Seguidores

Mostrando postagens com marcador ataque a pm. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ataque a pm. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 9 de abril de 2014

PM localiza suspeitos de matarem sargento do Corpo de Bombeiros em Uberlândia

Imagens do local, onde os policiais conseguiram chegar até a caminhonete roubada do sargento Matos, que perdeu a vida, na última segunda-feira, dia 7 de Abril. Na ação, bandidos trocaram tiros com a PM, nesta manhã de quarta-feira, dia 9, sendo que um jovem de 19 anos morreu, um suspeito ficou ferido e o terceiro e último foi preso após abordagem policial na cidade de Perdizes, no Alto Paranaíba. 

O GiroFoto de hoje é do nosso colaborador: Ronivon Santos 

Caminhonete que foi roubada no latrocínio ao Sargento BM Matos

terça-feira, 8 de abril de 2014

Sargento do Corpo de Bombeiros é morto após reagir a assalto


Sargento Matos
Um militar do Corpo de Bombeiros foi morto na noite desta segunda-feira, 7 de abril, após reagir a um assalto na Avenida Paulo Roberto Cunha Santos, no bairro Marta Helena, em Uberlândia.

De acordo com informações da Polícia Militar, o Sargento Luiz Alberto de Matos, chegava de uma viagem de Belo Horizonte na companhia da mãe e do filho de 8 anos quando decidiu guardar o carro em uma garagem próxima a sua residência.
A tentar abrir o portão, o militar foi surpreendido por três suspeitos armados que chegaram anunciando o assalto. De acordo com a mãe da vítima, Matos reagiu ao roubo, momento em que um dos suspeitos efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu o tórax da vítima.
Após o crime, os bandidos fugiram sem deixar pistas e até o fechamento desta matéria nenhum suspeito foi preso.
A vítima foi socorrida e levada ao Pronto Socorro da UFU em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Com este Latrocínio, a cidade de Uberlândia contabiliza 53 mortes violentas neste ano.
Por Paulo Vitor Gomes/ Poliana Mara/Estagiária

domingo, 23 de março de 2014

Famílias de policiais mortos pelo PCC não recebem indenização

CLIQUE E ASSISTA NO JORNAL DO SBT

Desde 2012 mais de cem policias forma assassinados pelo PCC quando estavam de folga. Por conta disso, foi criada uma lei que garante indenização as famílias desses profissionais. Mas o problema, é que ná prática as coisas não acontecem como deveriam. A reportagem é de Flávia Travassos. 

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Uberaba - MG: Policial é alvejado e seu parceiro reage matando o vagabundo com 5 tiros



Em Uberaba agora... um policial teve sua arma tomada após abordagem e levou três tiros ,o patrulheiro da viatura sacou a arma e matou o marginal com 5 disparos Ocorrência em andamento....Em tempo, o PM estava de colete que foi retirado para ser socorrido.Não tenho informações sobre o estado de saúde do policial.Agora do bandido este não rouba mais.

