Seguidores

Mostrando postagens com marcador porte de armas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador porte de armas. Mostrar todas as postagens

sábado, 6 de setembro de 2014

Estudante policial é expulsa de sala de aula por está fardada


Estudante policial é expulsa de sala de aula por está fardada
A aluna da Universidade Federal do Ceará (UFC) que alegou ter sido expulsa do Campus do Benfica por estar fardada, na noite da última quarta-feira, 3, teria sido orientada a guardar sua arma no cofre da Divisão de Segurança da universidade, conforme a UFC. Em nota enviada nesta quinta-feira, 4, a instituição disse que ela optou por não assistir à aula sem sua arma.

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do Ceará (ACSMCE), a estudante não teria guardado sua arma no carro "por motivos de segurança". Outros alunos acionaram a segurança da instituição quando perceberam a presença de uma aluna armada em sala de aula. 

Ainda segundo a UFC, os seguranças informaram que a policial poderia assistir a aula fardada, porém não poderia estar portando a arma no local. “Foi sugerido a ela guardar sua arma no cofre da Segurança, mas ela disse não concordar e se dirigiu à Diretoria do Centro de Humanidades, onde foi acolhida, informada de que era bem-vinda e que poderia assistir às aulas como qualquer aluno, inclusive fardada, desde que guardasse sua arma. A aluna, então, preferiu não assistir à aula”, completa a nota.

Após a repercussão do caso, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) disse, em nota, que repudia a conduta adotada pela universidade, “pois expressa um sentimento pejorativo com relação à policial militar e a instituição Polícia Militar”. Segundo a secretaria, não há qualquer impedimento legal para que a servidora frequente as aulas com suas vestimentas e equipamentos de trabalho.
Ato público 

A ACSMCE também publicou uma nota de repúdio à atitude da universidade, pois segundo a policial, a diretora do centro de Humanas justificou que a aluna não poderia permanecer no local por conta do fardamento e não por estar armada. 

Um ato público da associação está marcado para as 17 horas desta sexta-feira, 5, na avenida da Universidade. Segundo a descrição do evento, a manifestação será “pelo direito de ir e vir de policiais fardados em instituições de ensino”.

Redação O Povo/acopiaranews.com

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Vídeo: Homem mostra arma a policiais em abordagem e leva 3 tiros

Imagem mostra homem sendo com a arma para o alto sendo atingido pelos policiais militares em São José dos Campos. (Foto: G1)Um homem armado foi baleado por policiais militares na madrugada do último sábado (4)  no Jardim Vale do Sol, em São José dos Campos, no interior de São Paulo. Um vídeo mostra a ação da PM. O homem foi atingido por três disparos e foi levado para o Pronto Socorro da Vila Industrial, mas não corre risco de morrer. (Assista o vídeo)
De acordo com uma testemunha que pediu para não ser identificada, o suspeito, que usava muletas, estava nos arredores da Praça Bahia de São Salvador, por volta das 2h, armado com um revólver e ameaçando disparar.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

300 Agentes Penitenciários fazem acampamento na Esplanada



R7

Mais de 300 profissionais se revezam no acampamento. Eles decidiram colocar barracas no gramado do local e reivindicam o uso de armas de fogo fora e no trabalho.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Agentes penitenciários do DF se manifestam pelo porte de arma fora do horário de serviço

Uma manifestação reuniu 200 agentes penitenciários do DF na Esplanada dos Ministérios, área central de Brasília, no fim da tarde desta terça-feira (2). A categoria quer a liberação do porte de armas fora do horário de serviço.  
Os agentes se concentraram no Museu Nacional da República e seguiram em marcha até a porta do Congresso Nacional.   
Para atender o pedido dos manifestantes, a presidente Dilma Rousseff precisa derrubar o próprio veto ao PL (Projeto de Lei) que regulamenta o registro, posse e comercialização de armas e munições.   
O protesto fechou duas pistas do Eixo Monumental e deixou o trânsito bastante complicado na região. Como justificativa, os agentes penitenciários argumentam que recebem constantes ameaças dos presidiários.  

terça-feira, 4 de junho de 2013

MG: Agentes Penitenciários buscam apoio para regulamentar o porte de armas

Agentes penitenciários pedem apoio ao deputado Sargento Rodrigues para a aprovação do Projeto de Lei que regulamenta o porte de arma no Estado de Minas Gerais


