Seguidores

Mostrando postagens com marcador sosbombeiros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador sosbombeiros. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 16 de maio de 2014

ATENÇÃO BOMBEIROS MILITARES DO RIO

BOM DIA PRA TODOS, E QUE GRAÇA DO SENHOR JESUS CRISTO SEJA COM TODOS NESTE DIA. AMÉM.


Atenção BOMBEIRO RJ !!! Hoje mais uma vez estaremos escrevendo mais uma página da nossa história de luta e da nossa instituição, o CBMERJ. Portanto se você BOMBEIRO MILITAR, que estar de folga hoje, e pode comparecer, compareça e junte a nós, na rua Clodoaldo de Freitas, 312. Guadalupe, salão de festas Coqueiro Verde. (Ponto de referência: atrás do Atacadão da Av. Brasil. e em frente a lona cultural de Guadalupe). Na oportunidade estaremos abrindo e fazendo a contagem das cédulas de indicação dos nossos pré candidatos à Deputado Federal e Estadual. Portanto,divulgue, compartilhe e compareça levando mais dois companheiros no mínimo ! Porque: JUNTOS SOMOS FORTES.


Att: Subtenente BM Valdelei Duarte.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

CARTA AO SENHOR SECRETÁRIO DE DEFESA CIVIL E COMANDANTE DO CBMERJ SÉRGIO SIMÕES!

Não aguentamos mais ver nossos Maridos e HERÓIS DO CBMERJ,RIO DE JANEIRO!!!Para sustentar e manter escolas,aluguéis,merendas das crianças,vestimentas,para isso como estão sendo Escravos do Trabalho,em pleno século XXI,olha que são de três a quatro trabalho além do quartel e PROEIS,Estão sofrendo doentes para nos sustentar e manter com responsabilidade.Porém muitos estão Militares CBMERJ RIO DE JANEIRO,doentes,estressados,nossos filhos sofrendo com a situação de seus HERÓIS no Rio de Janeiro,CBMERJ,não terem tempo para v^-los crescer e acompanhar suas educação e desenvolvimento,pois DEUS,sabe o quanto nossos Maridos e HERÓIS,estão sofrendo e morrendo aos poucos de tanto trabalhar.Primeira parte da carta ao CMT GERAL DO CBMERJ,enviada por nós Esposas,pois está dando até pena de nossos HERÓIS,salvam vidas e as próprias não estão aguentando mais.CONTINUA.

Salvem nossos HERÓIS,Pelo AMOR DE DEUS!!!alguma alma bondosa,salvem nossos HERÓIS!!!Pois os mesmos Salvam Vidas!!,porém não estão conseguindo Salvar as próprias vidas,as vidas de nossos filhos,pois sem a presença dos heróis vemos nossos filhos nos cantos tristes,por mais que nós Esposas estivermos presente,porém não é a mesma coisa sem a presença dos PAIS HERÓIS DO CBMERJ!!!Nossos Maridos estão com muita carga de bicos e trabalhos,vemos em suas fisionomias,é bico trabalho,trabalho bico,Quartel Proeis,Proeis Quartel!!!,e assim vão vivendo ou porque não dizer sobrevivendo!!!Pelo Amor de Deus salvem o CBMERJ!!!Pelo Amor de Deus salvem nosso HERÓIS!!!.e se erraram perdoem-os pois foi tentando acertar,pois não são POLÍTICOS E SIM BOMBEIROS MILITARES DO CBMERJ RIO DE JANEIRO,que lutam por Dignidade e Salvam Vidas só que a deles estão as ignorando a si próprio pois só olham para nós ESPOSAS E FILHOS e estão esquecendo de si próprios.Estamos todos doentes,Esposas,filhos e principalmente o ESTEIO DO LAR!!!O ESTEIO DA FAMÍLIA!!!NOSSOS HERÓIS DO CBMERJ RIO DE JANEIRO.Por favo publiquem os dois comentários,pois não dá mais para aguentar,EXPLODE CORAÇÃO!!!!!!Juntas e Unidas temos que SALVAR NOSSOS HERÓIS DO CBMERJ RIO DE JANEIRO!!!Coronel SIMÓES o senhor melhor do que ninguém sabe que nossos HERÓIS estão trabalhando sobre pressão e está sendo imposta a DITADURA MILITAR NO CBMERJ RIO DE JANEIRO EM PLENO SÉCULO XXI.CMT GERAL SALVE O CBMERJ.

