Seguidores

Mostrando postagens com marcador terrorismo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador terrorismo. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

'Brasil à mercê de ataques terroristas'


Pantsir S-1 (Foto: Anton Denisov/Ria Novosti/AFP)
O Brasil não terá um sistema de artilharia antiaérea de média altura – com alcance de 15 km de altitude – na Copa do Mundo de 2014. O general José Carlos de Nardi, coordenador das Forças Armadas, afirmou ao G1 que esse tipo de equipamento não é uma exigência da Fifa, contrariando o que afirmou em 2012 o general Marcio Roland Heise, comandante do setor de artilharia à época.

"Esta informação da média altura não procede, não teve nada da Fifa neste ponto específico", disse José Carlos de Nardi. "É uma necessidade nossa que foi percebida antes mesmo da Copa, está sendo tratada como uma demanda emergencial do governo. Claro que ajudaria na defesa do espaço aéreo se chegasse [até o Mundial]".
Procurado pelo G1, o general Marcio Roland Heise disse que, na época em que coordenava as tratativas para a compra do equipamento, tinha a informação de que o sistema de média altura era uma recomendação da entidade organizadora. Na série de reportagens que o G1fez sobre a o sucateamento do Exército, em agosto do ano passado, Heise havia dito que o objetivo era "adquirir tudo o que precisamos até a Copa" e que a Força estava "conduzindo um projeto para reformular material e também conceitos de uso, buscando também a capacidade de alvo a média altura".
Na época, outros generais do Comando de Operações Terrestres do Exército (Coter) também ressaltaram que a artilharia de média altura era pré-requisito para o Mundial. Em entrevista concedida em 2012, questionado sobre a necessidade do sistema como exigência da Fifa, o general Mário Lucio Alves de Araújo, do Estado-Maior do Exército, salientou que o governo estava empenhado em "suprir os vácuos e equipar as tropas para atender às necessidades exigidas nos grandes eventos esportivos".
O Ministério da Defesa informou que a exigência da Fifa não se refere especificamente ao termo média altura, mas que a organização pede um sistema de controle e segurança do espaço aéreo. Ainda segundo a Defesa, esse sistema inclui, entre outras coisas, o controle do tráfego e a defesa aérea. Continue lendo no G1

terça-feira, 15 de outubro de 2013

“COPA DO TERROR!”: Ameaça de Terrorismo na Copa do MUNDO no BRASIL

    Além das ameaças "tradicionais", extremistas de todos os tipos, teremos que estar agora atentos à ameaças "de dentro". Quadrilhas e organizações criminosas querem sus exigências atendidas e ameaçam sabotar os eventos do ano que vem. Se as exigencias do PCC forem atendidas outros grupos certamente vão fazer ameaças similares, e ninguém sabe onde iriamos parar com isso. Como os jogos são uma atração mundial atletas e população de várias nações entãodeolho no que ocorreno Brasil,principalmente em questões relacionadas à segurança.
     O Primeiro Comando da Capital, organização criminosa de São Paulo, prepara ataques terroristas para a Copa do Mundo de 2014, segundo informações dos jornais, isso poderá ocorrer se a cúpula do grupo criminoso for transferida para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) da Penitenciária de Presidente Bernardes, interior de São Paulo. De acordo com as informações, os bandidos prometem uma "Copa do Mundo do terror" e ataques nas próximas eleições. As ameaças levaram o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Benedito Roberto Meira, a colocar a corporação em estado de alerta máximo.
copa do teror pccbrasil brazil
    Os planos dos criminosos foram interceptados em telefonemas recentes flagrados pela inteligência da polícia. Nelas, os bandidos afirmam que farão uma "greve branca" nos presídios se a liderança do PCC for transferida para o RDD. Em caso de reação do governo paulista à greve, o grupo promete promover ataques nas ruas.  "Passei uma mensagem aos meus homens para que eles redobrem a atenção no atendimento das ocorrências, quando estacionam os carros e no caminho para casa", afirmou o coronel Meira. Em 2012 106 policiais foram assassinados depois de a facção ordenar ataques.
    Ainda de acordo com o Estadão, as novas ordens do crime surgiram depois que a defesa de criminosos como Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, teve acesso acesso aos detalhes de uma megainvestigação realizada durante três anos contra o crime organizado. Os policiais militares colaboraram com grande parte do mapeamento.
   As orientações de ataques em resposta saíram por meio de telefonemas. Segundo um dos 23 promotores dos Grupos de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado que assinam uma denúncia contra o grupo, "o clima é muito tenso na região" do presídio de onde partiram as orientações. "Eles estão transmitindo as ordens pelos celulares porque querem que a gente saiba", afirmou à reportagem. A reportagem lembrou que as ameaças do crime organizado surgem no momento em que o Poder Judiciário analisa dois recursos apresentados pelo Ministério Público Estadual contra as decisões de juízes que negaram a transferência da cúpula da facção para o RDD e a decretação da prisão de todos os 175 acusados - 16 deles tiveram a denúncia rejeitada.
   Na semana passada, um dos promotores do caso relatou no Gabinete de Gestão Integrada, no Comando Militar do Sudeste, do Exército, a ameaça feita pelo PCC para os eventos de 2014. "A facção sabe que teremos muitos turistas aqui durante a Copa", afirmou o promotor, sempre segundo o Estado de S.Paulo.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