O Deputado Sargento Rodrigues recebeu nesta segunda-feira, 3/06, a visita do presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária de Minas Gerais (SINDASP-MG), Adeilton de Souza Rocha; do diretor-geral do Comando de Operações Especiais (COPE), Éder Diógenes de Carvalho; do diretor de escolta, Wanderson Eustáquio Costa; do Diretor do grupo de intervenção do COPE, Leonardo Aganette Pessoa; do diretor jurídico SINDASP-MG, Bernardo da Paixão Silva; do diretor administrativo do SINDASP-MG, Carlos Alberto Nogueira; do diretor do albergue João Pessoa, José Fábio Santos Gonçalves, bem como do diretor-geral da unidade prisional de Matozinhos, Raimundo Nonato Faria.

Durante a visita, Adeilton de Souza Rocha, Éder Diógenes de Carvalho e os diretores acima mencionados solicitaram o empenho do Deputado Sargento Rodrigues para a aprovação do Projeto de Lei 4.040/2013, que visa regulamentar o porte de arma aos agentes penitenciários efetivos do Estado de Minas Gerais.

Na oportunidade, Rodrigues afirmou ser favorável ao Projeto de Lei e informou que  a proposição aguarda o parecer do relator da matéria, deputado Dalmo Ribeiro,  na Comissão  de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para ser submetido à apreciação da Comissão de Segurança Pública.

O parlamentar, que desde 1997, vem defendendo os direitos e garantindo melhorias para a categoria disse, ainda, que fará o possível para aprovação do projeto na ALMG.

Segundo Rodrigues, a Comissão de Segurança Pública já aprovou requerimento para discutir, em audiência pública, a regulamentação do porte de arma aos agentes penitenciários do quadro de efetivo do Estado de Minas Gerais.
Agentes penitenciários pedem apoio ao deputado Sargento Rodrigues para a aprovação do Projeto de Lei que regulamenta o porte de arma no Estado de Minas Gerais

O Deputado Sargento Rodrigues recebeu nesta segunda-feira, 3/06, a visita do presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária de Minas Gerais (SINDASP-MG), Adeilton de Souza Rocha; do diretor-geral do Comando de Operações Especiais (COPE), Éder Diógenes de Carvalho; do diretor de escolta, Wanderson Eustáquio Costa; do Diretor do grupo de intervenção do COPE, Leonardo Aganette Pessoa; do diretor jurídico SINDASP-MG, Bernardo da Paixão Silva; do diretor administrativo do SINDASP-MG, Carlos Alberto Nogueira; do diretor do albergue João Pessoa, José Fábio Santos Gonçalves, bem como do diretor-geral da unidade prisional de Matozinhos, Raimundo Nonato Faria.

Durante a visita, Adeilton de Souza Rocha, Éder Diógenes de Carvalho e os diretores acima mencionados solicitaram o empenho do Deputado Sargento Rodrigues para a aprovação do Projeto de Lei 4.040/2013, que visa regulamentar o porte de arma aos agentes penitenciários efetivos do Estado de Minas Gerais.
Na oportunidade, Rodrigues afirmou ser favorável ao Projeto de Lei e informou que a proposição aguarda o parecer do relator da matéria, deputado Dalmo Ribeiro, na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para ser submetido à apreciação da Comissão de Segurança Pública.
O parlamentar, que desde 1997, vem defendendo os direitos e garantindo melhorias para a categoria disse, ainda, que fará o possível para aprovação do projeto na ALMG.
Segundo Rodrigues, a Comissão de Segurança Pública já aprovou requerimento para discutir, em audiência pública, a regulamentação do porte de arma aos agentes penitenciários do quadro de efetivo do Estado de Minas Gerais.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

10 DICAS P/ POLICIAIS ANDAREM ARMADOS EM TRAJES CIVIS



1. Sua arma não lhe dá poderes sobrenaturais. Ou seja, tê-la na cintura não o torna invencível ou membro dos Avengers. Foi-se a época em que tinham medo de quem estava armado;

2. Estar armado em trajes civis muda sua forma de saque, o posicionamento de sua arma e também o condicionamento natural de acesso rápido a seu arm
amento. Ou seja, treine e esteja consciente desses três pontos;