Que os erros e acertos,diferenças ou indiferenças,sejam passados para longe pois o que mais interessa agora e já são a Saúde de Nossos MARIDOS E HERÓIS DO CBMERJ!!!RIO DE JANEIRO!!!Pois vemos os mesmos morrendo devagarinho até Espiritualmente,pois o cansaço está demonstrado nas suas feições.JUNTAS E UNIDAS SOMOS FORTES E IMBATÍVEIS,se quisermos ver realmente nossos HERÓIS VIVOS!!!Precisamos de Nossos Maridos com VIDA,SAÚDE,para que possam salvar nossas FAMÍLIAS E A POPULAÇÃO CARIOCA.

Carta anônima enviada ao blog "No Q.A.P"

quarta-feira, 13 de março de 2013

Movimento pela PEC 300 busca apoio do Senado pela aprovação


O grupo de bombeiros e policiais militares, mobilizados por seus líderes e pelo deputado federal Mendonça Prado (Democratas/SE), decidiram procurar o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, para pedir que ele agilize a votação da PEC 446-A, proposta de sua autoria, na qual se institui o piso salarial para os servidores policiais.
Atualmente, a PEC 300/2008 tramita apensada a esta proposta. Aprovada pelo plenário da Câmara Federal em primeiro turno em 2010, a proposta acabou engavetada porque obrigaria a União a contribuir com os salários dos policiais. A ideia partiu durante a reunião que acontece no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, na tarde desta terça-feira (12). O Mendonça Prado presidiu a mesa e vários parlamentares participaram do encontro, principalmente aqueles que estiveram envolvidos nas manifestações iniciais, tais como Pasto Eurico, Lourival Mendes, Chico Alencar, Átila Lins, Major Fábio, João Campos, Arnaldo Faria de Sá, entre outros. Mendonça Prado anunciou os itens que serão apresentados pelos parlamentares para tramitação legislativa, os quais resultaram dos debates e demandas relembradas no evento. "Criaremos um quadro que será apresentado na internet para que a sociedade e os interessados possam acompanhar os votos de cada deputado", afirmou Mendonça Prado. Entre os representantes dos bombeiros e policiais militares, se fizeram presentes o cabo Benevenuto Daciolo, um dos principais líderes do Rio de Janeiro; Sargento Edgar, líder do movimento em Sergipe; o Tenente D. Lima (PM/RJ); Adriana Borgo, líder do movimento em São Paulo; entre outros. A intenção do Movimento pela Aprovação da PEC 300 é exigir a votação de projetos importantes que tramitam no Congresso Nacional, assim como um melhor planejamento por parte do Governo Federal para as questões relacionadas ao setor. Entre as reivindicações da categoria estão: criação de uma polícia estadual única, desmilitarizada, e com direito a sindicalização e greve, compartimentada por especializações, de forma a manter as características de cada órgão de segurança do Estado; criação de um plano de carreira nacional único; criação de uma Lei Complementar para aplicar penas mais duras para crimes contra trabalhadores da segurança pública; e a criação de um fundo nacional de segurança pública, alimentado por verbas oriundas dos tributos municipais, estaduais e federal, a fim de pagar o piso de subsídio nacional. O grupo pretende promover em Brasília uma grande manifestação nos dias 23 e 24 de abril.

Texto: Izys Moreira
Foto: Sidney Lins Jr.
Assessoria de Imprensa deputado federal Mendonça Prado

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Rio de Janeiro - Deputado do Rio prende coronel dos bombeiros e denuncia espionagem


 
Encontro de parlamentares do PSOL e do PR com grupo de policiais e bombeiros termina em confusão. Oficial do serviço reservado que filmava o encontro foi detido por seguranças do Legislativo

 Pâmela Oliveira e Cecília Ritto, do Rio de Janeiro - G1

Uma reunião entre bombeiros, policiais militares e deputados terminou em confusão no fim da tarde desta terça-feira, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Um grupo de cerca de 100 militares e suas famílias reunia-se com os deputados Marcelo Freixo e Janira Rocha, do PSOL, e com Geraldo Pudim e Clarissa Garotinho, do PR. 


