Seguidores

Mostrando postagens com marcador promoção. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador promoção. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

PMMG: CABOS E SOLDADOS SERÃO PROMOVIDOS COM OITO ANOS


Proposta de promoção foi apresentada ao CABO JÚLIO pelo
Secretário de Governo, Danilo de Castro, na manhã
desta 2ª-feira (29/10).


Antes mesmo de tomar posse na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), CABO JÚLIO já conquistou sua primeira vitória.Fazendo oposição ferrenha à proposta de alteração na lei de promoções na Polícia e no Corpo de Bombeiros Militares apresentada pelo comando no dia 13 de agosto, CABO JÚLIO conseguiu que o governo revisse o projeto que garantirá a promoção dos Cabos e Soldados, por tempo de serviço de 10 anos, como é atualmente, para oito anos. A proposta foi apresentada na manhã desta segunda-feira (29/10) pelo Secretário de Estado de Governo, Danilo Castro. 
No dia 13 de agosto, CABO JÚLIO chegou a sair da reunião por não concordar, entre outros assuntos, com a exclusão dos cabos e soldados no anteprojeto apresentado.
Comentário nosso: Essa vitória é de todos, dos policiais que protestaram, dos blogueiros que publicaram parte dessa insatisfação.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

LEI DE PROMOÇÃO DEIXOU DE FORA CABOS E SOLDADOS


LEI DE PROMOÇÃO DISCRIMINA CABOS E SOLDADOS.


Nota do Cabo JúlioOntem a reunião das entidades e dos parlamentares com o Comando foi tensa, eu sai da reunião na metade, por que acho que algumas atitudes  do Comando estão exacerbando sua competência. O Comando quer mudar o Código de Ética (que é uma lei, e só uma lei pode modificar outra lei) através de resolução. Querem voltar o cabresto contra nossos direitos duramente conquistado. O Militar é cidadão e querem nos tirar este direito. Agora esta proposta maluca que deixa os cabos e soldados de fora da diminuição do tempo de promoção. Todo mundo terá o tempo de promoção reduzido, porque Cb e SD não? isso não é discriminar a base da PM e BM? E vocês não sabem o que estava sendo programado, aumentar o tempo de interstício de ida a reserva após a promoção de 1 para 2 anos. É sempre assim, aquilo que parece bondade vem com uma maldade escondida. A nossa previdência própria se resolve com o governo cumprindo sua obrigação patronal, que não é cumprida e ninguém fala nada.

Comentário: Se as lideranças e o governo ainda estão na fase do diálogo, por quê então não se reduzir o tempo de 10 para 5 anos para os Soldados e Cabos? Por quê não se criar o ingresso via Carreira Única, onde todos deveriam entrar como Soldados?


domingo, 9 de outubro de 2011

Projeto para promoções de praças na PMMG


É com grande satisfação que vejo a luta e união de nossos irmãos da Polícia Civil, por uma melhora, em sua lei orgânica e plano de promoções. Ao mesmo tempo com pesar vejo nossas entidades de classe e representantes no parlamento, assistirem de braços cruzados, esse avanço na PC, que pela sua união tem alcançado avanços imensos em sua estrutura, como carga horária fixada em lei, e curso superior para ingresso em seus quadros, enquanto na PM, temos carga mínima de serviço, e curso superior talvez só em 2015. “ Cadê a PEC que fixa nossa jornada de trabalho Sgt Rodrigues”?

Por estar cansado de só ouvir promessas jogadas ao vento é que solicito amiga Renata que publique em seu blog a proposta que tenho para alterar nossa lei de promoções, e que abra espaço para nossos companheiros apresentarem sugestões, para alcançar um modelo que atenda nossos anseios, e peço que inicie através de seu blog uma campanha para pressionarmos nossos representantes e governo para aprovar esse projeto e outros que são de nosso interesse como a fixação de carga horária semanal e o adicional de periculosidade.

Minha proposta é a seguinte:

1º - Cria-se no âmbito da PMMG, a promoção automática, a cada cinco anos de efetivo serviço na graduação ou posto.

2º - Extingui-se as graduações de 1º, 2º e 3º Sargentos, passando a existir apenas a graduação de sargento, nivelando-se os salários pela graduação do 1º sargento.

3º - Cria-se nos moldes do CASP um curso para os cabos realizarem antes da promoção a sargento, sendo que ao completarem cinco anos de serviço são automaticamente promovidos a sargento.

4º - Cria-se um único quadro na PM, extinguindo-se o QPPM e o QOPM, permitindo assim as praças alcançarem o oficialato.

5º - O CHO passa a poder ser feito por qualquer sargento que possua os requisitos de escolaridade exigidos para o oficialato, podendo alcançar o posto de Coronel na Reserva.

6º - Para a promoção a 2º Tenente, serão observados a escolaridade exigida, e realização de curso pertinente.

7º - Os postos e graduações da corporação passam a ser os seguintes;

       Soldado de 2ª Classe (Durante curso de formação);
       Soldado de 1ª Classe (Após Conclusão de curso);
       Cabo (Com 5 anos de efetivo serviço);
       Sargento (Com 10 anos de efetivo serviço – autorizado a concorrer a vagas do CHO, atendidos os requisitos de escolaridade);
       Subtenente (Com 15 anos de efetivo serviço);

       2º Tenente (Com 20 anos de efetivo serviço, mediante realização de curso de habilitação de oficias):
        1º Tenente (Com 25 anos de efetivo serviço);
        Capitão ( Na reserva).

Essa é minha proposta, chega de migalhas, peço que a publique em seu blog e realize um amplo debate, vamos nos unir e lutar por nossos direitos. UNIDOS SOMOS FORTES.

por = jd-arimateia2011@bol.com.br

BLOG DA RENATA