facebook.com/Marcos Maracanã


Militar é baleado e homem morre após troca de tiros em Uberaba


Um homem morreu, um militar foi baleado e um cinegrafista de uma emissora de TV agredido durante uma troca de tiros na tarde desta segunda-feira (24), no Bairro Amoroso Costa, em Uberaba. Segundo informaçoes da Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do Boa Vista, responsável pelo atendimento na região, a viatura se deslocava para uma ocorrência quando foi recebida com tiros por um criminoso na Avenida São Paulo.
Porém, testemunhas relataram para um cinegrafista da TV Integração, que o homem estava sob efeito de drogas e que havia agredido duas pessoas com um pedaço de pau. Além disso, quando os militares tentaram fazer a abordagem, o homem tomou a arma de um policial e disparou um tiro no mesmo. Em seguida, outro policial atirou no homem, que morreu no local.
O militar atingido foi encaminhado para o Hospital de Clínicas e o estado de saúde é grave.
Na hora do ocorrido, o cinegrafista da TV Alterosa, Marcelo Muriggi, também passava pelo local. Ele não estava à trabalho, mas afirma que acabou sendo agredido ao tentar registrar o fato. "Eu estava passando na hora e já estava à caminho de casa, mas parei para ver o que estava acontecendo. Para garantir as imagens, fui gravar com o celular. Eu não sabia que era um policial baleado. Quando eu comecei a registrar, um subtenente chegou me empurrando e deu um tapa no meu celular. Eles queriam me bater, dizendo que não era para filmar. Me empurraram, levei vários tapas e empurrões e fui ameaçado de morte por um policial à paisana que estava lá. Eles fizeram uma roda com vários policias para me agredir, vários oficiais assistindo e não fizeram nada. O policial que matou o bandido me conhecia e foi quem me salvou”, disse em entrevista ao G1.
Sobre este fato, a Polícia Militar informou à reportagem, por telefone, que os militares envolvidos na ocorrência e testemunhas estão sendo ouvidos no Batalhão e mais detalhes serão fornecidos após a apuração do caso.
Ainda conforme a PM, o policial responsável pelo disparo que matou o criminoso está detido.
Alex RochaDo G1 Triângulo Mineiro
Comento: O absurdo é o militar passar por todo esse estress de ver a morte de perto, sacar a arma para se defender e defender o seu parceiro de viatura, portanto já está configurada a legítima defesa, e mesmo assim ter que ficar detido esperando o relaxamento conforme despacho do juiz. É burocrático demais. E aqui não vai crítica a quem fez a prisão, mas, ao sistema legislativo em si. Senão mudarem as leis, em breve veremos a barbárie vencer a burocracia...em nome do quê? O estado é muito lento...porque a população através de seus representantes é mais ainda...reclamamos demais dos nossos políticos, mas, de fato o que fazemos para cobrá-los? Nossas condolências à família do sargento e nosso total apoio ao militar que reagiu e fez o que está na lei.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Participe: ROLEZINHO DA FAMÍLIA POLICIAL

PREZADA ESPOSA DE POLICIAL:
Você sabia que nestes vinte e sete dias do ano de 2014, já foram assassinados QUINZE policiais militares no estado de São Paulo, em razão de serem policiais? 
Que três policiais militares se suicidaram em razão de pressões advindas do fato de serem policiais?
Que pelo menos uma delas estava sendo perseguida por seus comandantes e havia sido transferida injustamente e tentava voltar para sua cidade de origem?
Que interesse seus comandantes tinham em que ela ficasse longe de sua cidade? O que eles ganhariam com isso?
Ela se "suicidar" resolveu o problema de seus comandantes, que tinham interesse em esconder esse fato e o real motivo - qual seria? - da sua transferência (a bem do serviço...)
Sabia que isso dá uma média de mais de uma morte a cada dois dias?
Sabia que o policial representa para o estado apenas um numeral de sete dígitos? Isso significa que ele é algo próximo a um em um milhão, ou seja, a perda de um policial representa um impacto para o estado, de 0,000001 (muitos zeros depois da vírgula, não é mesmo?), enquanto que para a família, representa um dano inestimável.
Seu marido tem conversado com a família a esse respeito? Se não o faz, é omisso...
Você entende que pode ficar sem ele de repente? Pense a respeito.
Quanto vale para os seus filhos, a vida do pai deles?
Então, minhas caras, eu as convoco para tomarem uma decisão que pode mudar a história da sua família:
Seu marido (filho, pai, esposa), por se tratar de militar, não pode reivindicar o direito à vida que lhe está sendo arrancado pelos marginais, sob pena de ser punido, preso, demitido e outras atrocidades que seus comandantes fazem para encobrir os erros do Estado, que deveria zelar pela sua vida e integridade física e não faz. Mas você, enquanto família e maior interessada que ele volte vivo pra casa, NÃO SÓ PODE COMO DEVE.
ESTÁ NA HORA DE DEFENDERMOS QUEM NOS DEFENDE.
VAMOS PRA RUA, FAMILIARES DE POLICIAIS. 
NÃO É POR CENTAVOS, MAS POR VIDAS.
NOSSOS HERÓIS ESTÃO SENDO ABATIDOS DIANTE DOS NOSSOS OLHOS.
PARTICIPE DOS MOVIMENTOS. DÊ A SUA CONTRIBUIÇÃO. MOSTRE O QUE É A FAMÍLIA...
Estejam conosco dia 05 de Fevereiro, a partir das 13:00 em frente à escola de sargentos.
Vai haver advogados trabalhando gratuitamente como voluntários, dando assistência jurídica, para garantir que abusos de superiores não sejam levados a efeito nesse dia.
NÃO SE OMITAM. CONTAMOS COM VOCÊS... Participe do "Rolezinho da Família Policial", dia 05 de fevereiro, quarta - feiraConcentração às 13 horas em frente a Escola Superior de Sargentos na Marginal Tietê. Todos deverão trajar roupas escuras, luto pelas centenas de policiais assassinados ou que cometeram suicídio pelo abandono social. Os profissionais da Segurança Pública precisam de leis mais severas para aqueles que matam policiais dentro ou fora do serviço. Compareça, traga sua família! Quem gosta de polícia é polícia e seus dependentes, pensionistas. REAJA FAMÍLIA POLICIAL!!!