3. Invista em um coldre para uso velado. Vai ser ridículo ter sua arma presa na borda da calça ou na sua cueca na hora do saque. Deixe essa gracinha para os três patetas;

4. Usa coldre velado em pochete abdominal ou de perna? Treine os saques também com esses acessórios! Sua arma não virá para sua mão de forma mediúnica e seus movimentos “finos” para abrir a pochete estarão prejudicados pelo estresse e pela carga de adrenalina que seu organismo recebeu. Lembre-se disso;

5. Sua boa intenção não é suficiente para identificá-lo como policial. Tenha E USE o distintivo que lhe caracteriza como tal. Sugiro que ele esteja posicionado na linha de cintura, no mesmo lado onde será realizado o saque. Quando do acesso a seu armamento, IMEDIATAMENTE o distintivo será visto, reduzindo drasticamente sua chance de ser confundido com um bandido;

6. Aumente a freqüência de manutenção de sua arma. Se antes suor não tinha tanto contato com seu armamento pelo fato de você estar fardado, agora vai ter!

7. Houve troca de tiros (I) e precisou neutralizar a ameaça? Disparos em regiões periféricas do corpo NÃO SOLUCIONAM CONFLITOS ARMADOS. Aquela estória de ” … dá um tiro na mão…/…atira na perna…” é coisa de quem assiste muito filme e, obviamente, de “achistas” dos mais descarados;
atinja o agressor social – em não havendo dúvida da necessidade legal de atuar – na região do torax, abdomem ou pelve gerando uma “cavidade permanente”. Isso aumentará sua possível sobreviência e a proteção de outras vítimas;

8. Houve troca de tiros (II) e precisou neutralizar a ameaça? Faça o seguinte:
a) cheque a sua volta a possibilidade de haver outros agressores e,
b) ato contínuo, de forma visual e tátil, veja se você está ferido – primeiro pescoço, região toráxica, depois abdominal, pélvica e parte interior das coxas (pontos onde hemorragias seriam mais graves); depois, parte interior dos braços e lateral do corpo;
c) é comum que você, por questões psicofisiológicas, não sinta ou perceba alguns ferimentos e nem faça uma checagem periférica para ver se há outras ameaças;

9. Potencialize sua possibilidade de sobrevivência tendo a certeza de que você tem chances de se ferir e vai ter que resistir a dor. Negar ou ter medo desse fator é um sinal de que você está pouco preparado para neutralizar uma ação com o uso da força letal;

10. Ligue para o 190 para comunicar o fato e para se identificar, descrevendo local, pessoas feridas (inclusive você) e como você está vestido, mantendo seu distintivo sempre a mostra; caso alguém se aproxime, mantenha-se alerta e não descuide da manutenção de sua proteção pessoal, pois hoje é raro agressores atuarem sozinhos.

Por Ten Cel PMDF Leonardo Sant'Anna

Fonte:facebook.com/policiacivilmg

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Governador de Goiás proíbe policiais de usarem armas fora do serviço


MARCONI NA PECUÁRIA
O Governador Marconi Perillo durante visita ao Parque de Exposições Agropecuárias de Goiânia nesta segunda-feira comunicou à imprensa uma decisão importante que visa diminuir a violência em Goiás envolvendo policiais.
O governador determinou que a SSPJ-GO tome providencias urgentíssimas no sentido de proibir a utilização de armas de fogo para policiais que não estejam em serviço, especialmente em eventos.
Marconi disse que teve a garantia do secretário de segurança, Joaquim Mesquita, de que tal providencia será tomada de forma imediata. A decisão do governador chega logo depois do assassinato do jovem Luan Vitor Oliveira Sousa ocorrido na festa da Pecuária em Goiânia no último final de semana pelo policial civil Levi Moura de Sousa.
Comento: O Brasil está deixando o modelo federativo e se tornando "estados unidos", se americanizando. Ou seja, cada estado está interpretando a lei de jeito, de acordo com a conveniência. Em São Paulo proibiram policiais de prestarem socorro e agora em Goiás o governador proíbe policiais de usarem armas fora do serviço. Todos sabemos que quem regula o porte e fiscaliza as armas não são os estados, mas, o governo federal através da Polícia Federal. Ambas decisões do inconstitucionais, medidas populistas, para jogar confete para a imprensa. O que tem que ser verdadeiramente discutido, que é o modelo, o plano nacional para a segurança pública, bem como a criação de seu fundo visando financiá-la, isso é deixado de lado. É o mesmo que apoiar o aborto e não discutir os métodos anti-conceptivos. Brasil, o país do acaso...

