Seguidores

Mostrando postagens com marcador olimpiada 2012. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador olimpiada 2012. Mostrar todas as postagens

domingo, 12 de agosto de 2012

PARABÉNS AO ATLETAS BRASILEIROS, COM OU SEM MEDALHAS, VOCÊS SÃO HERÓIS

       
   Parabéns ao atletas brasileiros, que mesmo sem o merecido apoio, conseguem façanhas que nos dão orgulho, pela raça, pela coragem e determinação. Suas vitórias representam o povo lutador, sofrido e que não tem apoio em quase nada. Comparando um atleta brasileiro ao seu povo, é fácil saber o porque do nosso desempenho pífio nas Olimpíadas 2012, ficando atrás de países como Cazaquistão, Hungria e Ucrânia. Nada contra esses países.

    Nós que sediaremos uma Copa do Mundo e a próxima Olimpíada, demonstramos ao mundo como os esportes são preteridos, onde o atleta tem que matar um leão para conseguir algum destaque, para só a partir deste, sonhar com algum patrocínio. Falo aqui dos esportes individuais, pois os coletivos geralmente têm algum tipo de patrocínio, e os individuais que conseguem destaque, geralmente treinam no exterior.

   A grande surpresa sem dúvida foi no box, e no bom desempenho do handebol. Os maiores exemplos da falta de apoio ao esporte nacional vem no basquete e futebol feminino, que sequer tem um campeonato nacional, capaz de manter um nível mínimo de competitividade entre as atletas. Se não tem times organizados,  logicamente não haverá salários, torcida, patrocínio, capaz de trazer o futebol feminino ao patamar exigido para uma competição intercontinental. Marta é um gênio, mas, não joga sozinha.

     Essas medalhas devem ser muito comemoradas, pelos atletas, não pelos políticos oportunistas que tentam, principalmente no momento eleitoral, associar a imagem dos atletas com as suas respectivas campanhas.

    E viva o povo brasileiro, com alma iluminada, mas, tratado como "vira-lata", contrariando o nosso grande escritor Nelson Rodrigues. Três medalhas de ouro é muito pouco para quem vai organizar uma olimpíada. Fiasco internacional, não dos atletas, mas, de nossa política para os esportes. Nossos atletas não competem com os outros, competem com a inércia dos políticos brasileiros.

       Por Marcelo Anastácio - Blog No Q.A.P

domingo, 29 de julho de 2012

Soldado do Exército ganha primeira medalha olímpica para o Brasil em Londres


O Soldado do Exército Felipe Kitadai conquistou ontem a primeira medalha brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres. O militar brasileiro ficou com o bronze no judô, categoria até 60 kg, ao derrotar o italiano Elio Verde, por wazari. Felipe é soldado do 8° Batalhão de Engenharia de Construção, em Santarém, no Pará.