sábado, 18 de janeiro de 2014

Rapaz é preso após atropelar sargento da Polícia Rodoviária - MG

foto de Nelson P.Duarte - Jornal do Sudoeste
Um motociclista que seguia pela rodovia BR 491 sentido São Sebastião do Paraíso – Monte Santo de Minas não obedeceu ordem de parada em blitz que era realizada pela Polícia Rodoviária Estadual e atropelou o sargento Júlio César por volta das 16h20 deste sábado.
Perseguido em operação que contou também com viaturas da Polícia Militar, Mateus
 Custódio Silva David, 23, foi preso na rua Duque de Caxias, depois de pular em alguns 
quintais e até subir em telhados. Estava acompanhado de um menor que foi apreendido.
 A moto foi furtada na madrugada de hoje em Itamogi.blogdarenata.com

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Vídeo: Polícia Civil divulga imagens da morte de militar em Campinas - SP

Ricardo Brandt - O Estado de S. Paulo
CAMPINAS - A Polícia Civil divulgou na tarde desta terça-feira, 14, imagens do assassinato do policial Aride Luis dos Santos, de 44 anos, horas antes das morte em série de 12 homens entre a noite do domingo e a madrugada desta segunda-feira, 13.
"A polícia divulgou as imagens do latrocínio do policial para pedir à população que, pelo disque-denúncia, aponte os responsáveis pelo crime. Pelo perfil das pessoas, quem as conhece poderá identificar", afirmou o secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira.
Em entrevista coletiva em Campinas, ele afirmou que 15 pessoas serão ouvidas entre terça e quarta-feira pela força-tarefa de policiais destacada para investigar o caso e defendeu a atuação da PM no Estado, apesar de não descartar o envolvimento de policiais nas chacinas.
A Polícia Civil tem como principal suspeita o envolvimento de policiais militares nos assassinatos, como represália à morte do colega no posto de combustível. Testemunhas da maioria dos crimes relataram ter visto os assassinos com toca ninja na cabeça e sobretudo escuro e coturno.
"Nenhuma hipótese está descartada. A Polícia Militar tem relevantes serviços prestados à comunidade e cerca de 90 mil homens. Portanto, uma instituição com esse tamanho, pode sim eventualmente ter pessoas que tenham desvios", afirmou o secretário.
"Por ora é muito cedo para afirmar algo. A polícia não vai descansar enquanto esse caso não for esclarecido, é compromisso de governo."

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Quartel da PM é invadido por 15, oito morreram durante confronto (no país da copa...)

No inicio da manhã desta segunda-feira (13) vários bandidos fortemente armados invadiram o quartel da Polícia Militar no município de Campo Novo - Rondônia, a cerca de 105 Km de Ariquemes, renderam os policiais e roubaram vários armamentos sendo 2 Fuzis, 01 escopeta calibre 12, várias pistolas .40, coletes e 01 viatura Toyota Triton da PM.

Durante a tomada do quartel da PM o soldado PM Ranvanelli foi baleado no abdômen e socorrido ao município de Buritis.