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

UM ANO: GREVE DA BAHIA, PRISÃO DOS PM/BM do RIO

       

        Há aproximadamente um ano, o Brasil viu algumas forças da segurança pública gritarem por melhores condições de trabalho, de salário a escalas, benefícios, etc. Para quem não se lembra, o carnaval nas duas maiores cidades turísticas carnavalescas do país, Rio de Janeiro e Bahia, estiveram ameaçados pela greve e organização dos militares baianos (clique aqui e relembre no youtube) que se postaram dentro da Assembléia Legislativa, permanecendo por muitos dias. Se não fosse o noticiário criminoso da Rede Globo, mentindo que um juiz havia autorizado a escuta telefônica, depois de ter editado as gravações, dando a entender a massa desinformada de que parte dos grevistas queriam incendiar carretas na rodovia; os policiais baianos teriam conseguido o aumento desejado, bem como os policiais do Rio, que apesar de fazerem a manifestação, tiveram suas lideranças presas, trancafiadas no presídio Bangu I.


        Depois desse tempo todo, vimos os policiais de Rio e São Paulo serem caçados, como se estivessem na selva, por um grupo ávido para desafiar o Estado, amedrontar a população e causar terror na sociedade como um todo. E o que foi feito? O que mais precisa ser feito para que as condições de trabalho desses profissionais sejam dignas? E se dignas forem, o tratamento para com a população por conseguinte haverá de sê-lo.
         Hoje os agentes penitenciários do Brasil deram uma demonstração de força e união, quiçá ecoasse na caserna, se não vejamos quais as demandas que poderiam ser atendidas:

         Criação do Piso Nacional dos Profissionais da Segurança Pública;
         Pagamento de Adicional de Periculosidade/Insalubridade;
         Pagamento de Horas Extras;
         Adicional Noturno;
         Adicional para condutores de viaturas;
         Regulamentação da jornada de trabalho;
      Mudança no Código Penal, aumentando a pena para os crimes contra qualquer agente de segurança, de serviço ou de folga;
         Criação de convênio nacional com os bancos públicos para financiamento habitacional, com taxas de juros nos moldes das promovidas pelo BNDES; (se esse banco pode atender banqueiros falidos, empresas quebradas, porque não atender a família da segurança pública, militar ou civil?)
         Redução da maioridade penal;
         Mudança no ECA - Estatuto da Criança e Adolescente;
      Porte de arma para agentes penitenciários, abolindo o termo agente sócio-educativo;
         Desmilitarização das policias.

         Por todos esses e outros fatores diversos, é muito oportuna que a discussão em torno desses temas se torne cada vez mais comum, e que a união entre agentes penitenciários, policiais militares, forças armadas, policiais civis, bombeiros e guarda municipal estejam cada vez mais em sintonia. Afinal, nada melhor do que a Copa das Confederações para promover esse debate...não adianta ações isoladas, as ações têm que ser conjuntas, ao mesmo tempo.

           

Agentes penitenciários param em 17 Estados em protesto contra veto a porte de armas

Agentes penitenciários de todo o país realizam uma paralisação nesta quarta-feira (30), em protesto contra o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto de lei que autorizaria o porte de arma fora do serviço à categoria. Além da reivindicação, os agentes protestam por melhorias nos presídios e valorização da carreira no país.