EUA colhe o que planta, e é atacado novamente

      

      Mais um atentado contra os americanos (Leia mais no G1). Seja qual for o motivo que levou o atirador a fazê-lo sabemos que a atitude dele é reflexo da política indiscriminada de venda de armas, vende-se tais como se fossem pamonhas ou pipocas. Ou se o fato motivador for de origem religiosa, é uma eterna dívida que os americanos têm com os países que foram e são atacados sobre o pretexto mentiroso de armas químicas, como ocorreu no Iraque num passado recente.

       A postura imperialista americana, vide a invasão virtual dos países pela guerra cibernética, seja para espionar os exércitos, seja para espionar os cidadãos, seja para captar informações sobre as grandes multinacionais, (como os poços de perfuração de pré-sal da Petrobras), demonstram que o "Tio San" está colhendo exatamente aquilo que plantou a vida inteira. Desordem, mentiras, ódio, mortes e muita instabilidade social.

      Uma pena que aqueles que promovem o caos, os políticos, não sofram as consequências de suas insanidades, deixando a população refém dessas consequências raivosas, igualmente insanas que tanto matam inocentes civis. Americanos, parem de mexer com quem está quieto, vocês decididamente não são a polícia do mundo.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Risco de atentados terroristas no Brasil, durante a Copa de 2014

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net

Leia mais artigos no site Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão



“Copa do Mundo de 2014 - Um estudo sobre o risco de ocorrência de um atentado terrorista”. Este é o título de um estudo de 13 páginas que circula nos e-mails de oficiais de alta patente das Forças Armadas. Assinado por Maurício Viegas Pinto, Especialista em Inteligência Estratégica e servidor do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, o documento indica os pontos fortes e fracos que permitam identificar a vulnerabilidade do País para ser vítima de um ato de terror durante o torneio privado de futebol da FIFA, entre os dias 12 de junho e 13 de julho de 2014.



O pesquisador cita uma análise de André Woloszyn, no “Terrorismo Global” (Rio de Janeiro, Bibliex, 2010) para advertir: “Há indícios de que grupos terroristas estejam realizando um intercâmbio ‘técnico’ com organizações criminosas ligadas ao narcotráfico, o que é possível visto o modus operandi dessas organizações nos recentes episódios nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro e de materiais apreendidos em algumas favelas cariocas”. Por isso, o especialista insiste: “Essa conjuntura faz aflorar uma grave ameaça: a de que grupos extremistas se aproveitem de um megaevento esportivo para fazer propaganda e projetar a sua causa em âmbito internacional”. 



MaurícioViegas Pinto acrescenta: “De fato, investigações conduzidas pela Polícia Federal indicam que indivíduos suspeitos de envolvimento com o terrorismo poderiam estar operando no Brasil. De acordo com essas investigações, as atividades desenvolvidas no Brasil estariam relacionadas com o financiamento de grupos extremistas e o recrutamento de jovens para treinamento no exterior”. 

Continue lendo no Alerta Total:>>>>>>

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Entrevista: Comandante do Bope fala sobre UPPs, corrupção, COE, Copa de 2014 e terrorismo



Em entrevista, o Comandante do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Coronel Rene Alonso, fala sobre a condução de incursões em favelas não-pacificadas e para instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPP); corrupção; a mudança da Unidade para o Complexo de Favelas da Maré, para compor o Centro de Operações Especiais (COE); Copa de 2014, terrosrismo e novas tecnologias que serão usadas pela tropa.

‎Fala ainda do investimento de R$ 250 milhões no COE e aumento da tropa de 400 homens, para algo em torno de 700 a 800 soldados, a partir desta mudança.

O vídeo é uma produção do pesquisador Andrew Fishman, doRio Radar, em parceria com Cecília Olliveira, jornalista e editora deste Blog.