Em pauta: a PEC 300, que estabelece patamares únicos de remuneração para policiais e bombeiros em todo o país, e a anistia dos líderes grevistas de 2012. A confusão começou quando, ao fim do encontro, Pudim e os militares foram para o Palácio Tiradentes, onde fica o plenário da Alerj. O parlamentar afirma ter visto que homens à paisana fotografavam o grupo, posicionados nas escadarias e ao redor do Palácio Tiradentes.

 
Pudim deu voz de prisão a um coronel dos Bombeiros identificado como Jorge Benedito. Ele seria, segundo o deputado, o líder do grupo que captava imagens. “Percebi uma movimentação estranha e identificamos 32 agentes da P2 e do B2 (serviços reservados da PM e dos Bombeiros). A Alerj estava cercada por Arapongas. Perguntei o motivo das fotos, mas o coronel só me disse que estava trabalhando. Dei voz de prisão”, disse Pudim. “Chamei a polícia. Eles serão levados para a 5ª DP)”, disse.

De acordo com Pudim, agentes do Corpo de Bombeiros e da Polícia estão sendo vistos na Alerj já cerca de uma semana. "Eles querem identificar os militares que denunciam os abusos que acontecem nos quartéis. E a assembleia não pode ser conivente com isso".


O coronel e um subordinado estão detidos por seguranças da Alerj. Um tenente-coronel da PM foi à Assembleia para uma reunião na sala da presidência da Casa. Por meio de sua assessoria de imprensa, o Corpo de Bombeiros negou que alguém da corporação tenha sido preso, e deu sua versão para o ocorrido: "Uma equipe de militares do serviço de inteligência estava do lado de fora da Alerj monitorando os acontecimentos, de modo a subsidiar estratégias que evitem manifestações radicais contra a instituição e contra a sociedade". Também procurada pelo site de VEJA, a comunicação da Polícia Militar não se manifestou.

O líder da greve dos bombeiros no Rio de Janeiro, Benevenuto Daciolo, em 2011, integrava o grupo que foi à Alerj conversar com parlamentares. Daciolo foi expulso da corporação por ter organizado uma série de protestos no estado, entre eles a invasão ao Quartel General, e por ter sido acusado de incitar o movimento grevista de fevereiro de 2012. Na ocasião, o cabo foi flagrado em escutas telefônicas combinando a nacionalização do movimento da categoria com Marco Prisco, então líder da Associação dos Policiais, Bombeiros e dos seus Familiares da Bahia. Daciolo foi levado para a 5º DP(Centro).

Na semana passada, o site de VEJA mostrou que os Bombeiros espionam facebook e e-mails de militares para identificar e prender os que criticam a corporação. Na última segunda-feira, um grupo de 20 bombeiros foi preso por discutir pelo facebook e e-mails pessoais questões consideradas internas pelo Corpo de Bombeiros. 
Fonte: Blog do Cabo Fernando 
Dedo duro tem que se ferrar...provar do próprio veneno...

sábado, 29 de dezembro de 2012

Helicóptero do Corpo de Bombeiros afunda no mar de Copacabana

Clique aqui e assista o vídeo da queda no G1

Um helicóptero Águia do Grupamento Aeromarítimo do Corpo de Bombeiros afundou no mar de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, na tarde deste sábado (29), na altura do Posto 3 da praia. De acordo com a assessoria da corporação, a aeronave que sobrevoa a praia para salvamento de banhistas precisou fazer um pouso forçado na água. Ainda não há informações sobre o motivo do pouso.

Quatro bombeiros que estavam a bordo tiveram escoriações leves e foram socorridos no local. Em seguida, eles foram levados para hospitais da região. 

No momento do acidente, o helicóptero resgatava um banhista que havia se afogado no mar. A vítima também teve escoriações leves e foi socorrida no local.

A praia estava lotada no momento do acidente e muitos banhistas se concentravam à beira-mar para tirar fotos e assistir ao salvamento dos bombeiros. Dois barcos foram usados para o resgate dos militares.