Segundo o presidente da Fenaspen (Federação Sindical Nacional de Servidores Penitenciários), Fernando Anunciação, a categoria paralisou as atividades por 24h, desde à meia-noite, em 17 Estados do país. "Todos os 17 Estados filiados estão parados. Só estamos mantendo a alimentação dos presos e as emergências. Todo o resto está parado", disse ao UOL.
O presidente da Fenaspen questionou o veto e afirmou que os agentes sofrem com os riscos nas ruas das cidades. "Nós estamos preparados, somos treinados, mas só podemos ter uma arma em serviço. Ou seja, quando saímos para nossas casas, estamos desprotegidos", disse.
Anunciação explicou que o veto da presidente Dilma foi apenas a "gota d'água"  para o início de uma mobilização nacional da categoria. "Reivindicamos melhores condições de trabalho. Hoje os presídios brasileiros sofrem com a superlotação e existe uma falta de valorização profissional", declarou Anunciação.
"O próprio ministro da Justiça [José Eduardo Cardozo] admite que o sistema penitenciário está falido, que prefere morrer a entrar em um presídio. E é isso que está acontecendo, nós estamos morrendo no trabalho. E estamos lutando contra isso."
Com o protesto de desta quarta-feira, os agentes pretendem iniciar uma série de mobilizações nacionais e chamar a categoria a se engajar nos protestos. "Estamos discutindo mais ações, temos várias pautas, e vamos fazer várias mobilizações daqui pra frente", disse o presidente da Fenaspen.

O veto

O veto total da presidente Dilma Rousseff foi publicado no "Diário Oficial da União" do último dia 10. O projeto de lei, aprovado no Congresso, permitiria agentes penitenciários e outras categorias profissionais a portarem armas de fogo fora do horário de serviço.
No veto, a presidente disse que, após ouvir o Ministério da Justiça e a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, decidiu por não conceder a autorização, pois implicaria maior quantidade de armas em circulação, o que iria "na contramão" da política nacional de combate à violência.
Além disso, de acordo com a chefe do Executivo, a legislação brasileira já prevê a possibilidade se requerer a autorização de porte para defesa pessoal, conforme a necessidade individual.
Segundo o projeto vetado, guardas prisionais, integrantes de escoltas de presos e guardas portuários também poderiam circular armados nos horários de folga.
Carlos Madeiro
Do UOL, em Maceió

sábado, 26 de janeiro de 2013

PARALIZAÇÃO NACIONAL DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS, DIA 30 DE JANEIRO


Em repúdio ao VETO da Presidente DILMA ROUSSEFF contra a PLC 87/2011, deixando a mercê seus SERVIDORES, o SISTEMA PENITENCIÁRIO vai parar por 24 horas em TODO O BRASIL!!! Chega de tanta hipocrisia, um GOVERNO que só defender os interesses dos BANDIDOS!!! Alegando ser interesse Publico???



VAMOS MOSTRA A FORÇA DE UMA CATEGORIA UNIDA!!!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

PARALISAÇÃO DO SISTEMA PRISIONAL GANHA FORÇA NACIONAL


 Pela luta em defesa do porte, da aposentadoria especial, da gratificação de periculosidade, da assistência psicológica aos servidores da SEAP extensível a familiares e melhoria nas condições de trabalho; Deliberação sobre o movimento da operação legalidade, como resposta ao descaso para com nossas vidas e de nossos familiares, dentre outros.