Após tomar o quartel da PM o bando tomou dois policiais como refém e passaram a realizar roubos em vários comércios da cidade inclusive os dois bancos da cidade.


Por volta das 08hs40min o bando saíram da cidade na viatura roubada sentido município de Monte Negro na BR 421 onde no Km 90 se depararam com guarnições do GOE do 7º BPM, Base Móvel, NI e guarnições que estavam de serviço nos municípios de Monte Negro e Ariquemes e se deslocavam para Campo Novo onde ouve intensa troca de tiros e 7 bandidos foram mortos e segundo informações policiais o oitavo bandido conseguiu fugir e possivelmente está baleado.


Policiais Militares do GATE de Porto Velho desceram de avião para Buritis de onde pegaram viaturas locais e desceram para o município de Campo Novo.

APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
Clique aqui e veja mais fotos no portal alertanoticias.com.br imagens fortíssimas!!!

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Tráfico expulsa três policiais de casa, em favela do Rio


O terror começou no último fim de semana. Foi quando traficantes do morro da Caixa d’Água, em Mesquita, passaram a ameaçar três PMs que moram na comunidade. E na porta de casa. Segundo o relato dos policiais, que não quiseram se identificar, os bandidos chegavam na parte da noite, armados de pistolas e fuzis, e montavam guarda em frente às casas dos PMs. Temendo por suas vidas e de suas famílias, eles deixaram os imóveis no início desta semana.


— Os traficantes passaram as madrugadas de sábado e domingo na porta de nossas casas. É uma intimidação que assusta e indigna muito. Minha mulher está grávida de oito meses e não posso arriscar. Tive que sair de lá — disse um soldado, de 29 anos, que saiu de casa na segunda-feira.

No dia seguinte, foi a vez de um sargento ir com a família para a casa de parentes, fora da Caixa d’Água, onde nasceu e foi criado.

— Meus filhos não conseguem mais dormir, estão todos atordoados. Esta situação é um absurdo e chega a ser vergonhosa. Não quero ter que deixar a minha casa de vez — revelou o sargento que está na corporação há cerca de 12 anos.

Os PMs não chegaram a ser abordados por traficantes, mas seus parentes, sim. Foi por meio deles e de vizinhos que as ameaças chegaram.
— São piadas como: “avisa para ele sair, senão vai ser morto” e “é a gente é que manda agora aqui”. Os vizinhos nos ligam a todo momento para avisar que estão rondando nossa casa. Todos estão aterrorizados — conta um dos policiais.



terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Sargento da PM é baleado durante tentativa de assalto a padaria


Militar percebeu a ação e tentou reagir, mas acabou sendo atingido pelo suspeito; policial foi socorrido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, no centro de Belo Horizonte, e não corre risco de morrer.

Um sargento da policial militar foi baleado na noite desta segunda-feira (6), no bairro Marajó, na região Oeste de Belo Horizonte, durante uma tentativa de assalto a uma padaria. Os dois suspeitos de terem praticado a ação permanecem foragidos. 

De acordo com a assessoria da Polícia Militar (PM), o policial estava de folga e resolveu fazer um lanche em uma padaria que fica próximo a casa em que mora, na rua Orquídea, quando percebeu a movimentação estranha. Ele identificou que se tratava de um assalto e reagiu, mas acabou sendo baleado.

Os dois assaltantes gastaram doze segundos para abordar o caixa do estabelecimento, balear o policial e fugir. As imagens das câmeras de segurança do estabelecimento serão usadas durante as investigações. 

O militar foi socorrido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, no centro de Belo Horizonte, e não corre risco de morrer. Ainda não há informações sobre os suspeitos. 

FONTE: O TEMPOO Tempo

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Homem rouba arma do policial e dispara várias vezes em Copacabana


Troca de tiros pouco antes do Réveillon deixou feridos em Copacabana (Foto: Daniel Silveira/G1)
Uma troca de tiros na Avenida Nossa Senhora de Copacabana deixou pelo menos cinco feridos no fim da noite desta terça-feira (31), poucos minutos antes da queima de fogos do Réveillon. O tiroteio começou depois que um homem que discutia com a mulher retirou a arma de um policial militar. Outros policiais reagiram.