 Fonte: R7

Comentário feito por um leitor: OLHA só o destino,CABO SALVADOR EXCLUÍDO COVARDEMENTE,salva os amigos na queda do helicóptero em COPACABANA,isto sim é DIGNIDADE!CBMERJ AGRADECE HOMENS HONRADOS IGUAIS AO SENHOR CABO SALVADOR(SENHOR SIM,é muito respeito),DEUS ESCREVE CERTO EM LINHAS TORTAS,CRUZADAS,NA HORIZONTAL,VERTICAL,EM QUALQUER POSIÇÃO!!!FELIZ ANO NOVO A TODOS DE MINAS GERAIS!!!VAMOS FAZER PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM 2014!!!SEGURANÇA PÚBLICA BRASIL.

domingo, 4 de novembro de 2012

PROTESTO PELA MORTE DE POLICIAIS DIA 25 NOVEMBRO




Precisamos mobilizar agora toda nação!.
Este caso é não é somente caso de polícia, é caso de preocupação com a segurança do cidadão brasileiro.

Afinal de contas, por baixo da farda, todos nós somos cidadãos brasileiros e merecemos respeito dos governos municipal, estadual e federal!



Dia 25 Nov 2012 (domingo), 10 horas, Copacabana Palace, Grande Mobilização da Sociedade Carioca:
"PELOS DIREITOS HUMANOS DOS POLICIAIS BRASILEIROS".

"VOCÊ PODERÁ SER A PRÓXIMA VÍTIMA!"



COSTITUIÇÃO FEDERAL

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:


IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;


Blog do Cabo Fernando/Imagem Blog da Renata

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

VOTE EM NOVAS LIDERANÇAS CABOS E SOLDADOS, ESQUEÇA QUEM ESQUECEU DE VOCÊS...


Senhor Deputado, não quero levar a crer que com essa fala vossa excelência quer que os CABOS E SOLDADOS esperem mais 229 anos para que seja revisto a situação de promoção dos mesmo. Seria um tanto quanto injusto e surreal.



Ao ler sobre o pronunciamento do Excelentíssimo Dep. Sargento Rodrigues em seu site pessoal, pude ver que o quão inoportuno está a visão deste legislador para com o projeto a ser enviado ao governador em relação a promoção dos Cabos e Soldados de nossa Bicentenária PMMG. Mas não era somente ele, pois estavam com ele os presidentes das entidade de classe, CSCS, ASPRA, AOPM, COPM e UMMG e também o Comandante Geral que elaboraram um projeto para enviar para o nosso Governador Anastasia. O mais incrível é que estavam os Presidentes do CSCS e ASPRA que defendem a classe CB e SD, mas o mais revoltante é o presidente do CSCS que é o SENHOR responsável pela defesa dos interesses dos CABOS E SOLDADOS não ser contra nenhum tipo de reforma no sentido de melhorar a promoção de CB e SD. Quero dissertar sobre alguns pontos da nota de esclarecimento. Vejamos.
A) "É preciso esclarecer que, desde de 2008, estamos trabalhando para fazer a correção do modelo das promoções dessas graduações e postos, em face dos problemas gerados com o advento da Lei Complementar 95/2007". SGT RODRIGUES

Sabemos nós eleitores do célere andamento sobre a elaboração de um projeto de lei para beneficiar uma classe, mas senhor Deputado, levar 4 anos para fazer "correções na lei" é um tempo muito extenso.
B) "Em relação aos questionamentos de alguns cabos e soldados, que alegam não terem sido contemplados nesse projeto, esclareço que não há razão para INSATISFAÇÕES. Não haveria como contemplá-los, uma vez que o objetivo desta proposta é corrigir as distorções existentes nas promoções dos 1º Sargentos e dos Majores."  SGT RODRIGUES CONTINUE LENDO NO BLOG DA RENATA

Vote em novas lideranças: Cabo Júlio com vaga de deputado garantida, PMs e BMs perdem representação na câmara municipal.


Eleições contribuem para que suplentes de deputados tomem posseO eleitor que escolher um dos 23 deputados mineiros que disputam prefeituras vai contribuir para a posse do suplente da coligação dele

 Vai ter candidato a prefeito com torcida extra nas eleições de outubro. E os dedos cruzados não serão necessariamente de eleitores, mas de quem depende do resultado do pleito para assegurar cadeira na Assembleia Legislativa ou na Câmara dos Deputados. Vinte e três parlamentares mineiros se lançaram na corrida pelos governos municipais em 2012. O sucesso na disputa implicará a convocação de suplentes. Entre os possíveis substitutos, Edmar Moreira (PR-MG), que ficou conhecido como o deputado do castelo.