É hora de reação e luta por nossa condição de DEFESA e manutenção de nossa condição conquistada com suor e trabalho. Além do mais! Omitir-nos agora é renegar a luta de muitos que nos sucederam com a perda de seus empregos e até de vida, pra que chegássemos até aqui.
---------------------------------
DIA – 23/01/2013.
HORA – 17:00h
LOCAL – Complexo penitenciário de Bangu - Sítio Fazendinha perto da padaria.
---------------------------------
CONTAMOS COM A PRESENÇA DE TODOS, NESTE MOMENTO DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA OS AGENTES PENITENCIÁRIOS DO PAÍS.
OS DEMAIS ESTADOS DA FEDERAÇÃO JÁ ESTÃO COM SUAS DECISÕES TOMADAS, AGORA É HORA DE UNIRMOS A ELES PARA SOMAR FORÇAS E VENCER ESSA BATALHA.
-------------------------------------
DISTRITO FEDERAL
-------------------------------------
Estará realizando Ato Simbólico na Praça dos Três Poderes no dia 28, 29 e 30 de janeiro e categoria já aderiu paralisação.
-----------------------------------
SÃO PAULO
-----------------------------------
Realizará Assembleia dia 24 de janeiro.
---------------------------------------
PARAÍBA
---------------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO. 
-------------------------------
RONDÔNIA
-------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
---------------------------------
PIAUÍ
---------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
-------------------------------------
PERNAMBUCO
-------------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
----------------------------------------
ACRE
-----------------------------------------
Realizará Assembleia, hoje, dia 23 de janeiro.
---------------------------------------
RIO GRANDE DO NORTE
---------------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
-----------------------------------------------------------------------------------
MOSSORÓ/RN – AGENTES PENITENCIÁRIOS FEDERAIS
-----------------------------------------------------------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
-----------------------------
MINAS GERAIS
-----------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
------------------------------
ALAGOAS
------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
---------------------------------
MARANHÃO
----------------------------------
Realizará Assembleia, hoje, dia 23 de janeiro.
----------------------------------------
MATO GROSSO DO SUL
----------------------------------------
Realizará Assembleia, dia 24 de janeiro.
------------------------
AMAPÁ
------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
--------------------------------------------------------------------------------
CAMPO GRANDE – AGENTES PENITENCIÁRIOS FEDERAIS
--------------------------------------------------------------------------------
Já realizou Assembleia e está dentro da luta, pois a categoria apoiou a PARALISAÇÃO
------------------------------------------------
BAHIA
------------------------------------------------
Já aderiu a paralisação. Aguardando aprovação da categoria.
-----------------------
CEARÁ
-----------------------
Realizará Assembleia, dia 26 de janeiro.
------------------------------------
GOIÁS
------------------------------------
Realizará Assembleia, dia 29 de janeiro.
-----------------------------------------
ESPÍRITO SANTO
-----------------------------------------
Realizará Assembleia, dia 29 de janeiro.
------------------------------------------------
Obs.: Estamos aguardando NOTÍCIAS dos demais estados.
É O BRASIL UNIDO PARA MOSTRAR A FORÇA QUE TEMOS.
VAMOS MOSTRAR AO BRASIL O NOSSO REAL VALOR SOCIAL.
É hora de luta! 

FONTE: SINDSISTEMA -RJ.

sábado, 12 de janeiro de 2013

O CRIME ORGANIZADO AGRADECE O VETO DO PORTE DE ARMAS PARA AGENTES PENITENCIÁRIOS



O CRIME ORGANIZADO AGRADECE O VETO DO PORTE DE ARMAS PARA AGENTES PENITENCIÁRIOS, ASSIM FICA FÁCIL PARA ELES CORROMPEREM OS SERVIDORES, O CRIME ESTÁ COMEMORANDO A DERROTA DOS AGENTES DE VERDADE! O PCC GARANTE PROTEÇÃO AO AGENTES...


sábado, 5 de janeiro de 2013

ATENÇÃO AGENTES PENITENCIÁRIOS: ASSEMBLÉIA GERAL NO RIO



URGENTÍSSIMO: ASSEMBLEIA GERAL DELIBERATIVA
CONVOCAMOS TODA A CATEGORIA PARA UMA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DELIBERATIVA, PARA TRATAR DO ASSUNTO REFERENTE AO NOSSO PORTE DE ARMA QUE SE ENCONTRA NAS MÃOS DA PRESIDENTA DILMA, ONDE O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E A SECRETARIA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS ESTÃO POSICIONADOS CONTRA A SANÇÃO DA MESMA.
É de extrema importância o comparecimento maciço de todos os companheiros para que possamos tomar decisões importantes. 
POR FAVOR NÃO FALTEM!
CONTAMOS COM A PRESENÇA DE TODOS!
DIA: 08/01/2013 - Terça-feira
HORA: 18h
LOCAL: Sítio Fazendinha - Bangu
Atenciosamente,
À Diretoria