A informação de que um policial teve a arma tomada antes do início do tiroteio foi confirmada pela própria mulher do suspeito, na 12ª DP  (Copacabana), para onde ela foi levada.
Entre os feridos, segundo policiais, está um PM. O suspeito de tomar a arma, identificado como Adilson Rufino, 34 anos, foi baleado e levado para o Hospital Miguel Couto. Rosilene de Azevedo, 37 anos, a mulher de Adilson, disse que estava sendo enforcada pelo marido quando os policiais o abordaram.
"Foi ciúmes do meu marido. Ele estava me enforcando e pedi socorro para a polícia. Eles chegaram batendo nele e não precisavam ter feito isso. Acabou tomando a arma de um dos policiais", contou à imprensa Rosilene, que, além do marido, estava acompanhada por duas crianças no momento do tiroteio.
O tiroteio aconteceu na altura da Rua República do Peru. O chão ficou sujo de sangue e foi isolado pela PM.
Às 3h30 desta quarta-feira (1), a mãe de uma das vitimas atingidas no tiroteio, Luciana Resse aguardava o filho, Renato, de 15 anos, no Hospital Miguel Couto. Ela confirma que os disparos aconteceram após uma briga de casal, e que um suspeito se atracou com um PM e acabou sacando uma arma: "Ele saiu atirando pra todo lado". Renato foi atingido no ombro, mas segundo Luciana, passa bem.
Daniel Silveira e Gabriel BarreiraDo G1 Rio
Comento: Isso acontece no país que vai sediar a copa e as olimpíadas..."welcome"

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Homem invade quartel no RS e tenta esfaquear policial militar

Um homem de 21 anos invadiu nesta quarta-feira (20) o quartel da Brigada Militar de Coronel Bicaco, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul, e, com uma faca, tentou atingir o policial que estava de serviço. De acordo com a polícia, os dois entraram em luta corporal. Um outro policial que estava no prédio ouviu o barulho e, com uma arma taser, disparou um choque contra o homem.
O suspeito foi encaminhado para a Polícia Civil, onde foi constatado que se tratava de um dependente químico com extensa lista criminal. Após ser ouvido, ele foi liberado. A Polícia Civil registrou na ocorrência lesão corporal.

domingo, 10 de novembro de 2013

Na terra do senador Sarney, PM é executado dentro do posto policial

Fato aconteceu após o posto policial onde o PM estava ser metralhado.

SÃO LUÍS – O policial militar Francinaldo Sousa Pereira morreu depois de o trailler, onde ele estava, ser metralhado por bandidos no Bairro Vilanova, na área Itaqui-Bacanga. A informação foi confirmada pelo delegado titular do Anjo da Guarda, Valter Vanderley. Segundo populares, a ação teria ocorrido no início da noite e, além da morte do PM, outros militares que estavam no local, além de moradores teriam sido feridos pelos criminosos.
Ainda não há informações sobre quem teria organizado o ataque ao posto. Quase ao mesmo tempo, desta vez no Bairro de Fátima, outro posto da polícia foi alvejado por bandidos, de acordo com o comandante do policiamento na região, coronel Pereira.
maranhaonews
Foto facebook
Com a morte de hoje, já chega a 12 o número de policiais mortos no Maranhão.
Em nota a secretaria de Segurança Pública informou que o Serviço de Inteligência, o Batalhão de Choque e o Grupo Tático Aéreo (GTA) fazem as buscas pelos criminosos.
Veja, a seguir, a nota:
A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) informa que o Serviço de Inteligência, com apoio de homens do Batalhão de Choque e do helicóptero do Grupo Tático Aéreo – GTA, que está sobrevoando áreas de São Luís, está à procura dos envolvidos na morte do soldado Francinaldo Sousa Pereira, durante ataque, neste sábado (9), a um traillerda polícia, na Vila Nova.
A ação da SSP busca identificar, ainda, criminosos, que também num ataque a outro trailler da polícia, balearam o sargento Marco Antonio Correa Cutrim e uma moradora no Bairro de Fátima. Ambos foram levados para o Centro Cirúrgico do Socorrão I.
(imirante.com)

sábado, 9 de novembro de 2013

Marginais que derrubaram helicóptero da PM no Rio, são inocentados...

