Seguidores

Mostrando postagens com marcador pmpe. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador pmpe. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 15 de maio de 2014

TERMINA GREVE da POLÍCIA EM PERNAMBUCO

Agentes penitenciários podem aderir à greve da PMPE


Agentes penitenciários podem aderir à greve da PMPEO Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco decidiu aproveitar a disposição do Governo do Estado para dialogar com os grevistas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e convocou para a tarde desta quinta-feira (15) um protesto em frente ao Palácio do Campo das Princesas, com o objetivo de ser recebido pelo governador João Lyra Neto (PSB) e apresentar ao gestor a pauta de reivindicações da categoria.
Caso não sejam recebidos e o pleito apresentado não seja discutido, o sindicato não descarta a possibilidade de greve.
Entre as reivindicações, os agentes cobram melhores condições de trabalho e o cumprimento do acordo firmado com o Governo do Estado para a inclusão do termo 'servidor policial civil' na carteira funcional.

Nivaldo de Oliveira Júnior, presidente do sindicato, informou que encontra-se a caminho da capital um ônibus com agentes penitenciários de Petrolina, Salgueiro e Arcoverde. Ainda segundo o presidente, os aprovados no concurso de 2009 e que ainda não foram convocados para assumir os cargos também irão se juntar ao movimento. 
Fonte: DP

CMT GERAL DA PMPE DESMENTE FALSAS NOTÍCIAS SOBRE RENÚNCIA DE COMANDO

Governo pede ajuda à Força Nacional e ao Exército para substituir PM em PE (no país da Copa)

Vândalos saqueiam lojas e caminhões e depredam ônibus em Abreu e Lima, PE (Foto: Reprodução / TV Globo)O governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSB), anunciou, em coletiva realizada na noite desta quarta-feira (14), no Palácio do Campo das Princesas, sede do Executivo estadual, que solicitou a ajuda dos homens da Força Nacional de Segurança Pública e do Exército para substituir os PMs grevistas. As tropas começam a desembarcar no estado já na madrugada desta quinta (15) e vão fazer o policiamento ostensivo. Lyra Neto acrescentou que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, virá ao estado nesta quinta, acompanhado de um general designado para comandar as ações das Forças Armadas.


Uma comissão independente de PMs iniciou a paralisação na noite de terça (13) e decidiu manter a mobilização na noite desta quarta (14), após reunião com líderes do governo e representantes da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). “Pelo não cumprimento do acordo feito com a comissão dos deputados, com a minha presença, não tive outra alternativa para dar segurança ao povo pernambucano. Requisitei a Força Nacional para que pudesse ser mantida a ordem e a segurança pública em Pernambuco”, afirmou o governador.

Ele acrescentou que conversou “longamente” com o ministro da Justiça. “Ele [José Eduardo Cardozo] mandou a sua diretora de Segurança Pública para o Recife, conversei com ele e definirmos a convocação. Além dessa solicitação da Força Nacional, convocamos o Exército brasileiro para aumentar ainda mais a segurança. Também fiz um ofício para presidenta a Dilma Rousseff, conversei longamente com ela, que disse que o estado podia contar com toda a solidariedade”, acrescentou João Lyra Neto. Por questão de segurança, o número de homens que integrarão as tropas não foi informado. Clique e continue lendo no G1 PE e assista o caos em Pernambuco

Assembleia decide por GREVE DA #PMPE


Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (13), em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, no Recife, uma comissão independente de policiais e bombeiros militares decidiu cruzar os braços, após participar de reunião com o secretário da Casa Civil, Luciano Vasquez, e com o chefe da Casa Militar, coronel Mario Cavalcanti de Albuquerque. Não há consenso sobre o número de participantes da assembleia: os representantes do movimento afirmam que 6 mil PMs e bombeiros estavam no local, mas o Batalhão de Polícia de Trânsito informa que não passou de 2 mil o total de presentes.

Entrevista com um dos líderes Polícia Militar de Pernambuco sobre a greve


O subtenente Ricardo, recentemente promovido, e que ficou muito conhecido como sargento Ricardo, concede entrevista ao jornalista Ivan Mineirinho, da Rádio ON, portal ONLINEON. Ele fala sobre as condições de trabalho de policiais e bombeiros militares do estado de Pernambuco, e sobre a manifestação deste 13 de maio de 2014.

fonte: radio on

quarta-feira, 14 de maio de 2014

AGORA É PERNAMBUCO: POLÍCIA MILITAR ENTRA EM GREVE (no país da Copa)

Governo, deputados e PMs vão se reunir para negociar reivindicações


Uma comissão de deputados estaduais vai participar da negociação entre o governo do estado e a comissão independente de policiais e bombeiros militares, que anunciou paralisação da categoria, na noite de terça-feira (13). A decisão foi tomada após encontro realizado na tarde desta quarta (14) entre um grupo de grevistas e os parlamentares Guilherme Uchôa (PDT, presidente da Casa), Waldemar Borges (PSB, líder do governo), Alberto Feitosa (PR), Isaltino Nascimento (PSB) e Augusto César (PTB), na sede da Assembleia Legislativa de Pernambuco, no Recife.
A pauta de reivindicações da categoria, que contava inicialmente com 18 itens, foi reduzida para quatro: aumento de 50% no salário-base, aumento do vale-refeição,  estruturação do plano de cargos e carreira e reestruturação do Hospital da Polícia Militar.
Uma nova assembleia deve ser realizada pelos grevistas para definir os rumos da paralisação, após a apresentação da proposta do governo. O que a coordenação do movimento informa é que praticamente 100% dos batalhões de polícia do Grande Recife estão de braços cruzados; no interior do estado, esse número seria de 90%.
O comando da PM não precisa o percentual de adesão, mas já se sabe que soldados da Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) e da Companhia Independente de Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga (Ciosac) estão reforçando o policiamento.
A comissão do governo do estado formada para atender os PMs conta com representantes das secretarias da Casa Civil, Defesa Social, Administração, Casa Militar e do comando da Polícia Militar.
O que os manifestantes querem
O grupo de manifestantes está reunido na Praça da República, em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo, desde o começo da manhã. Com carro de som e cartazes, os cerca de 1,5 mil policiais e bombeiros militares - de acordo com a organização do movimento - gritaram palavras de ordem e informaram que praticamente 100% dos batalhões de polícia do Grande Recife ficaram paralisados; no interior do estado, o numero seria de 90%.