NOTÍCIA SOBRE NOSSO PL 87
MJ É CONTRA, TEMOS QUE NOS MOBILIZAR E FAZER VALER NOSSO DIREITO

Parabéns, por terem voltado ao foco de nossas LUTAS!
Quanto ao tópico do Cruz, acho maravilhosa a ideia, pois abre uma grande lacuna, pra que possamos nos oportunar desta proposta que nos caí muito bem, pois podemos brigar para que o Relator seja um dos nossos e depois emendar concebendo um relatório que se estenda a todos os demais do Brasil, acolhendo proposta da PEC-308. Pronta pra ser votada em plenário.
Quanto ao nosso projeto tive um longo papo, nesta manhã com o Dep. Arnaldo Farias de Sá, nosso fiel amigo nesta nossa causa. Segundo ele o ministério esta forçando muito a barra pelo veto ao projeto. Mas, que isso só acontece quando a uma força contrária também forte no palácio do planalto, divergente dos encaminhamentos dos ministérios.
Segundo ele precisamos nos mobilizar e assumirmos posição contra o encaminhamento do ministério. Assim sem perda de tempo, dada à urgência da matéria.
Convoco a todos para uma Assembleia deliberativa de posição contra a postura do MJ.
Dia- 08/01/2013. ÁS 18:00h no lugar costumeiro, Complexo de Gericinó- Bangu. Próximo a padaria.
É agora ou nunca! Todos a Assembleia por nossas vidas e de nossos familiares.
VAMOS PROVAR AO MINISTÉRIO DA INJUSTIÇA QUE : JUNTOS SOMOS FORTES!
Ou sanciona ou paramos por tempo indeterminado!
Brasil acima de tudo! Nossa Segurança a Baixo de Nada.
É HORA DE LUTA! QUE DEUS NOS ACOMPANHE, PROTEJA E ORINTE, NESTA JUSTA REIVINDICAÇÃO!

FONTE: SINDSISTEMA-RJ.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

POLICIAIS PODERÃO ADQUIRIR ARMAS DE CALIBRE .45 E .357


O Comandante do Exército Brasileiro, General Enzo Martins Peri, autorizou, através de Portaria publicada em Boletim do EB, a aquisição de até duas armas de uso restrito por policiais rodoviários e ferroviários federais, policiais civis e militares e bombeiros militares dos Estados e do Distrito Federal. Com a nova Portaria, os PM’s poderão portar armas de calibres .357 Magnum ou .45 ACP, antes restritas a algumas forças de segurança. No entanto, o Comando Logístico do Exército ainda baixará normas reguladoras acerca da aquisição, cadastro e transferências de propriedade dessas armas de calibre restrito, incluindo o seu destino após a morte do proprietário da referida arma, ou de sua demissão ou licenciamento. A Portaria nº 1.042, de 10 de dezembro de 2012, foi publicada em Boletim do EB nº 52/2012, de 28 de novembro de 2012, autorizando a aquisição de armas de uso restrito, na indústria nacional, para uso próprio, além de dar outras providências. Antes da publicação da Portaria, o policial militar poderia ter a posse de apenas uma arma de porte de calibre restrito, limitado ao calibre .40. Com a nova Portaria do Exército, espera-se que o Comando da PMRN publique uma nova Portaria dispondo sobre as normas para registro e porte de arma de fogo na PMRN, alterando o limite do porte de arma de calibre restrito.

SOLDADO GLAUCIA
Fonte: Blog do Cabo Heronides


sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Falso policial é preso com armas, munições e uniformes


O segurança S.Y.M., de 38 anos, foi preso em flagrante, às 22h30 de quinta-feira (27), com uma grande quantidade de armas, munições, drogas, além de uniformes com símbolos do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Campo Limpo, zona sul da Capital. A Polícia Civil investiga o caso.

Policiais do GOE receberam a informação de que um homem estaria se passando por policial civil. O segurança foi encontrado em sua casa na Rua Nestor Homem de Mello.
Foram apreendidos macacões com símbolos do GOE, chaveiros da Polícia Civil, algemas, dez coldres, uma capa para colete balístico, além de um soco inglês, bastões táticos e celulares.
Armas, munições e drogas
Também foram encontrados uma pistola calibre .380, um revólver calibre 32,  94 munições calibres 9mm, 22, 45, 38 e 40, além de 216 vidrinhos de lança-perfume e 11 porções de cocaína. O segurança não possui autorização para o porte das armas.
Questionado, o suspeito contou que conseguiu os uniformes policiais em lojas de fantasia.
Os objetos, armas e drogas apreendidos foram encaminhados à perícia do Instituto de Criminalística.
O segurança foi preso em flagrante, levado ao 89º Distrito Policial (Jardim Taboão) e indiciado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, falsa identidade e drogas para consumo pessoal sem autorização. Ele permanece preso, à disposição da Justiça.
Juliana Chijo