Helicóptero da PM abatido: três policiais militares mortos na açãoMais de quatro anos após um helicóptero da Polícia Militar ser abatido por traficantes no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, pelo menos dez criminosos transferidos para presídios federais fora do Rio sob suspeita de terem participação no episódio continuam em unidades de segurança máxima, mesmo depois de terem se livrado das acusações.

Investigados por participação na guerra entre facções rivais e o ataque à aeronave, os bandidos não foram sequer denunciados pelo Ministério Público estadual.

Nessa mesma situação, Marcio Batista da Silva, o Dinho Porquinho, e Levy Batista da Penha, o Baby, conseguiram, após recursos no Superior Tribunal de Justiça, deixar as unidades federais. Suas defesas alegaram que as suspeitas de participação deles no episódio não foram comprovadas. Os advogados de Dinho, na defesa de outros cinco presos que ainda estão fora do Rio, tentam estender a decisão do STJ para os outros clientes. Ainda não houve, no entanto, decisão.

- Eles foram transferidos por suspeitas que nunca se confirmaram. É um absurdo. Está havendo abuso. Não há critério de análise pela Secretaria de Segurança e Vara de Execuções do Rio - protesta a advogada Cristina Rissi Pienegonda, que defende dois dos presos.

Os presos
O grupo que permanece fora do Rio pelo episódio: Edgar Alves de Andrade, Fabio Pinto dos Santos, Nei da Conceição Cruz, Ocimar Nunes Robert, Wilton Carlos Rabello Quintanilha, Marcelo Fonseca de Souza, Marcos Marinho dos Santos, Bruno da Silva Loureiro, Odir dos Santos e Edilson Lourenço de Azevedo.
Quatro traficantes serão levados a Júri Popular pelo caso: Luiz Carlos Santino da Rocha, o Playboy, Magno Fernando Soeiro Tatagiba de Souza, o Magno da Mangueira, Fabiano Atanázio da Silva, o FB (foto), e Leandro Domingos Berçot, o Lacoste. Todos estão presos, mas só três em unidades federais. Em 17 de outubro de 2009, a aeronave Fênix 3, da PM, foi abatida por criminosos que estavam em guerra pelo controle do Morro dos Macacos. Três policiais morreram na operação.

Segundo a Justiça, presos são perigosos
As idas dos dez presos para unidades federais foram pedidas pela Secretaria de Segurança do Rio. Os prazos para permanência nas unidades duram 365 dias. No fim do período, a Vara de Execuções Penais do Rio, com base em informações de inteligência, pede a renovação nas penitenciárias.

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio disse que os dez presos são perigosos, respondem a processos e já foram condenados em outros. Por isso, mantê-los fora do estado é essencial para manter a ordem pública. Já a Secretaria de Segurança disse pedir a permanência dos presos quando identifica que eles são de alta periculosidade ou exercem influência na região onde vivem. O órgão não falou sobre a situação de cada um dos dez presos, alegando que se tratam de informações de inteligência.


sábado, 12 de outubro de 2013

Ameaça de ataques a policiais de São Paulo (no país da copa...)


Vinícius Leonetti
Senhoras e Senhores Policiais Militares, 


Venho através desta, informar, que foi interceptadas ligações telefônicas de  uma Facção criminosa, que age dentro e fora dos Presídios do Estado de SP. Onde podemos estar na iminência de ataques contra integrantes de nossa instituição. Pedimos à todos o cuidado no deslocamentos para seus lares e nossa ida e volta ao serviço. No deslocamentos de Viaturas, bem como no seu Pontos de estacionamentos. Juntos e com o setor de inteligencia da Policia Militar, estamos fazendo o Possível para minimizar os riscos.


Que Deus esteja conosco.
Conte com o Comando.
A intranet é o seu canal oficial de comunicação.
BENEDITO ROBERTO MEIRA

CEL PM COMANDANTE GERAL