Em relação ao reajuste, o movimento pede 50% de aumento no salário dos praças, categoria que compreende os cargos de soldado a primeiro tenente; e 30% para oficiais, que vai de segundo tenente a coronel.Continue lendo no G1 Pernambuco

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

PM saca arma em hospital de Recife para exigir atendimento imediato


Um policial militar sacou uma arma dentro do hospital da Restauração, em Recife (PE), para exigir que a mulher que ele acompanhava tivesse atendimento imediato. As imagens das câmeras de segurança mostram o momento da confusão.
A mulher tinha queimaduras nas mãos, mas seu caso não foi considerado tão grave quanto o de outras pessoas que aguardavam atendimento. Revoltado, o homem sacou a arma e fez ameaças. Houve empurra-empurra e ele foi contido por seguranças.
A mulher foi atendida e liberada em seguida. O policial deve sofrer punições.
R7

sábado, 26 de maio de 2012

Preso é assassinado dentro de viatura da Polícia Civil em Caruaru-PE


Na manhã desta sexta-feira (25), por volta das 10h00, em Caruaru, Agreste do Estado, Policiais Civis conduziam para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em viatura caracterizada, três homens presos em flagrante durante o plantão. Ao passarem pela rua Antenor Simões, no Bairro Maurício de Nassau, perceberam que estavam sendo seguidos por dois homens em uma motocicleta e, de pronto, pararam a viatura para abordar, momento em que um dos ocupantes da moto, já desceu atirando em um dos presos que estava na viatura. Seis tiros foram disparados em Pablo Mongard Pessoa de Oliveira, 25 anos, que morava na Vila Kennedy, sendo que o mesmo morreu no local do crime. Os Policiais Civis conseguiram prender os dois homicidas, evitando que outras pessoas fossem atingidas, apreenderam a arma de fogo e a moto. Foram presos os irmãos Lenildo Luiz da Silva, de 31 anos e Leandro dos Santos Silva, de 24 anos. No momento da prisão, eles confessaram que mataram Pablo por vingança, pois este teria assassinado Giliard Santos Silva de 17 anos, irmão dos acusados, em março de 2010. Pablo estava sendo conduzido ao Presídio por crime de tráfico de drogas.

Com informações de Adielson Galvão

 Fonte: Polícia em Foco/Blog Diniz K-9

quinta-feira, 10 de maio de 2012

COMANDANTE DE BATALHÃO PM SE MATA COM TIRO NA CABEÇA

COMANDANTE DO 13ª BPM DA PM DE PERNAMBUCO SE MATA 

O tenente-coronel Marinaldo Lima, responsável pelo  comando do 13º Batalhão da PM de Pernambuco, acaba de suicidar-se, com  um tiro na cabeça, no prédio da Secretaria de Planejamento do governo do  Estado, onde os comandantes da PM e os secretários costumam se reunir  para as cobranças de meta do Pacto pela Vida e iniciativas da gestão  Eduardo Campos.




O tiro foi dado, por volta de uma hora desta tarde de quinta-feira, no  segundo andar do prédio da Seplag, que fica na Rua da Aurora, no bairro  de Santo Amaro. Marinaldo Lima participava de uma reunião sobre o Pacto  pela Vida.


De acordo com informações extra-oficiais, o oficial estava de férias. No  entanto, de acordo com informações de oficiais, é comum que os gestores  sejam chamados para tratar de metas.


De acordo com informações extra oficiais , o tenente coronel estava passando por graves problemas financeiros e teria ido a secretária para, além de outras tarefas , falar com um amigo ainda desconhecido, para tratar de assuntos financeiros.

Segundo a assessoria de imprensa do governo,
oficial não estava participando da reunião do pacto pela vida em que se cobrava metas de redução dos índices de criminalidade.
Tenente-coronel da PM, Marinaldo de Lima e Silva, morre durante reunião do Pacto pela Vida. O corpo acaba de ser retirado do prédio da Seplag. Imagem: Wagner Oliveira/DP/D.A Press


O comando que o tenente-coronel era responsável cuidada de bairros  violentos como Santo Amaro e centrais do Recife, como Derby, Aflitos,  Encruzilhada e Agamenon Magalhães.
 
A responsabilidade territorial abrange ainda bairros como Campo  Grande, Torreão, Espinheiro, Graças, Rosarinho, Hipódromo, Ponto de  Parada, Cordeiro, Zumbi, Madalena, Torre, Iputinga, Jaqueira, Santana,  Poço da Panela, Parnamirim, Casa Forte, Tamarineira, Casa Amarela,  Monteiro, Apipucos (até o Talude do Açude), Alto do Mandu, Alto Santa  Izabel.

Após o incidente, os trabalhos foram suspensos e o prédio foi evacuado.


Colaborou Gabriela López