Seguidores

Mostrando postagens com marcador cigarro de maconha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cigarro de maconha. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Marlboro M - lançamento de cigarro de maconha

malboro de maconhaA Phillip Morris, o maior produtor de cigarros do mundo, responsável pela marca Marlboro, anunciou hoje que vai aderir ao movimento de legalização da maconha e começar a produzir cigarros com a planta.
Comercializados sob a marca “Marlboro M”, os cigarros serão inicialmente disponibilizados para venda através de lojas licenciadas nos Estados Unidos, Uruguai e Holanda.
O inicio da comercialização no Brasil deve acontecer ainda em 2014 nas vésperas da copa do mundo. Falta apenas a autorização para comercialização, visto que como produto importado, não seria barrado independentemente da composição química.
Ivone Uman, Vice-Presidente de Marketing da empresa disse em uma entrevista que “a ideia do marketing era lançar o cigarro cannabis daqui a alguns anos, mas com a legalização nos estados do Colorado e Washington aceleramos o desenvolvimento deste novo produto”.
Uman acrescentou que eles começaram a entrar em contato com ex-chefes do tráfico no México e Paraguai, atualmente os maiores produtores de maconha do mundo, para a possibilidade de criação de um anel de distribuição em todo o Norte e continentes da América do Sul, para simplificar as linhas de abastecimento.
Uma vez que apenas os produtos do tabaco são atualmente proibidos em anúncios e promoções nos Estados Unidos, a Phillip Morris reservou um enorme orçamento de publicidade 150.000.000 de dólares apenas para promover o novo “Marlboro M” e agora estão negociando com grandes redes, para iniciar a distribuição do produto ao consumidor em fevereiro deste ano.
Ivone também revelou que ações de marketing em intervalos da NBA e da NFL já estão em desenvolvimento.
Não será nenhuma surpresa se virmos anúncios do Malrboro M durante os intervalos da Copa do Mundo de 2014.
As ações Phillip Morris na bolsa de valores de NY bateram recordes históricos nas últimas semanas subindo de 83 para 998,00 dólares por ação.