiver operando naquele aeroporto. “A ideia é começar e finalizar os atendimentos feitos naquele período nos próprios juizados e não deixar sem resposta as situações de conflito”, ressaltou a juíza. Os juizados também contarão com a presença de representantes do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil.

Treinamento  A Corregedoria Nacional de Justiça está negociando com a Escola Nacional de Mediação e Conciliação (Enam) treinamento específico para magistrados, servidores, representantes das companhias aéreas e demais órgãos que atuarão nos juizados especiais dos aeroportos. A previsão é que o treinamento ocorra entre abril e maio. Uma nova reunião com as companhias aéreas deverá ser realizada em abril.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias

Comento: Na Copa das Confederações teremos um país que não temos...

terça-feira, 26 de março de 2013

No país da Copa...Estádio com cinco anos de uso já está interditado


Paes decide interditar Engenhão

O prefeito Eduardo Paes decidiu que vai interditar o estádio João Havelange, o Engenhão (veja na foto), em virtude do relatório das construtoras, que apontam problemas na cobertura. Ele vai anunciar a decisão em reunião às 18h de hoje com os presidentes dos clubes de futebol, que participam do campeonato carioca.

A decisão foi tomada pela manhã no gabinete do prefeito. Participaram da reunião representantes de uma empresa alemã contratada para verificar as condições de segurança da cobertura do estádio. Nessa reunião, o prefeito perguntou se havia 100% de segurança em curto prazo. Diante da negativa dos técnicos, Paes optou então por interditar o estádio.

O Estádio Olímpico João Havelange, localizado no bairro do Engenho de Dentro, foi construído no governo Cesar Maia para sediar as competições de atletismo e futebol dos Jogos Pan-americanos de 2007. Atualmente, o arrendatário do estádio é o Botafogo.

O projeto do estádio é dos arquitetos Carlos Porto, Gilson Santos, Geraldo Lopes e José Raymundo Ferreira Gomes e as obras foram tocadas pelo Consórcio Odebrecht-OAS, sob fiscalização da Riourbe, da Secretaria de Obras do Município.


Comento: Isso é o prenúncio do que virá...muitos desses estádios que estão sendo construídos para a Copa do Mundo, apresentarão problemas...além do superfaturamento, da falta de público devido nestes estados não haver público cativo no futebol, como Brasília, Manaus, Mato Grosso. E viva a megalomania brasileira, enquanto faltam hospitais, professores, escolas...saneamento básico em muitas cidades, casas para os moradores das tragédias da enchente na região serrana do Rio, como Morro do Bumba, Petrópolis, Nova Friburgo. O Brasil é perfeito...nas suas contradições...

sábado, 16 de março de 2013

UBERLÂNDIA: PAREDE DE DELEGACIA DESABA




Parte da parede e do teto do local que dá acesso à antiga carceragem da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Uberlândia desabou na manhã desta sexta-feira (15). No momento do fato havia policiais civis e escrivães perto, mas ninguém se feriu, apenas se assustaram, conforme relataram.
Um policial havia acabado de tirar um carro do pavilhão, onde também dá acesso à antiga carceragem. Nossa reportagem foi conferir a situação precária do local, que é de responsabilidade do Estado. Fiação solta e à mostra, rachaduras nas paredes e estrutura comprometida, como banheiros interditados, janelas depredadas e falta de acessibilidade  portadores de deficiência.
O prédio da delegacia foi vistoriado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais em 2011, por meio da Comissão de Direitos Humanos e a estrutura foi condenada.
Carolina Vilela/UIPI
Comentário: E depois me vem os políticos na sua maioria demagogos, falando que a segurança pública está "perfeita, que é uma maravilha". Alguns falam em copa do mundo, Uberlândia como sub-sede da copa...gente...o quanto é ridículo essa megalomania...de querer mostrar ao mundo o que não somos..."welcome foreign tourists"...

quinta-feira, 14 de março de 2013

"A saúde pública está na CTI"...



R7

Policiais de UPP na Penha dizem viver com medo dos bandidos, que circulariam armados (no país da copa...)

PMs em patrulhamento num dos becos da favela: medo de ataques do tráfico

O princípio fundamental das 30 Unidades de Polícia Pacificadora instaladas até agora é o controle dos territórios — antes dominados pelo tráfico de drogas ou pela milícia. Seis meses depois da chegada de uma UPP no Parque Proletário, no Complexo da Penha, porém, bandidos continuam desafiando o estado. Segundo PMs da unidade, eles circulam armados, inclusive com fuzis, e inibem o trabalho da polícia.

— A gente tem medo de andar pela favela, de fazer patrulhamento a pé e dar de cara com a bandidagem — revela um soldado da UPP, que pediu para não ser identificado.

De acordo com policiais, a ronda deveria ser feita por duplas de PMs, mas só é realizada com pelo menos seis homens. Tudo para evitar confrontos com os traficantes. A situação piora à noite e durante a madrugada.

— Tem ataque a tiro contra a gente pelo menos uma vez por semana. Tá "brabo" — desabafa outro soldado.
— Eles (os bandidos) ainda têm medo. Então, quando vêm a gente, eles abrem fogo para poder fugir — rebate um outro PM. Continue lendo do jornal EXTRA>>>>

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

15 VIATURAS PARADAS NA DELEGACIA, AGUARDAVAM O REGISTRO (NO PAÍS DA COPA...)

viatura
Demora em registro de ocorrências deixa 15 viaturas da PM paradas na madrugada.


A falta de efetivo nos plantões da Polícia Civil fez com que 30 policiais militares esperassem nove horas para entregar ocorrências na madrugada desta terça-feira (5). As 30 viaturas usadas no combate à violência ficaram toda a noite paradas em frente à delegacia de menores.
Até mesmo vítimas de crime tiveram que ficar de molho no local. Uma jovem que foi assaltada por adolescentes e chegou às 19n para prestar depoimento. A previsão é que ela saísse de lá somente nesta manhã.
Os policiais civis alegam que o sistema é lento, o que compromete o registro das ocorrências. O órgão informou ao capitão Neto, da PM, que o problema não ser resolveria, pois havia apenas um delegado, três escrivães e um investigador para atender a demanda.