Seguidores

Mostrando postagens com marcador sub tenente. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador sub tenente. Mostrar todas as postagens

sábado, 25 de agosto de 2012

Esposa de Sub-Oficial da Marinha denuncia suposta perseguição contra o marido


Segundo o vídeo no YouTube o suboficial J.P.S está preso, condenado a 23 dias de prisão. Sua esposa alega que a prisão é uma represália por conta de denúncias de irregularidades em obras que deveriam ser executadas em dependências do quartel onde seu marido serve.  Diz a reportagem: “ele está doente, e preso... o motivo... um documento denunciando possíveis irregularidades”. No documento exibido podem-se identificar algumas frases como: “reutilizou o material”, “falta de instalação de uma caixa”...

Dados de Montedo.blogspot.com e Youtube.com. Fonte:  http://sociedademilitar.com  

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Desabafo de um 2º SGT sobre as promoções dos Sub Tenentes

Caro companheiro. 

Sabendo da sua luta e de quem vc é, e tendo em vista a nova proposta de alteração da lei de promoção, veja a possibilidade de lutar/pleitear por mudança para a promoção a subten, pois do jeito que está, foi mantido o prazo de 19 anos para a turma começar a concorrer a promoção. No meu entendimento esse prazo deveria cair para 17 ou 18 anos, pois muitos de nós sargentos antigos estamos sendo prejudicados pois demoramos a ser promovidos e do jeito que está muitos não terão a possibilidade de ir a sub ten na ativa. 

Acredito que com as mudanças m,uitos foram beneficiados com o acesso ao CHO mas a Coporação não pode menosprezar os que opitaram em não fazer o CHO devendo valorizá-los acertando esse erro que vem desde o passado e possibilitando que o Sgt tenho acesso ao quadro de sub ten em tempo hábil. 

Por certo, estipular o prazo de 24 anos para que todos da turma sejam promoidos a sub foi um avenço, mas a hora de melhorar a lei é agora, e ter o prazo de 19 anos para acesso ao quadro de sub ainda é muito... 

Att 

2º SGT DE GOVERNADOR VALADARES

sexta-feira, 13 de julho de 2012

PF CUMPRE MANDADO NA CASA de SUB TEN da FAB

Três mandados de busca e apreensão são cumpridos nesta quinta-feira (12) na casa de um empresário – presidente de uma financeira – e de um sub-oficial da Aeronáutica em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Federal, que conduz a operação, o terceiro mandado é cumprido em uma empresa que estaria funcionando em nome de um “laranja” do presidente da financeira. Esta é a segunda fase da operação que combate crimes financeiros contra administração pública, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Sete pessoas foram presas no dia 31 de janeiro, na primeira fase da operação, que foi batizada de “Gizé”. Segundo a PF, dois dos presos são gerentes da Caixa Econômica Federal e os outros são presidente e dois vices, a contadora e o segurança da empresa Filadélphia Empréstimos Consignados LTDA, com sede em Lagoa Santa. A instituição atuava em 23 estados brasileiros.

As investigações apontam que a organização criminosa oferecia seguro de veículos sem autorização do Banco Central, da Comissão de Valores Mobiliários e da Superintendência de Seguros Privados. A Polícia Federal descobriu que a empresa atuava nos ramos imobiliário, da construção civil e de revenda de veículos. Uma igreja pentecostal também teria sido criada para lavar dinheiro.

Ainda de acordo com a polícia, muitas das vítimas trabalham na Aeronáutica. Os prejuízos giram em torno de R$ 10 milhões em todo o país. Ninguém da Filadélphia Empréstimos Consignados LTDA foi encontrado para falar sobre as acusações.

Na primeira fase da operação, foram cumpridos mandados em Belo Horizonte e Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Polícia Federal informou que a investigação tem o conhecimento e a colaboração do Comando da Aeronáutica e da Superintendência de Segurança da Caixa Econômica Federal em Brasília.

Fonte: G1