Seguidores

Mostrando postagens com marcador briga na ufu. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador briga na ufu. Mostrar todas as postagens

sábado, 10 de setembro de 2011

No país da Copa: De volta à Lapa antiga, até com briga de facão

Travestis armam confusão na frente de guardas municipais, que não contêm tumulto
POR FERNANDA ALVES
Rio - Até parecia a Lapa dos anos 30, do transformista Madame Satã. Cenas de duelo com faca foram flagradas por equipe de O DIA na madrugada de quarta-feira. Quatro travestis, um armado com facão, discutiam em frente ao posto de Secretaria de Ordem Pública e diante de guardas municipais, que não conseguiram conter a briga.
O conflito só acabou meia hora depois, quando a PM chegou. Roubos, furtos e brigas tiram a paz de quem escolhe as noites boêmias da região para se divertir. De janeiro a junho, 3.515 furtos e 1.001 roubos (com uso de arma) já foram registrados na delegacia da área, a 5ª DP (Mem de Sá).
Susto para turistas
A discussão entre os travestis ocorreu na Rua Mem de Sá, ao lado dos Arcos da Lapa, principal ponto turístico do bairro. Turistas e frequentadores se assustaram com as cenas. Para a presidente da Associação de Travestis e Transexuais da Lapa, Luana Muniz, a falta de segurança do bairro proporciona esses episódios. “Já corri atrás de ‘craqueiro’ ladrão por falta de policial”, revela.
Foto: Reprodução de vídeo
Sem se aproximar, guardas municipais tentam conter a investida furiosa do travesti armado de facão. Confusão foi em frente ao posto da Seop | Foto: Carlos Mancuso / Agência O Dia
Moradora da Lapa, a jornalista Monique Ferreira, 22 anos, foi assaltada no bairro há dois meses e evita andar sozinha desde então. “Só colocam policiamento nas ruas principais, onde passam turistas”, reclama.
O presidente do Polo Novo Rio Antigo, associação de comerciantes da região, Ismar Manso, critica o pouco efetivo de PMs e guardas municipais nas ruas do bairros. Mas pede agentes capacitados. “Já ouvi reclamações de pessoas assaltadas na frente de guardas e policiais e que eles não fizeram nada”, revelou. Seu restaurante no bairro já foi assaltado duas vezes.
‘Eles deviam ter atitude mais incisiva’
O comandante da Guarda Municipal, coronel Lima Castro, informou que enviará o vídeo para a Corregedoria da instituição e os agentes terão que prestar esclarecimentos. “Eles deviam ter tido atitude mais incisiva, desarmando o agressor e o encaminhado à delegacia”. E garantiu que as rondas com a Polícia Militar, suspensas desde o fim do 13º BPM (Praça Tiradentes), serão retomadas no bairro.
Fonte: ODIA
http://odia.terra.com.br/portal/tvodia/videos/O_DIA_ONLINE_TV_O_DIA_tumulto_na_lapa.shtml