Seguidores

Mostrando postagens com marcador são paulo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador são paulo. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 20 de março de 2013

Manifestantes invadem Secretaria de Segurança Pública de São Paulo



Cerca de 150 manifestantes ligados a diversos movimentos sociais invadiram na noite de terça-feira (19) a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP). A razão foi a ausência do secretário Fernando Grela Vieira a uma audiência pública no Salão Nobre do Campus de Direito da USP, no Largo São Francisco, centro de São Paulo.

De acordo com os organizadores, a presença do secretário vinha sendo negociada há quatro meses. A advogada do Centro de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente, Tatiane Cardoso, afirma que, uma semana antes do evento, o secretario avisou que só permaneceria uma hora no encontro. “Mas nem esse compromisso ele cumpriu”, afirmou.
De acordo com a secretaria, o comunicado dizia formalmente que o secretario não apareceria e que, em seu lugar, seu assessor, o promotor de Justiça Eduardo Dias, o representaria. “O movimento não permitiu que o assessor se manifestasse na audiência, o que é lamentável”, afirma a assessoria da imprensa da pasta.
Invasão
Insatisfeito, o grupo empunhou faixas e fotos de adolescentes mortos pela polícia e, com palavras de ordem, se dirigiu ao prédio da secretaria, a 50 metros da Faculdade de Direito. Os  manifestantes, que deveriam permanecer fora do prédio, decidiram de última hora impedir o fechamento da portaria do edifício e ocupar o hall de entrada.
Diante de policiais e funcionários da secretaria, os manifestantes “exigiram”, por cerca de meia hora, a presença do secretário, o que não ocorreu.
“O secretario esteve em uma reunião com os comandos das policias do interior do Estado discutindo programas de metas e indicadores criminais”, afirma a secretaria. “Diante da manifestação, o secretário enviou um emissário para chamar os líderes do movimento para uma conversa em seu gabinete, mas, quando o funcionário chegou, a manifestação já havia terminado.”
Wanderley Preite Sobrinho - iG São Paulo

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Homicídios em São Paulo aumentam 92%

SÃO PAULO - Dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo nesta quarta-feira mostram que a capital paulista registrou 150 homicídios em outubro deste ano, um aumento de 92% em relação aos 78 cometidos no mesmo período do ano passado.

Há pelo menos dois meses, a Grande São Paulo vive uma onda de violência, com execuções, chacinas e mortes de policiais. Nesta quarta-feira, o governo de São Paulo anunciou a troca no comando da Secretaria.

Também houve aumento no número de homicídios registrados nos municípios da região metropolitana. Foram 136 homicídios em outubro, ante 95 no mesmo período do ano passado, um aumento de 43%. Os casos não incluem a capital.
Levando em conta todo o estado, o aumento foi de 37%, com 505 homicídios registrados em 2012, ante 366 em 2011.