Seguidores

Mostrando postagens com marcador armas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador armas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Escrivã presa por venda de arma em Divinópolis é levada para presídio


Escrivã presa no fórum em Divinópolis (Foto: TV Integração/Reprodução)
escrivã presa em Divinópolis por suspeita de corrupção ativa, peculato e venda de arma de fogo foi encaminhada ao Presídio Floramar, em Divinópolis. Segundo a Polícia Civil, ela trabalhava no Fórum  de Divinópolis há 21 anos e duas mulheres suspeitas de comprar as armas de fogo foram levadas para o presídio nesta sexta-feira (10).

Segundo o delegado regional, Fernando Vilaça, a escrivã estava sendo investigada há cerca de um mês e foi presa em flagrante. Durante buscas na casa dela, foram encontradas diversas munições. "Recebemos informações que ela iria vender uma arma para duas mulheres em um trailer no Bairro Icaraí, com a ajuda de um mototaxista. Fizemos a abordagem às mulheres que estavam comprando as armas, à escrivã e também ao mototaxista e encaminhamos os suspeitos para a Delegacia de Polícia Civil", contou o delegado. Continue lendo G1

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Traficantes e assaltantes de São Gonçalo -RJ, reunidos mostrando veículos roubados e armas


Comento: A ousadia é tamanha que eles já não se preocupam mais em esconder seus rostos...devem ter roubado esse carro há poucos instantes...no país da copa...
blog SOS PMERJ

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Bônus para agente que apreender arma no DF começa nesta quinta


 Começa a valer nesta quinta-feira (6), no Distrito Federal, a medida que prevê gratificação em dinheiro a policiais militares e civis, bombeiros, agentes de trânsito e penitenciários e técnicos de trânsito do DER que apreenderem armas de fogo ilegais.

  A bonificação, que será paga junto com o vencimento, varia entre R$ 400, para revólver de calibre permitido, e R$ 1,2 mil, para fuzil, metralhadora ou submetralhadora de calibre restrito.
Os valores serão pagos individualmente se a apreensão for realizada por um único agente ou divididos em partes iguais entre os que participarem da operação.
Para receber a gratificação, o agente terá de comparecer à delegacia imediatamente após a apreensão do armamento e assinar o auto de prisão ou procedimento de apuração. As armas recolhidas deverão ser catalogadas, classificadas e identificadas.
As gratificações serão custeadas pela corporação, órgão ou entidade de origem do militar ou servidor, com recursos vindos do Tesouro Nacional. Policiais civis e militares serão bonificados ainda que façam a apreensão quando estiverem de folga.
G1 DF, foto web

sexta-feira, 22 de março de 2013

MP Militar apura desvio de armas do Exército em Juiz de Fora


Um procedimento sigiloso do Ministério Público Militar investiga, por meio da Procuradoria de Justiça Militar de Juiz de Fora, indícios de desvio de armas de fogo de quartéis da cidade na Zona da Mata. A suspeita é de que peças de armamento recolhidas pelo Ministério da Justiça e pela Polícia Federal nos últimos anos, na Campanha do Desarmamento, tenham caído nas mãos de criminosos em vez de serem destruídas pelo Exército.

O promotor Ulysses da Silva Costa Filho, da Procuradoria de Justiça Militar local, confirmou ontem que os trabalhos começaram em novembro de 2012. O ponto de partida para o inquérito foi a suspeita de que uma arma usada em um assalto à época constasse da lista de armamento entregue ao Exército para ser destruído no 4º Depósito de Suprimentos. 

Para apressar a investigação, o Ministério Público Militar, com sede em Brasília, nomeou o procurador e dois promotores da Procuradoria da Justiça Militar de Juiz de Fora para atuar no caso, informou Ulysses Costa Filho, um dos responsáveis pelos trabalhos. Além disso foi montada força-tarefa com o apoio das polícias Civil e Federal e do Exército, que estão colaborando nas investigações, segundo o representante do MPM. Ele acrescentou que “todo o Ministério Público Militar do Estado de Minas Gerais está envolvido na investigação”. O promotor informou que ainda não há estimativa sobre a quantidade de armas que teriam sido desviadas.

