Seguidores

Mostrando postagens com marcador bonde tombou. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador bonde tombou. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

No país da Copa: Bonde do Rio que tombou, tinha arame ao invés de parafuso

Policiais envolvidos na investigação que apura as causas do acidente com o bonde de Santa Teresa, Centro do Rio - que deixou cinco mortos e 53 feridos no sábado - vão começar a ouvir depoimentos de testemunhas. Como os acidentados ainda não têm condições de falar, os primeiros a serem ouvidos serão pessoas que presenciaram o ocorrido.

No domingo, foi feita uma perícia no bonde, que descarrilou e tombou na Rua Joaquim Murtinho. A análise foi acompanhada por engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), que constataram desgaste em peças e a ausência de sinais de que as rodas frearam, apesar de o freio ter sido acionado. Um arame no lugar de um parafuso também flagrado mas, segundo o vice-presidente do Crea, Luiz Antônio Conseza.

Jornal do Brasil

sábado, 27 de agosto de 2011

Sobe para cinco o número de mortos no acidente do bonde de Santa Teresa

De acordo com o comandante do Destacamento de Bombeiro Militar 1/1º GSFMA de Santa Teresa, Fábio Couri, subiu para cinco o número de mortos no acidente com o bondinho de Santa Teresa. Quatro vítimas morreram no local. Uma delas chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Por O Globo
Agência O Globo
**********************************************************************************
 
Nº de feridos em acidente vai a 53; bonde só poderia levar 32

Luís Bulcão/Rio de Janeiro
 
Foto: Felipe O''Neill/O Dia
O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro elevou para 53 o número de feridos no acidente com um bonde em Santa Teresa, na zona sul da capital fluminense. O dado confirma a hipótese de superlotação da composição, que tem capacidade para 32 pessoas. "É claro que teve uma grande colaboração no acidente", disse o comandante dos Bombeiros, coronel Sérgio Simões. Cinco pessoas morreram no acidente.

A mudança nos números de feridos se deve a um resgate realizado pela Polícia Militar, que não havia sido contabilizado pelo Corpo de Bombeiros. Após o acidente, ocorrido por volta das 16h, a PM estacionou um ônibus no local e levou 26 pessoas para hospitais. Os bombeiros socorreram outras 27. De acordo com Simões, 10 estão em estado grave - seis internadas no hospital Souza Aguiar, dois no Miguel Couto e dois no Andaraí.

O bonde fazia o trajeto Lapa-Santa Teresa, na zona sul do Rio de Janeiro. Informações preliminares apontam que a composição teria perdido o controle e batido em dois postes antes de tombar. Quatro das cinco vítimas morreram logo após o tombamento e uma delas, a caminho do hospital. Uma das vítimas é o condutor do bonde.

O secretário estadual de Transporte, Julio Lopes, foi vaiado ao chegar no local do acidente. Ele disse que há informações de que o bonde estaria superlotado. "A questão da superlotação e do uso inadequado é algo que nos preocupa muito e temos informações preliminares de que o bonde estava muito cheio", afirmou.

"Esse bonde número 10 é antigo e não havia sido submetido à reforma. Não é da mesma geração daquele que se acidentou recentemente", disse o secretário se referindo ao acidente ocorrido em junho deste ano, quando um turista francês morreu ao cair do bondinho. Charles Damien Pierson, 24 anos, estava com uma alemã que havia conhecido na noite anterior e caiu de uma altura de 15 m dos Arcos da Lapa.

O secretário admitiu após o acidente que existe uma série de problemas no sistema. "Já vínhamos nos preocupando com o funcionamento do bonde. Precisamos reordenar o uso, há uma série de problemas no sistema."

O comandante do Corpo de Bombeiros e secretário de Defesa Civil, Sérgio Simões, disse que o atendimento realizado pelo Corpo de Bombeiros do bairro foi rápido, e o maior problema (feridos mais graves) estava na lateral direita do bonde, lado para o qual tombou. Ele afirmou ainda que ninguém ficou preso nas ferragens e os corpos retirados com facilidade.

Com informações da Reuters/
Notícias.Terra.com