Seguidores

Mostrando postagens com marcador blitz. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador blitz. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

AGENTE QUE PAROU JUIZ EM BLITZ DA LEI SECA É CONDENADA A INDENIZÁ-LO EM R$ 5 MIL


Para Justiça, servidora agiu com abuso de poder ao dizer que ‘juiz não era Deus’

Por Julia Affonso

Uma agente de trânsito do Detran do Rio de Janeiro foi condenada pela Justiça a indenizar um juiz em R$ 5 mil, por danos morais. Em fevereiro de 2011, a servidora trabalhava na Operação Lei Seca no Leblon, zona sul do Rio, quando parou o magistrado em uma blitz.

Para a Justiça fluminense, a agente agiu com abuso de poder ao abordar o juiz, que estava sem a carteira de motorista e conduzia um carro sem placas e sem documentos. Na sentença, desembargador responsável pelo caso afirma que a servidora ofendeu o juiz, “mesmo ciente da relevância da função pública por ele desempenhada”. Ela teria dito que ele era “juiz, mas não Deus”. Continue lendo no blog cinenegocioseimoveis

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Tenente Coronel PM fura blitz e ocorrência é “apagada” (você sabe com quem está falando?)



Três aprendizados sobre o funcionamento de algumas engrenagens “clandestinas” da segurança pública brasileira no vídeo a seguir: 1) Há policiais que se acham e agem como se estivessem acima da Lei; 2) Muitos policiais cometem ilegalidades com receio de punição e retaliação; 3) Alguns policiais admitem ignorar a Lei em prol de um corporativismo danoso à sociedade e às polícias.ganhar dinheiro


Comento: É comum esse tipo de "porcorativismo". Em muitos casos acontecem com civis que são amigos dos reis. Já teve caso de veículo apreendido já estar na plataforma do guincho e ser retirado por ordem superior; porque o carro era de um amigo. No caso da reportagem, está claro a censura, impedindo inclusive os policiais de darem entrevistas, sobre o pretexto de "orientação" da Secretaria de Segurança...isso é nojento, ridículo e demonstra o quanto há na sociedade brasileira dois pesos, duas medidas. Parabéns ao sargento que agiu não de acordo com as ordens ilegais do oficial, mas, de acordo com o CTB - Código de Trânsito Brasileiro. E depois ainda me vem alguns que defendem o militarismo...onde a máxima "você sabe com quem está falando" é regra. Tomara que o MP ainda abra uma denúncia por falsa denuncia de crime, contra o Tenente Coronel que tentou inverter os fatos e incriminar os Praças.

domingo, 8 de julho de 2012

Juiz é abordado em blitz e discute com policiais em Porto Alegre



Parado em uma blitz de trânsito na noite de terça-feira, o juiz Márcio André Keppler Fraga, da Vara Criminal do 4º Distrito de Porto Alegre, desentendeu-se com um policial militar e acabou assinando um termo circunstanciado por desacato a autoridade.

O juiz foi parado na avenida Diário de Notícias por volta das 20h. De acordo com a BM, ele não portava o documento obrigatório do veículo, mas informou que o imposto estava pago e o comprovante ficara na casa de outra pessoa. Fraga teria pedido para buscar o documento, o que foi negado pela BM. O juiz teria, então, reclamado da postura do policial.

Segundo a BM, Fraga teria dito que a situação era “uma palhaçada”. O juiz nega ter desacatado: “O policial foi 


truculento, ele foi arrogante”. Após o impasse, o pai do magistrado chegou com o documento, o que evitou o registro da infração. O termo, entretanto, foi assinado como condição para a liberação do veículo.

No fim da tarde de ontem, o juiz convocou jornalistas para falar sobre o caso. Ele disse que entrará com uma denúncia na Corregedoria da BM sobre o suposto abuso de autoridade. A Ajuris (Associação dos Juízes do Estado) prestou “irrestrita solidariedade ao magistrado”.
A associação informou que acompanhará a apuração dos fatos, uma vez que “o que se vislumbra são indícios de uma ação policial abusiva”. 


Fonte: Blog do Ronald Coelho

domingo, 24 de junho de 2012

Jogador RICHARLYSON perde CNH em blitz, por embriaguez


O jogador de futebol Richarlyson, que atualmente faz parte do elenco do time Atlético Mineiro, foi detido durante a madrugada deste domingo (24) no centro de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, o jogador foi flagrado dirigindo com sinais de embriaguez, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. Apesar da negativa, de acordo com militares do  Batalhão de Trânsito, o atleta, de 29 anos, admitiu ter ingerido bebida alcoólica.


O jogador foi parado na avenida Olegário Maciel, depois que policiais notaram que o Porsche Cayenne V6, com placa de Porto Alegre, que Richarlyson dirigia estava com os faróis apagados. O carro de luxo pertence ao irmão do atleta,  que é atacante do Vasco.