O primeiro suplente do PCdoB na Assembleia, Mário Henrique Caixa, já está na campanha do colega de partido Carlin Moura, candidato a prefeito de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. “É um amigo pessoal. Tem andado com a gente pela cidade. É natural que tenha interesse em assumir o meu cargo”, desconversa o parlamentar.

Veja estas palavras
"O candidato a prefeito de Juiz de Fora, na Zona da Mata, deputado estadual Bruno Siqueira (PMDB) não descarta uma força na campanha vindo do vereador pelo partido em Belo Horizonte Cabo Júlio, primeiro suplente da legenda na Assembleia. “Ele tem contato com os policiais da minha cidade. É bem possível que aconteça um pedido de votos para nossa candidatura. Vamos conversar sobre isso”, revelou Bruno."

Cabo Júlio – que responde a processo por suspeita de participação em esquema de superfaturamento de ambulâncias compradas com recursos de emendas parlamentares, conhecido como máfia das sanguessugas – tem ainda outro caminho para chegar à Assembleia: a vitória do deputado estadual Antônio Júlio (PMDB) em Pará de Minas, Região Centro-Oeste de Minas.

A entrada dos suplentes na Câmara dos deputados e na Assembleia Legislativa no ano que vem tem como base as coligações fechadas pelos partidos e os votos alcançados pelos candidatos nas eleições de 2010 para deputados estaduais e federais. Na hipótese de Bruno Siqueira e Antônio Júlio se tornarem prefeitos, a suplência iria para Getúlio Neiva (PMDB), que, por sua vez, é candidato em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. Caso também vença, transferiria a suplência para Tony Carlos (PMDB).

A disputa em Belo Horizonte é outra que poderá implicar modificações nas bancadas da Assembleia. Indicado a vice-prefeito na chapa de Marcio Lacerda (PSB), o deputado estadual Délio Malheiros (PV) poderá ser substituído na Casa por Juarez Távora (PV). O parlamentar afirmou ser comum o trabalho dos suplentes pela vitória daquele de quem poderão “herdar” o mandato. “Em 2004, durante disputa para a Câmara Municipal, Carlúcio, então no PL, conseguiu três mil votos para a minha campanha. Tinha até um panfleto. ‘Vote no Délio e eleja o Carlúcio’”, contou o deputado. Em 2006, o parlamentar venceu a disputa para a Assembleia e seu cabo eleitoral, que se filiou ao PR, assumiu a vaga na Câmara.

Longa lista 

Assim como Cabo Júlio, Juarez Távora tem candidato para defender em Ipatinga, no Vale do Aço. A deputada estadual Rosângela Reis (PV), concorre à prefeitura e, se vencer, dará lugar ao suplente. Se a candidata vencer no município, e Délio virar vice em Belo Horizonte, o mandato iria para Dr. Damon (PV), que, no entanto, concorre em Itabira, na Região Central de Minas. E a sucessão não para. O próximo na lista é Antônio Henrique Sapori, candidato a vice-prefeito de Jairo Ataíde (DEM), em Montes Claros, na Região Norte do estado. O mandato, se todos alcançarem os cargos, ficaria com Ronaldo Vasconcellos (PV).

Uma sucessão de vitórias parecida com a do PV seria a responsável pelo retorno de Edmar Moreira (PR) à Câmara dos Deputados. Derrotado nas eleições de 2010, o ex-parlamentar, que teria omitido da declaração de bens um castelo construído em São João Nepomuceno, na Zona da Mata, avaliado em R$ 25 milhões, assumiria vaga na Casa se deputados eleitos em 2010 pela coligação PSDB/DEM/PP/PR/PPS se tornarem prefeitos. São eles Geraldo Thadeu, em Poços de Caldas, na Região Sul; Márcio Reinaldo (PP), em Sete Lagoas, na Região Central; Carlaile Pedrosa (PSDB), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e Aracely de Paula (PR), em Araxá, no Alto Paranaíba. Em 2010, Moreira estava no DEM, partido do qual se desfiliou com a repercussão do episódio do castelo.

