Seguidores

Mostrando postagens com marcador pedofilia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador pedofilia. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Vídeo: Delegado da Polícia Civil de Natal leva menor a motel em viatura


Enquanto vídeos publicados na internet mostram policias do Rio Grande do Norte, o chefe da Delegacia de Polícia da Grande Natal (DPGran) foi flagrado usando uma viatura da Polícia Civil não caracterizada para levar uma adolescente ao motel. Procurado pela reportagem do SBT Brasil, o delegado Odilon Teodósio negou o fato. A reportagem foi exibida no SBT Brasil.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Oficial PMPR esta sendo investigado suspeito de abastecer site de pedofilia.

PM investiga denúncia contra oficial suspeito de pedofilia Giselle Ulbrich Há duas semanas, um tenente do 13.º Batalhão da Polícia Militar é investigado por pedofilia. 

Ele estaria mantendo um site de pornografia infantil e usando os computadores da corporação, durante o horário de serviço, para fazer a “manutenção” do site. 

O policial, que não terá o nome divulgado por enquanto, já foi afastado do serviço de rua, enquanto corre o inquérito policial-militar (IPM) que o investiga. 

O coronel Ademar Cunha Sobrinho, que chefia o 1.º Comando Regional da Polícia Militar (CMPR), confirmou que a cúpula da corporação teve conhecimento das denúncias há duas semanas. 

As queixas que chegaram inicialmente ao comando eram sobre o comportamento estranho do tenente, que passava muito tempo no computador e alheio ao serviço. 

O policial ocupava o cargo de coordenador de Policiamento da Unidade (CPU). 

Em seguida, novas denúncias revelaram que ele estaria usando computadores do quartel do 13.º Batalhão, no Novo Mundo, além do computador de uma das companhias do Batalhão, instalada no Sítio Cercado, para abastecer o site de pornografia. 

Alguns policiais chegaram a ver o tenente abrindo as fotos nos computadores. “Estávamos esperando alguma oportunidade de flagrante. Mas devido à gravidade da denúncia, recolhemos os computadores para perícia”, disse o coronel. 

Fonte: Adeilton9599

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Ex-juiz é preso suspeito de abusar sexualmente de menino de 11 anos

O ex-juiz de direito Mário José Pinto da Rocha, de 65 anos, foi preso, neste domingo (6), na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, suspeito de abusar sexualmente de um menino de 11 anos. Segundo a polícia, o garoto vive com os avós e vigia carros no bairro Santa Amélia. Depois de uma denúncia, ele foi encontrado, na noite deste domingo, na casa de Rocha, que mora no mesmo local. De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Rocha foi exonerado do cargo em maio de 2003.

“Os policiais se dirigiram ao local e, após o senhor Mário franquear a entrada e dizer que não tinha ninguém no imóvel além dele, os policiais encontraram a criança escondida debaixo da cama. Entrevistada, a criança confirmou que havia mantido conjunção carnal, relação sexual com o senhor Mário. Ele [Mário José] será encaminhado ao Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) São Cristóvão onde ficará à disposição da Justiça", explicou a delegada Andrea Aparecida Alves Soares. Continue lendo no G1 BH

segunda-feira, 19 de março de 2012

Decoro da classe: Coronel pedófilo é flagrado em motel com duas adolescentes e com viatura do Bombeiro

Inversão de valores

E-MAIL RECEBIDO
Todos devem lembrar o Cel. bombeiro Perinei, pego com duas adolescentes num hotel. Passou ao vivo na Record. Pois esse mesmo irá para a RESERVA REMUNERADA. Enquanto os bombeiros que lutaram por melhores salários e condições de trabalhos foram expulsos. Esse coronel é um PEDÓFILO e vai para casa ganhando seu salário (que é pago com o meu dinheirinho suado, e o de todos os brasileiros que pagam os altos impostos cobrados pelo governo), e ainda é possível que ele não seja punido pela justiça, por PEDOFILIA. Perguntem ao Conselho que julgou os militares expulsos, e também ao Cel. Simões, por que eles não expulsaram esse pedófilo, Cel. Perinei, que feriu a honra da corporação?

Quer dizer que comer criancinha pode.  Mas pedir dignidade,  é desvio de conduta e transgressão disciplinar Grave???

CORONEL SIMÕES EXPULSA 13 BOMBEIROS, MAS ABSOLVE CORONEL PEDOFILO PEGO EM FLAGRANTE COM MENOR EM MOTEL. ELE VAI PARA A RESERVA - BOLETIM 13/03


