Seguidores

Mostrando postagens com marcador barbárie. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador barbárie. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

'Quem não reagiu está vivo', diz Alckmin sobre ação da ROTA

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) defendeu na manhã desta quarta-feira (12) a ação da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar) que terminou com nove suspeitos mortos na terça-feira (11). "Quem não reagiu está vivo", afirmou Alckmin.


A operação ocorreu em um sítio em Várzea Paulista, cidade que fica a 54 km da capital paulista. Segundo a PM, uma denúncia anônima apontou que traficantes fariam no local o "julgamento" de um estuprador. CONTINUE LENDO NO G1

Comentário do blog: O "TRIBUNAL DO CRIME" serve para demonstrar o quanto nosso sistema judiciário é falido, lento, com leis arcaicas e anacrônicas. Quando é criada uma comunidade para fazer justiça é porque o Estado oficial já não existe há tempos. Esse estado fica vivinho da silva, na voracidade com que cobra os impostos e no desespero de se perpetuar no poder através do voto obrigatório. Passado a turbulência das eleições, tudo volta como era antes, caos, pânico e terror. A imprensa bem que podia visitar a família da garota que foi estuprada, mas, o sensacionalismo distorce as posições e "coitado" do estuprador...sequer foi identificado, para que outras eventuais vítimas fossem reconhecidas. Que ética é essa, onde quem vive a margem da lei, é que está zelando pelo nosso direito de ir e vir? Não vai demorar muito, irão fazer sindicatos...pois as milícias já existem...era dos bárbaros...ou olho po olho dente por dente...

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Garçom é preso após esfaquear, mutilar e fritar fígado de cabeleireiro em Alfenas

 Um cabeleireiro de 25 anos foi brutalmente assassinado dentro da casa dele no início da madrugada desta quinta-feira (25) em Alfenas, no Sul de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, após ser esfaqueada, a vítima teve o crânio amassado e a genitália e a ponta do nariz cortadas. Segundo os militares, um garçom de 20 anos foi preso horas depois do crime e confessou que, após cometer os atos de violência, ainda retirou as vísceras e o fígado do cabeleireiro. De acordo com a PM, suspeito e vítima eram namorados.
Conforme o garçom, ele teria colocado o fígado em uma frigideira e fritado o órgão. No entanto, afirmou que não conseguiu mastigar ou engolir o fígado,  momento esse que decidiu fugir da residência da vítima, que fica no centro da cidade.
O corpo do cabeleireiro foi encontrado caído atrás do sofá da sala depois que uma vizinha da vítima notou que havia sangue escorrendo na garagem da casa, além de manchas nas paredes. Assustada, a mulher acionou a polícia, que conseguiu prender o garçom na hora em que ele saía da residência dele, no bairro Vila Formosa. Após buscas, foram encontradas duas facas na cintura do suspeito.
Conforme a PM, o crime chocou a cidade e, ao ser detido, o garçom alegou que a vítima teria tentado manter relações sexuais com ele. Durante depoimento, o suspeito revelou que, antes de matar o cabeleireiro, ele bebeu vinho e fez uso de crack e calmantes na companhia da vítima. Ainda de acordo com o depoimento do garçom, os atos de violência foram iniciados quando um outro homem teria chegado na casa do cabeleireiro e o chamado para sair, mas a vítima o segurou pelo braço e não permitiu que deixasse a casa.
O garçom foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Alfenas. A terceira pessoa que, de acordo com o suspeito, teria presenciado todo o crime ainda não foi localizada.
Após o trabalho da perícia, o corpo da vítima, que havia sido demitida há três dias do salão de beleza que trabalhava, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).


OTEMPO.COM.BR