A “subida” dos suplentes depende ainda do número de pastas ou de parlamentares convidados a participar das administrações municipal, estadual ou federal. Hoje, quatro deputados de Minas na Câmara exercem cargos de secretário de Estado. Outros cinco ocupantes de vaga na Assembleia também foram convocados pelo governador para assumir postos no primeiro escalão do estado.


Editorial do Blog Cb Flávio do Samu: Meus caros amigos, o voto é uma coisa muito séria e portanto não podemos perde-lo. Principalmente nós policiais e bombeiros militares, temos vários dos nossos candidatos a vereadores em vária cidades do estado. Na Capital temos um vereador que é suplente de um deputado estadual que é candidato a prefeito em uma cidade do interior e esta liderando as pesquisas de intenção de votos, caso esse candidato a prefeito ganhe o que já é certo, o nosso vereador assumirá a sua vaga na ALMG em janeiro, e esse vereador é candidato a reeleição como vereador, isso quer dizer que aqueles eleitores (principalmente os mi9litares e seus familiares) que votarem nesse vereador além de perderem o seu voto ainda estará contribuindo para a eleição de um elemento civil, pois se o referido vereador for reeleito, em janeiro ele assumirá uma vaga na ALMG e quem assumirá sua cadeira na Câmartas Municipal de Belo Horizonte será o seu suplente na eleição de outubro. O nosso vereador e um dos seus cabos eleitorais mais forte que é o presidente do CSCS, não falam isso para ninguém, na minha opinião isso é omitir informações tão séria para o seu eleitor. Na hora de dar o seu voto para a reeleição de nosso vereador, pense bem, pois você estará perdendo o seu voto. Opção de candidato militar esta sobrando em BH.  

Fonte: Blog Cb Flávio Samu

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Presid. do Centro Social esteve reunido com o presidente da Câmara e o Ministro da Justiça sobre questões de interesse dos policiais militares


Na última quinta-feira, 09 de agosto, o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/BM-MG), Cabo Coelho, e seu diretor institucional, sargento José de Arimatéia, estiveram em Brasília, juntamente com representantes de classe de outros Estados do país, para solicitar ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, empenho e atenção para as seguintes reivindicações dos policiais militares:

- Que seja elaborada carreira única para os Policiais e Bombeiros Militares do Brasil;- Que aja ainda uma ampla discussão referente à PEC 102, que trata da unificação das Polícias.(Cabo Coelho é contra a desmilitarização);

- Que aja a implantação em substituição aos regulamentos disciplinares existentes, de um código de ética único, já que ainda aplica-se o que preceitua o regime militar do exercito para com os Policiais e Bombeiros Militares,(época da ditadura) regulamentado ainda em 1967;

- Carga horária de 40 horas semanais para todos os Policiais e Bombeiros Militares do Brasil, já que muitos cumprem uma carga horária bem superior a esta, trazendo com isso um desgaste físico e mental bastante elevado, trazendo para a população, um grande prejuízo, já que com toda a certeza e comprovadamente, não possui as condições necessárias para uma boa prestação de serviços;

- Seja implantado e regulamentado o adicional noturno, já que as funções exigem o trabalho à noite, sem que aja remuneração especifica para tal;

- Seja implementado a exigência do 3º. Grau para os concursos para atividade de Polícia e Bombeiro, já que grande parte dos trabalhadores fardados já possuem esta escolaridade, e com isso a qualificação para a prestação dos serviços seria bem maior e melhor;

- Projeto habitacional nacional para os Policiais e Bombeiros Militares, já que 78% do efetivo não possuem residências próprias, inexistindo nos estados projetos para este fim;- Seja elaborado um fundo nacional de segurança pública para fins de (reaparelhamento com equipamentos, armamento, viaturas de Policiamento e Bombeiros, salários, estrutura geral etc.).Na oportunidade, os representantes de classe reclamaram da demora em que vem sendo tratadas estas questões por parte do Governo Federal, todas de interesse da área da Segurança, e que foram levantadas em 2009 durante a 1º Conferência Nacional de Segurança Pública e que ainda não saíram do papel. 

