Seguidores

Mostrando postagens com marcador nos pais da copa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador nos pais da copa. Mostrar todas as postagens

domingo, 25 de setembro de 2011

Segurança no país da Copa: Rio> Bandidos armados assaltam hotel na Zona Sul

Rio - Quatro bandidos armados invadiram, pouco antes das 7h da manhã deste domingo, o Hostel Eco Arco verde, na Ladeira do Leme, 250, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Os bandidos renderam o funcionário da recepção, acordaram os hóspedes e trancaram todos em um banheiro no térreo.

Os criminosos roubaram dinheiro, celulares, ingressos do Rock In Rio, computadores portáteis e fugiram. Os ladrões chegaram em um Peugeot preto e outros bandidos davam cobertura em outro veículo. A PM foi chamada e está ouvindo as vítimas, cerca de 20 hóspedes. A PM deu alarme por rádio para outros batalhões da área na tentativa de se localizar os veículos com os criminosos.
 
POR LUARLINDO ERNESTO

sábado, 10 de setembro de 2011

No país da Copa: De volta à Lapa antiga, até com briga de facão

Travestis armam confusão na frente de guardas municipais, que não contêm tumulto
POR FERNANDA ALVES
Rio - Até parecia a Lapa dos anos 30, do transformista Madame Satã. Cenas de duelo com faca foram flagradas por equipe de O DIA na madrugada de quarta-feira. Quatro travestis, um armado com facão, discutiam em frente ao posto de Secretaria de Ordem Pública e diante de guardas municipais, que não conseguiram conter a briga.
O conflito só acabou meia hora depois, quando a PM chegou. Roubos, furtos e brigas tiram a paz de quem escolhe as noites boêmias da região para se divertir. De janeiro a junho, 3.515 furtos e 1.001 roubos (com uso de arma) já foram registrados na delegacia da área, a 5ª DP (Mem de Sá).
Susto para turistas
A discussão entre os travestis ocorreu na Rua Mem de Sá, ao lado dos Arcos da Lapa, principal ponto turístico do bairro. Turistas e frequentadores se assustaram com as cenas. Para a presidente da Associação de Travestis e Transexuais da Lapa, Luana Muniz, a falta de segurança do bairro proporciona esses episódios. “Já corri atrás de ‘craqueiro’ ladrão por falta de policial”, revela.
Foto: Reprodução de vídeo
Sem se aproximar, guardas municipais tentam conter a investida furiosa do travesti armado de facão. Confusão foi em frente ao posto da Seop | Foto: Carlos Mancuso / Agência O Dia
Moradora da Lapa, a jornalista Monique Ferreira, 22 anos, foi assaltada no bairro há dois meses e evita andar sozinha desde então. “Só colocam policiamento nas ruas principais, onde passam turistas”, reclama.
O presidente do Polo Novo Rio Antigo, associação de comerciantes da região, Ismar Manso, critica o pouco efetivo de PMs e guardas municipais nas ruas do bairros. Mas pede agentes capacitados. “Já ouvi reclamações de pessoas assaltadas na frente de guardas e policiais e que eles não fizeram nada”, revelou. Seu restaurante no bairro já foi assaltado duas vezes.
‘Eles deviam ter atitude mais incisiva’
O comandante da Guarda Municipal, coronel Lima Castro, informou que enviará o vídeo para a Corregedoria da instituição e os agentes terão que prestar esclarecimentos. “Eles deviam ter tido atitude mais incisiva, desarmando o agressor e o encaminhado à delegacia”. E garantiu que as rondas com a Polícia Militar, suspensas desde o fim do 13º BPM (Praça Tiradentes), serão retomadas no bairro.
Fonte: ODIA
http://odia.terra.com.br/portal/tvodia/videos/O_DIA_ONLINE_TV_O_DIA_tumulto_na_lapa.shtml

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

No país da Copa: Trio armado invade cadeia e liberta presos no Sul de Minas

Um trio armado invadiu a Cadeia Pública de Perdões, no Sul de Minas Gerais, na madrugada desta sexta-feira (9) e libertou três detentos que cumpriam pena na penitenciária. Segundo a Polícia Militar, os homens estavam com pistolas e armas de grande calibre e renderam o agente penitenciário responsável pela ala.

De acordo com a polícia, o agente foi encontrado preso dentro de uma cela. Ele contou que os autores estavam encapuzado e um deles chegou a agredí-lo com uma coronhada. Em seguida, pegaram as chaves, libertaram os três presos e fugiram em um veículo não identificado.

A Polícia Civil da cidade está investigando o caso e afirmou que o alvo do resgate era um detento de 25 anos que estava em prisão preventiva por tráfico de drogas. Ele teria relação com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Os outros dois fugitivos, um de 41 anos que estava preso por furto e outro de 49, detido por um homicídio ocorrido em São Paulo, aproveitaram e também escaparam.

Até a manhã desta sexta, nenhum do detentos havia sido localizado. As polícias do Rio de Janeiro e de São Paulo já foram avisadas e também trabalham para recapturar o trio.
 
Felipe Rezende
O Tempo online

terça-feira, 30 de agosto de 2011

PEC 300, crise, corrupção e as milícias

           Me ajudem a responder: se o Brasil é tão forte, com a economia "inabalável, inatingível", então porquê houve cortes tão drásticos no orçamento? Por quê os juros são os mais altos do mundo? Por quê o governo tenta impedir aprovação de projetos de grande alcance social, na saúde a Emenda 29 e na segurança a PEC 300, que trata da criação do piso nacional dos policiais e bombeiros?

           Vocês viram o Pinóquio por aí?

           O Brasil vive uma crise interna, justamente por não conseguir mais esconder tanta corrupção? Não seria esse o verdadeiro momento de falência institucional? Não há como desviar recurso e fazer investimentos...isso é fato!

           "Ou deixar a pátria viva, ou morrer pelo Brasil", (ou deixar a pátria pobre ou morrer pelo covil). Qual a sociedade que queremos, cidadãos ou feras? 

            Pensem nisso...não há crescimento da nação com tanta corrupção. Esse país tem dinheiro...só não tem cadeia suficiente para tantos corruptos por metro quadrado.
        
             Policial honesto luta pela PEC 300, policial corrupto monta empresa de pistolagem ou milícia. Qual o modelo o Brasil quer?

Charge: blog brasillivreedemocrata

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

BOPE testa blindados mais potentes



O Bope está em busca de novos blindados para substituir os “caveirões brasileiros”. Alguns carros estão em fase de teste, para saber qual é o mais sinistro, mais potente, mais veloz. Dois modelos já passaram por avaliações: o caveirão russo, há cerca de um mês, e o sul-africano. Além de um blindado francês, algumas empresas ainda passarão por testes no batalhão. A rapaziada procura um veículo compacto, que atenda às necessidades do batalhão. Os carros precisam ter mobilidade para andar em qualquer tipo de terreno e acompanhar a tropa. De acordo com o cabo Marcelo, a manutenção dos carros importados pode ser feita pela equipe da Polícia Militar ou por qualquer outra empresa brasileira.

Fontes: R7/blog Diniz K-9