O jogador teve a carteira de motorista apreendida e foi encaminhado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (DETRAN/MG), além de ter sido multado. Richarlyson, que apresentava hálito etílico, voz arrastante e olhos vermelhos, também se recusou a comparecer ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames.

O carro de Richarlyson foi tirado do local da abordagem pela namorada dele, que o acompanhava na hora do flagrante.
O jogador foi abordado por volta de 5h50 e liberado em menos de duas horas.

Fonte: TABATA MARTINS
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline

quarta-feira, 6 de junho de 2012

BLITZ DO 32° BPM, MUITO OPERACIONAL, PARABÉNS!!!



Programa Chumbo Grosso



Um rapaz foi preso no início da noite desta terça-feira (5), com 35 pedras de crack escondidas dentro da cueca. A Polícia Militar realizava uma blitz na avenida Elpídio Aristides de Freitas, bairro Roosevelt, quando parou um mototaxista com Maicon Silva na garupa. Desconfiados do rapaz, a PM realizou busca pessoal e encontrou as drogas dentro de uma latinha, nas partes íntimas dele.

O rapaz de aproximadamente 19 anos disse que é apena usuário. “Eu ia usar só. Não tem problema, não mata não”, afirmou. Maicon tem passagens por tráfico e estava preso há pouco tempo, segundo informou o soldado Márcio Ferreira.

Reportagem: Carolina Vilela - UIPI

sábado, 28 de abril de 2012

Carro do jogador Luis Fabiano é apreendido com R$ 10 mil em multas

audi Luís Fabiano (Foto: Rafael Brito/Futura Press)
Carro foi apreendido em blitz da PM na Zona Norte (Foto: Rafael Brito/Futura Press)
audi Luís Fabiano (Foto: Rafael Brito/Futura Press)

















A Polícia Militar apreendeu na manhã deste sábado (28) o carro do jogador Luis Fabiano, do São Paulo. O veículo de luxo, um Audi, segundo a PM, tem R$ 10 mil em multas. A carteira de motorista do jogador está suspensa, segundo a PM, porque possui 37 pontos. A assessoria de imprensa de Luis Fabiano confirmou a apreensão e informou qua emitirá ainda neste sábado uma nota para comentar assunto. A assessoria do São Paulo não foi localizada até as 11h40.


Luis Fabiano foi abordado em uma blitz na Avenida Marquês de São Vicente, próximo à Ponte Julio de Mesquita Neto, na Zona Oeste da capital paulista. Ainda segundo a PM, o Audi estava sem a placa dianteira e a traseira estava fora dos padrões.

O jogador foi liberado e o automóvel, levado para um pátio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), no limite entre São Paulo e Guarulhos, na região metropolitana.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Gravação mostra vereador do ES tentando liberar moto em blitz, diz PM

O presidente da Câmara do município de Muqui, no Sul do Espírito Santo, Eros Pruculi, é suspeito de ter negociado a liberação da motocicleta de um amigo, apreendida durante uma blitz da Polícia Militar, nesta quarta-feira (28). O veículo apresentava uma série de irregularidades e o condutor não possuía a carteira de motorista. O capitão da Polícia Militar disse que vai entrar na Justiça contra o político, que além de ser vereador é também. O G1 tentou entrar em contato com o vereador, mas as ligações não foram retornadas. A reportagem da TV Gazeta foi até a Câmara, mas ele não estava. Na casa do vereador, ninguém atendeu.

O pedido pela liberação da moto foi feito através de ligação telefônica, que foi gravada pelo capitão Nério da Silva Filho. "A motocicleta estava com o licenciamento vencido, o condutor não possuía CNH e não havia possibilidade legal nenhuma de a polícia liberar um veículo nesse estado para transitar pela cidade", explicou.

Morte de traficante suspende aulas em escola pública da Serra, ES Homem suspeito de atacar mais de 10 mulheres é preso no Sul do ES Após assalto, criminosos fogem em alta velocidade e capotam carro no ES Homem é assassinado com dois tiros na Grande Vitória Preso homem acusado de ser o maníaco sexual em Cachoeiro, ES Diante da negação do militar, o presidente da Câmara ainda ameaçou o capitão durante a chamada gravada. "A partir de hoje, então, a Câmara Municipal não recebe PM lá. O senhor tem seu direito por ser comandante, manda em Muqui, pode fazer e desfazer de mim, agora da mesma forma eu não quero PM na minha Câmara. Fique com Deus e tenha um bom dia", disse o vereador.

O capitão Nério afirmou que vai entrar na Justiça contra o político. "Nunca passei por nenhum tipo de situação semelhante à essa que aconteceu ontem", frisou o policial.

O Ministério Público informou que recebeu a denúncia e que está investigando o caso. Foi pedido à Polícia Civil que abra um inquérito para realizar a perícia no telefone e ouvir as testemunhas. Caso seja constatada alguma irregularidade, as devidas providências serão tomadas
 
G1/ES