C. NOTA DGP/5 149/2012 Face a comunicação feita através da Parte DGP/5 075/2012, onde informa que o Cel BM QOC/79 ADILSON DE OLIVEIRA PERINEI, RG 0005520, da DGP/OE incidirá no dia 21 de abril de 2012, no art. 99 Inciso II nº 2, do da Lei 880, de 25 de Julho de 1985, do Estatuto dos Bombeiros Militares, seja o referido Oficial submetido à Inspeção de Saúde: Em consequência: 1. O Comandante do militar, apresente o mesmo, no prazo máximo de 03 (três) dias, a contar da presente data, por meio de ofício a JOS/DGS, a fim de que seja submetido à Inspeção de Saúde, BEM COMO, REMETER PARA DGP/5, CÓPIA DO OFÍCIO DE APRESENTAÇÃO QUE ENCAMINHOU O REFERIDO MILITAR A JOS, COM A CONFIRMAÇÃO DO COMPARECIMENTO DO MESMO; 2. O Presidente da JOS/DGS encaminhe para a DGP, a Ata de Inspeção de Saúde, no prazo máximo de 30 (trinta) dias, a contar da data de apresentação do Militar à JOS/DGS para a referida Inspeção, de acordo com Nota DGP/5-388/08, publicada no Boletim da SUBSEDEC nº 194, de 16 de outubro de 2008; 3. No impedimento de serem cumpridos os prazos acima, o Presidente da JOS/DGS, deverá encaminhar, à DGP, o relatório de saúde do aludido Militar. 4. A recusa do militar a se submeter à Inspeção de Saúde, implicará na presunção de plena aptidão física e mental do militar, conforme o disposto no Art. 2º do Decreto nº 40.968, de 05 de outubro de 2007. 5. A SAd da OBM do referido Militar, remeta a esta DGP/5, com a máxima brevidade para dar prosseguimento no processo de passagem para a Inatividade do mesmo, os seguintes documentos: Ficha de Informação, Formulário do Rioprevidência e Declaração de não Acumulação de Cargos para o Tribunal de Contas. 6. A SCP providencie a Carta Patente da Militar em questão, e remeta à DGP.
Fonte: Blog SOS POLICIAIS MILITARES

sábado, 31 de dezembro de 2011

Padre é preso acusado de abusar de 06 menores



Um padre da Igreja São Francisco de Assis foi preso preventivamente nesta sexta-feira (30) suspeito de abusar sexualmente de seis crianças da comunidade rural do Tororó, no Jardim Botânico, Distrito Federal. As vítimas seriam quatro meninas e um menino da mesma família, além de mais uma menina vizinha a esses irmãos.
O padre negou à polícia que tenha cometido os crimes e calou-se diante dos questionamentos da imprensa. A assessoria de imprensa da Arquidiocese de Brasília informou que não vai se pronunciar, mas que os advogados da entidade estão acompanhando o caso.
De acordo com a polícia, o padre tem relação próxima com a família das vítimas. Os crimes teriam sido cometidos na igreja, na casa do padre e na casa das vítimas ao longo do último ano. Uma arma calibre 36 foi encontrado na casa do indiciado. Segundo a polícia, a arma seria usada para ameaçar as vítimas.

As investigações policiais começaram há três semanas, após a denúncia feita pela mãe dos irmãos abusados. "Temos provas irrefutáveis de que ele praticou o abuso", declarou o diretor-geral da Polícia Civil, Onofre de Moraes. Se for condenado, o suspeito pode cumprir pena de 15 anos pelo abuso contra cada criança mais três anos pelo porte de armas, resultando em 93 anos de pena máxima.Continuar lendo no G1:>>>>>>>>>>>>>>

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Justiça condena padre a 60 anos de prisão por abuso sexual em Franca


O padre José Afonso Dé foi condenado pela 2 ª Vara Criminal de Franca, no interior de São Paulo, a 60 anos e oito meses de prisão por estupro e atentado violento ao pudor. Em abril de 2010, o pároco foi acusado de pedofilia e indiciado por abusar sexualmente de seis garotos, entre dezembro de 2009 e janeiro de 2010.

As vítimas, com idades entre 12 e 16 anos, eram coroinhas e frequentadores da Paróquia São Vicente de Paulo, em Franca. Segundo o advogado de defesa, Eduardo Maestrelo Caleiro Palma, a decisão foi proferida no meio do ano, mas como o caso corre em segredo de Justiça, não havia sido divulgada.

G1 SP/EPTV

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Secretário do PT condenado por pedofilia é preso em BH

Condenado por pedofilia, o secretário de organização do Partido dos Trabalhadores (PT) em Belo Horizonte, Nartagman Wasley Aparecido Borges, 35, foi preso ontem. Ele estava foragido da Justiça desde maio último, após ter sido sentenciado a sete anos e nove meses de prisão pelo estupro de uma criança.

De acordo com o delegado do Departamento de Investigações (DI), Alexandre Oliveira, além de estuprar a enteada, de 9 anos, Borges também assediava a irmã dela e uma empregada que trabalhava na casa onde eles moravam. A menina molestada contou para a mãe que estava sofrendo abusos. A mulher prestou queixa na delegacia e rompeu o relacionamento.

O crime aconteceu em 2004. O homem só foi condenado em 2ª instância no dia 19 de maio deste ano, após responder ao processo em liberdade.

Segundo o delegado Oliveira, chamou a atenção também o fato de Nartagman Borges ter se recusado a testemunhar nos casos de dois homicídios que presenciou, um deles o do próprio irmão, morto em outubro de 2002.

Ontem pela manhã, os policiais conseguiram prender Borges quando ele saía de casa, no bairro Rio Branco, na região de Venda Nova, para trabalhar. A polícia estava acampada em frente à casa dele há uma semana.

O secretário de Organização do PT negou o estupro contra a enteada. Ele alegou que estava sofrendo perseguição política. Segundo ele, o pai da menina, que também é membro do PT, pretendia retirá-lo do partido. "O pai influenciou a menina a mentir e a dizer que eu a estuprei. Não existe nada que comprove isso", disse Borges.

Segundo o delegado, na época do crime, em 2004, mandados de busca e apreensão foram realizados, mas nenhum material pornográfico foi encontrado na casa do acusado. Não foram realizados exames médicos na criança. A Justiça se baseou no depoimento da vítima.
 
NATÁLIA OLIVEIRA

Publicado no Jornal OTEMPO em 02/09/2011