O EM apurou que, como parte dos trabalhos, deve ser feito levantamento de todas as armas apreendidas pela Polícia Civil que ainda estão nas quatro varas criminais e no Tribunal do Júri de Juiz de Fora, já que elas ficam à disposição da Justiça enquanto tramitam os processos. A Polícia Federal já teria recebido uma listagem das armas recolhidas durante a Campanha do Desarmamento. 

A maioria das armas entregues nessa campanha são de calibre permitido. Entre elas estão espingardas, carabinas, pistolas semiautomáticas, revólveres (até o calibre 38), garruchas, pistolas de pressão e armas de competição. Tanto esse armamento quanto o apreendido pela polícia é enviado ao Exército para destruição. O Estado de Minas tentou contato com representantes das polícias Federal e Civil e do Exército em Juiz de Fora, mas ninguém foi encontrado para comentar o assunto.


quinta-feira, 7 de março de 2013

Militares são presos suspeitos de negociar armas com quadrilhas de SP


Dois militares de Campinas (SP) foram presos, nesta quarta-feira (6), suspeitos de desviar armas e munição do Exército e vender o material de uso restrito a traficantes e quadrilhas de roubos a caixas eletrônicos. De acordo com o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) de São Paulo, o sargento e o soldado abasteciam bandos que atuavam em todo o interior do estado.
Segundo a polícia da capital, a polícia do Exército deu voz de prisão aos dois quando eles chegavam para trabalhar no 28º Batalhão de Infantaria Leve de Campinas. Na casa do sargento, os policiais encontraram grande quantidade de munição.
Durante as investigações, agentes do Deic acompanharam por um mês a ação dos militares junto aos criminosos. Em uma das transações, os suspeitos teriam vendido mil balas de fuzil para traficantes de Campinas.
Militares de Campinas são presos suspeitos de abastecer quadrilhas com armas (Foto: Reprodução / EPTV)
Militares receberam voz de prisão da polícia do
Exército em Campinas (Foto: Reprodução / EPTV)
Segundo a polícia, coma autorização da Justiça, foram interceptadas mensagens de texto do celular de um dos suspeitos. Em uma delas, ele oferece uma pistola nove milímetros e, em seguida, dá o preço: R$ 4,3 mil. “Só não se vendeu porque eles acabaram sendo presos antes dessa compra acontecer”, disse o delegado do Deic Antônio de Olim.
O general Tomás Miguel Ribeiro Paiva, comandante da 11ª brigada de infantaria leve, informou que o Exército abriu um processo interno de investigação para apurar, em paralelo, a suspeita de desvio de armas e munição da corporação.
“Nós vamos investigar se existe desvio de munição militar. Mesmo que seja um cartucho ou dois. É nossa obrigação abrir o inquérito de investigação militar. Houve uma quebra da ética militar, que enseja um julgamento no tribunal de ética e a expulsão dele. Ele não pode permanecer mais como militar, vestir a mesma farda”, disse.
O sargento foi indiciado por formação de quadrilha e porte de munição e vai ficar preso num quartel em Osasco. Já o soldado foi indiciado por formação de quadrilha e a polícia deve pedir a prisão temporária dele nesta quinta. Até que isso ocorra, ele permanecerá recolhido ao quartel.
Do G1 Campinas e Região

segunda-feira, 4 de março de 2013

PM apreende cinco armas de fogo, munições e drogas em baile funk de Uberlândia

Um baile funk que estava sendo realizado no bairro Chácaras Tubalina, zona oeste de Uberlândia, terminou em caso policial neste domingo (3). De acordo com a Polícia Militar (PM), a festa acontecia na rua Adelino Ferreira de Sá e era aberta ao público, mediante pagamento de ingresso. No local, havia menores ingerindo bebida alcoólica e pessoas portando armas de fogo.

A polícia fez contato com o organizador do baile, um homem de 39 anos, e ele não apresentou o alvará de autorização do evento e a autorização do Conselho Tutelar ou da Vara da Infância e do Adolescente para a permanência de menores na festa.

Durante buscas realizadas nos frequentadores do baile, os militares encontraram um revólver calibre 38 com um menor de 17 anos e uma pistola 9mm, com numeração raspada, com um jovem de 22 anos. A polícia também localizou mais três armas dentro de um saco plástico. Doze papelotes de cocaína, um tablete de maconha e 46 munições de diversos calibres também foram encontrados no local.

