Seguidores

Mostrando postagens com marcador aisp. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador aisp. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Uberaba terá primeira Área Integrada de Segurança Pública destinada exclusivamente à região rural


imagem.title
O município de Uberaba, no Triângulo Mineiro, recebeu nesta terça-feira (2) a primeira unidade da Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) de Minas e do Brasil voltada para problemas de segurança no campo. Inaugurada pelo governadorAntonio Anastasia e pelo vice-governador Alberto Pinto Coelho, a Aisp Rural, é uma antiga reivindicação do setor e tem como objetivo melhorar os serviços de defesa social, de forma integrada pelas policias Militar e Civil, na zona rural de Uberaba, aumentando também a sensação de segurança entre os moradores e produtores rurais.
Também participam do descerramento da placa alusiva à inauguração, os secretários de Estado Rômulo Ferraz (Defesa Social)Danilo de Castro (Governo) e Elmiro Nascimento (Agricultura), o comandante-geral da PM, coronel Márcio Martins Sant'Ana, chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Cylton Brandão da Matta, o prefeito de Uberaba, Paulo Piau,e o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Uberaba, Rivaldo Machado Borges Júnior, além de deputados, prefeitos e lideranças da região.
O governador Anastasia destacou, em seu pronunciamento, que nos próximos dois anos o Governo de Minas vai investir cerca de R$ 600 milhões na segurança pública, contemplando todas as regiões do Estado. Segundo ele, o tema da segurança é o que mais preocupa os governantes, seja na esfera federal, estadual ou municipal.
“Por isso estamos lançando essa iniciativa inovadora e ousada. Minas Gerais, ao tempo do governador Aécio Neves, iniciou um progresso muito interessante de integração das nossas forças policiais, um trabalho de inteligência. Esse trabalho vai se deslocando cada vez mais e se enraizando no interior. Agora, com essa Aisp Rural, temos aqui um projeto piloto, extremamente sofisticado sobre o ponto de vista da concepção”, disse.
O secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, ressaltou a importância da implantação da primeira Aisp rural na região de Uberaba para reverter os índices de violência no campo.
“Para essa Aisp virão nove patrulhas rurais, que é recurso material muito importante. Tenho certeza de que vamos conseguir estender essa política, esse compromisso, para regiões. Nós teremos resultados aqui, sobretudo, na investigação e também na repressão. Vamos reverter esse quadro que preocupa e muito as lideranças rurais do Triângulo”, pontuou Ferraz.
Funcionamento
A Aisp Rural vai reunir a Patrulha Rural da Polícia Militar de Uberaba - 15 militares - e contará com a atuação de um delegado, um escrivão e três investigadores da Polícia Civil, encarregados pelas investigações dos casos de criminalidade relacionados à área rural. A Aisp vai funcionar em um espaço localizado no Centro de Informações Turísticas, Qualificação e Comercialização de Produtos Rurais (Citur) e conta com três salas, uma destinada à Polícia Militar e duas à Polícia Civil.
O governador Antonio Anastasia agradeceu a parceria com a Prefeitura e o Sindicato Rural, importantes para viabilizar o projeto. “Ele não ocorreria se não tivesse o apoio da sociedade. Então faço questão de fazer esse registro aqui”, completou.
O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, agradeceu ao governador pelos investimentos realizados pelo Governo de Minas em Uberaba e região. “Essa área integrada de segurança pública, que Uberaba já tem quatro na zona urbana, é uma reivindicação antiga das comunidades rurais, uma vez que o crime se deslocou da área urbana, muitas vezes mais protegida, para a área rural desprotegida”, destacou Piau.
Mapeamento
O município de Uberaba conta com mais de cinco mil propriedades rurais, sendo que mais de 1.500 delas já estão mapeadas e georreferenciadas pela PM. O serviço abrange informações estratégicas e detalhadas, como número de maquinário, de moradores, de empregados e produção agrícola. A previsão é que todas as propriedades sejam mapeadas até o final do ano. 
Após a inauguração da Aisp Rural, será instituído Conselho de Segurança Rural (Conser), para que a sociedade tenha maior envolvimento nas questões relativas à área rural. 
Integração das Polícias                              
A integração das forças de segurança é a principal marca da política pública do setor em Minas Gerais. A integração foi idealizada e desenvolvida a partir de 2005. É uma política inovadora que tem alcançado resultados significativos na redução da violência no Estado. De 2004 a 2011, houve diminuição de 48,8% na criminalidade violenta em Minas Gerais.
O modelo desenvolvido foi consolidado a partir da criação da metodologia Integração da Gestão em Segurança Pública (Igesp), pioneira no Brasil na área de segurança pública. Com o Igesp, os órgãos de Defesa Social – Secretaria de Defesa Social, Sistema Prisional, Sistema Socioeducativo, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar - compartilham, periodicamente, informações de inteligência e coordenam ações estratégicas entre si.
O sistema é estruturado a partir da formação das Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps) que consolida territorialmente a atuação conjunta das Polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros. As Aisps são formadas pela correspondência de uma Companhia ou Pelotão de Polícia Militar com uma Delegacia de Polícia Civil.
Durante a inauguração da Aisp Rural, o governador Antonio Anastasia assinou despacho governamental determinando o início das obras de pavimentação de dois trechos rodoviários: entre Uberaba (Entrº BR-050) e Conceição das Alagoas, no Triângulo Mineiro, e do entroncamento com a BR/452 (Perdizes) ao entroncamento com a BR/262, no Alto Paranaíba. Incluídas no programa Caminhos de Minas, as obras receberão investimentos de quase R$ 72 milhões.