Seguidores

Mostrando postagens com marcador carteira funcional. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador carteira funcional. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Policial é preso após dar 'carteirada' e sacar arma para retirar carro no Rio

O sargento da Polícia Militar Arley Ribeiro Silva foi preso administrativamente suspeito de entrar armado em um depósito da Prefeitura do Rio para retirar seu carro. O policial esteve no 9º BPM (Rocha Miranda) para prestar esclarecimentos, nesta sexta-feira (21). O comando do batalhão irá apurar o episódio.
De acordo com uma reportagem publicada pelo jornal O Globo, ele teria invadido, na madrugada de quinta-feira (20), armado com uma pistola, o depósito municipal de veículos rebocados da Secretaria da Ordem Pública (Seop), no Recreio dos Bandeirantes. Ele teria se identificado como major e ameaçado os funcionários.
Arley Silva retirou seu carro, que tinha sido rebocado, na quarta-feira (19), depois de ser encontrado pela fiscalização estacionado em local proibido.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

AGENTES PENITENCIÁRIOS DE MONTES CLAROS LUTAM PARA GARANTIR NA IDENTIDADE FUNCIONAL O LIVRE ACESSO



Art.  7º É obrigatório o registro, na correspondente carteira de identidade funcional, com validade em todo território nacional, da  autorização do LIVRE porte de arma de fogo a que faz jus o  ocupante do cargo efetivo de Agente de Segurança Penitenciário(10.826/2002) APROVAÇÃO DA PLC 87/2011e garante o LIVRE acesso aos locais sujeitos à fiscalização da Polícia aos integrantes do quadro efetivo dos Agentes de Segurança Penitenciário, terá validade em todo território nacional e constará na carteira de identidade funcional do servidor, (Aprovação de Lei) e sujeita seu portador, no que couber, aos deveres funcionais inerentes ao seu cargo na forma da  Lei  Federal  nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003, e  da  Lei  nº 14.695, de 2003.

Nobres colegas, vamos conquistar esse direito, pois somos operadores da segurança pública mineira. Isto é, estamos carentes de representantes, mas iremos vencer essa batalha, pois somos FORTES.

ALEXANDRE GUERREIRO
PRESIDENTE DA AASPESEN-MG