“Precisamos avançar com todos estes assuntos, uma vez que foram aprovados durante a Conferência de 2009 e são de suma importância para o desenvolvimento e melhoria da área da Segurança. Ficamos satisfeitos em saber que Minas e o Rio Grande do Sul estão na frente quando se trata de possuírem o próprio código de ética dos militares. Desta maneira, podemos contribuir diretamente para a construção do código de ética único, que irá beneficiar todos os militares do Brasil”,destacou Cabo Coelho.

Em breve mais informações sobre este assunto.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Greve estimulou candidatura de policiais (a consciência está aumentando)

Número de concorrenteaumentou mais de 50%  eEstadoonde foade seguraa paralisaraatividades  por reivindicações trabalhistas

A participação de policiais civis e militarecomo candidatos disparoeEstadoonde essas categorias promoveram grevee paralisaçõenos últimos dois anosO número de agentes das foas públicade seguraa que tentao seeleger prefeitoou vereadoreaumentoem mais de 50% na Bahia, no Amapá, na Paraíba e no Maranhãoem relação ao pleito de 2008EsseEstados registraram sérios distúrbios por causa de reivindicações salariais depoliciais.
O efetivo total dos candidatode farda ou distintivo no País soma 4.634 homens e mulheres, crescimento de 16% em relação aos 3.995 policiais candidatoe2008. Sua bandeira principal é a pressão pela aprovação da Proposta deEmenda Constitucional 300, que estabelece piso salarial nacional para a categoria. Mas, como prefeitoou vereadores, os militares só podeo fazer pressão política, pois cabe ao Congresso Nacionaa deliberação sobre oassunto. Palco da mais violenta greve policial registrada recentementea Bahia teve crescimento de 55% naparticipação de candidatos que se apresentacomo integrantes das foade seguraa.
E2008, 245 policiais disputaraa eleição.Neste ano, são 379. O crescimento universade postulantes no Estadofode 24%. No Maranhãoa participação de candidatos policiais aumentou 58% –de 89 e2008 para 141 este ano.Ali também houve uma greve policiaentre o fim de novembro e início de dezembro.O número gerade candidatos nas cidades do Maranhão aumentou 21%. O aumento mais expressivo do número de policiais naeleições foi no Amapá.Eram20 candidatos há quatro anosAgora, são 37, ou 85% a mais. A quantidade totade candidaturas no Estadoaumentou 30%. A PM locaameaçou greve em fevereiro, mas foi contida com reajustede até 100% ealguns benefícios, como o auxílio-fardamento.
Nos maiores colégioeleitorais do País,a participação de policiais na eleição não teve crescimento expressivoEm SãoPaulo, coo maior número absoluto de candidatos, seo 636 tentando se eleger, 10% a mais comparado a 2008. Minas Gerais, que enfrentou violentas manifestações policiais nos anos 1990, saiu de 515 para  528  policiais candidatos – quase 3% a mais.
Embora tenha havido um crescimento expressivo no número absoluto de policiais nesta eleiçãoa participaçãorelativa desses candidatos diminuiu em relação a 2008.Há quatro anoso efetivo policial representava 1,094% das candidaturas. Este anoa proporção caiu para 0,997%, pois o número totade postulantes também disparou no País,de 365.292 em2008 para 464.973 este ano – ou 27% a mais.
MilíciaEmbora não tenha apresentado aumento significativo no número de policiais no pleito deste ano–cerca de8%–,o Rio é o Estado que tea maior proporção de candidatode fardaOs 456 postulantes são 2% das 21.143 candidaturas.O temode que parte esteja envolvida com grupode milícia que atuaem comunidades carentes doEstado fez com que a foa-tarefa capitaneada peloTribunal RegionaEleitoral resolvesse, semana passada, monitoraessas candidaturas. O grupo tem também representantes da Secretaria de Seguraa, do MinistérioPúblico, da Polícia Federae das FoaArmadas.
Bombeiros também buscam cadeiras
O Rio de Janeiro teo maior contingente de candidatos do Corpo de Bombeiros: 120, ou 3 vezes mais que Minas Gerais, que, com 36 candidatos, é o segundo coo maior número de militares bombeiros na disputaA categorialiderou, no Rio, um bem-sucedido movimento grevista em 2011, coapoio da população. / A.J.