O dono da festa foi encaminhado à 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil juntamente com o menor e o jovem que portavam armas de fogo. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, os três foram ouvidos e o dono do evento, liberado. O menor foi apreendido e o jovem preso por porte ilegal de arma de fogo.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Fronteira escancarada: o crime em seu 'direito' de ir e vir!


Novamente noticiários estão a mostrar ataques de facções criminosas e outros bandidos no Estado de Santa Catarina, em face de agentes do Estado e cidadãos comuns, bens e serviços públicos e privados.
Os ataques promovidos por facções e criminosos em São Paulo são recorrentes.
Ações de milícias e traficantes no Rio de Janeiro servem de cenários inclusive de novelas e filmes.
A droga e seus males estão a aniquilar milhares de lares, famílias e vidas, direta ou indiretamente (como em assaltos, estupros, etc, com o criminoso sobre efeito de drogas), em todo território nacional.
Ocorre que, não adianta essa conversa de desarmamento da população, muito menos a demagogia de que tem que ‘prender o grande traficante’, se incontável número de armas e munições, bem como toneladas de drogas, entram livremente - dia e noite - em nosso país de extensão continental!

A política de segurança voltada para os milhares de quilômetros de fronteira do Brasil com países como Paraguai, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela e Guianas (para se citar os mais conhecidos pela ‘entrada de armas e drogas’), sem pessoal e estrutura eficientes, é praticamente zero.

Sim, pois não adianta mostrar sempre a famosa ‘ponte da amizade’ (entre Paraguai e Brasil, que liga Foz do Iguaçu-PR a Ciudad del Este-PY), como se todo acesso do Brasil a seus vizinhos (e vice-versa) fosse realizado mediante ponte e, o mais fora do comum, mediante barreiras de fiscalização.

Postarei os seguintes vídeos para mostrar como, por exemplo, é constituída a maior parte da fronteira nacional, colocando como exemplo, um trecho entre Brasil com o Paraguai, entre as cidades de Ponta Pora-MS e Pedro Juan Caballero-PY (quem é da região poderá até achar que não há novidade alguma…mas tenha certeza que boa parte da população nacional não tem a minima idéia de como seja, acreditando que hajam cancelas, postos da polícia e forças armadas, cercas, etc).

No primeiro video, há uma pequena amostra de como se pode inclusive confundir onde é Brasil e onde é Paraguai.

Verá que do lado direito do video, está a cidade de Ponta Porã-MS…e o video caminha para a esquerda…chegando a uma rotatória.

Pois é…essa rua que no video aparece quase na vertical e cruza a rotatória divide Brasil e Paraguai.

Assim, tudo que está a esquerda da rotatória no video é Paraguai.

Veja video 01:





Viu como parece apenas uma filmagem de um trecho de um centro de uma cidade qualquer do país?

E reparou como há carros, motos e pedestres a passar de um lado para outro, tranquilamente?

Olhe esse outro vídeo (vídeo 02):




É assim!

Agora colocarei o video 03, em que ao lado esquerdo da estrada é Paraguai e da estrada para direita é Brasil!

Repare que, quase ao final do video há um ‘marco’ de cor branca, que parece uma coluna isolada de concreto, pintado de cor branca, ao lado esquerdo da estrada: é um marco a dizer que do lado esquerdo daquele sinal é Paraguai!

É assim!

(não vou nem falar para passar o video mais devagar para ver o motociclista a esquerda passando sem capacete na estrada no lado paraguaio e um casal com um filhinho sem capacete tuchado no meio aos braços da mulher, na area brasileira…)

Veja video 03:




Agora, com essa bagunça toda, alguém acha que armas e drogas entram no Brasil como?

E os carros roubados vão para onde?

Depois vem à mente aqueles ditados do caboclo de ‘estamos a enxugar gelo’ ou ‘estamos a secar o chão sem fechar a torneira’ e especialistas da segurança, politicos e juristas acham ruim!

Acorda Brasil!

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Armas apreendidas no TJ SP vão parar na mão bandidos


O Tribunal de Justiça de São Paulo investiga o sumiço de armas que ficaram sob os seus cuidados e foram encontradas, nesta semana, nas mãos de criminosos. A Polícia Civil também apura o que pode ter acontecido. As pistolas apreendidas são de calibre .40, as mesmas usadas por policiais militares.

As suspeitas começaram a surgir na segunda-feira, quando Evaldo Neri Santana, integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), foi preso na Avenida Calim Eid, na Ponte Rasa, zona leste de São Paulo. Ele tentou furar o bloqueio da Polícia Militar, foi perseguido e caiu da moto.

Santana carregava quatro pistolas calibre .40. A prisão aconteceu às 19h40. Ele foi levado pelos PMs do 2.º Batalhão para o 24.º DP (Ponte Rasa). A prisão foi feita pela viatura M-02108. As armas teriam sido desviadas do depósito do Tribunal de Justiça. Uma pistola Taurus havia sido apreendida em São Miguel Paulista (na área do 22.º DP), em 2011. Ela estava à disposição da 19.ª Vara Criminal da Capital.

A segunda arma havia sido apreendida em 2010 em Cidade A. E. Carvalho (área do 64.º DP), referente a um processo da 4.ª Vara do Júri. A terceira havia sido encontrada pela polícia em 2010, na área do 51.º DP (Butantã) e estava relacionada a um homicídio, cujo processo corre no 5.º Tribunal do Júri. Outra arma apreendida era relacionada a um homicídio ocorrido no 47.º DP (Capão Redondo), cujo processo se encontra no 3.º Tribunal do Júri.CONTINUE LENDO NO BLOG DO LOMEU

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

PARABÉNS AOS MILITARES DA RODOVIÁRIA DE UBERLÂNDIA, ARMA E DROGAS...

Adolescente é flagrada em rodoviária com bagagem cheia de maconha.

Menina teria partido do Mato Grosso do Sul e pode fazer parte de uma quadrilha internacional de tráfico de drogas.

Fonte: O TEMPO



Jovem é detido com arma dentro de ônibus na rodoviária de Uberlândia.


Revólver calibre 32 e oito munições foram encontradas com o rapaz. Segundo a PM, suspeito tem passagens por tráfico.


Nesta terça-feira (21), um jovem de 20 anos foi detido por portar uma arma dentro de um ônibus no Terminal Rodoviário Castelo Branco em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Segundo informações da Polícia Militar (PM), passageiros do veículo, que seguiria para Goiânia, suspeitaram do rapaz.
Ainda de acordo com a PM, com ele foi encontrado um revólver calibre 32 e oito munições, ambos raspados. O autor, que tem passagens por tráfico, foi encaminhado para a delegacia.
Fonte: G1 Triângulo Mineiro

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Excelente ocorrência dos militares do 32°BPM - Uberlândia




Parabéns a PATRAN do 32°, comandada pelo CB Farnezi, que além de fazer a apreensão dos menores e da moto roubada, ainda repassou informações para o TÁTICO MÓVEL do 32°BPM, que apreendeu a arma. Posteriormente a guarnição do CB Anastácio, cujo integrante SD José Roberto foi o que aventou a possibilidade da arma, ter sido usada no roubo do mercado "Superprátiko". Posteriormente a funcionária deste comércio reconheceu a arma, o que pôde reforçar o flagrante. Com isso foram matados dois coelhos com uma uma cajadada...Sem vaidades, com união, respeito e liberdade as guarnições produzem. Mesmo em condições adversas, como a escala...Todos que participaram desta ocorrência, que se iniciou   no começo da tarde e varou a madrugada, estão, (estamos), de parabéns!!!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Brasil: produtor e exportador de armas

De maneira pouco transparente, governo incentiva crescimento da indústria. Ênfase é nas armas leves: Brasil é 4º maior exportador mundial. Levantamento inédito do Exército revela que nos últimos 5 anos, exportamos 4,5 milhões de armas

Por Daniel Santini e Natalia Viana, na Agência de Reportagem de Jornalismo Investigativo

Uma pequena lata metálica, arranhada e atirada ao chão, gerou o primeiro vexame diplomático brasileiro de 2012. Trata-se de uma lata de gás lacrimogêneo recolhida por ativistas pró-liberdade no Bahrein, no Golfo Pérsico, que estampava na lateral, em azul, a bandeira brasileira e os dizeres “made in Brazil”.
Há um ano o Bahrein tem sido palco de protestos pró-democracia da maioria xiita contra a monarquia sunita comandada pelo rei Hamad Bin Issa al-Khalifa. Os manifestantes têm sido reprimidos pelo exército do Bahrein e de países vizinhos. Pelo menos 35 pessoas morreram e centenas foram feridas.Continue lendo no Blog Arma Branca:>>>>>>>>>>>