Seguidores

Mostrando postagens com marcador conflito. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador conflito. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Militares do Exército tentam invadir quartel da PM na cidade de Caravelas O processo movido pela PM será encaminhado ao Ministério Público

Um grupo de militares do Exército tentou invadir na madrugada deste domingo (16) o quartel da Polícia Militar da cidade de Caravelas, localizada a 822 km de Salvador.

Segundo informações do capitão Luis Cláudio da 4ª Cia do 13º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Teixeira de Freitas), dois policiais da companhia foram atender uma ocorrência em um bar de uma jovem que disse ter sido agredida pelo namorado.

Ao chegar ao local, encontraram o namorado da moça, Arnaldo Fernandes, que se identificou como sargento do Exército. "Os policias informaram a Arnaldo que se houve realmente a agressão ele teria que ser conduzido para a realização de uma ocorrência e que pra isso era necessário a identificação dele. Arnaldo respondeu aos policiais: 'Não vou  minha identificação de sargento a soldados'", contou o capitão.

Neste momento, cerca de 25 a 30 homens chegaram dando início a um tumulto na tentativa de defender Arnaldo. "Os policias foram agredidos. Cadeiras, mesas, capacetes foram jogados contra os soldados. Eles também tiveram suas fardas rasgadas pelos homens", revelou Cláudio.

Para tentar controlar a situação, um dos policiais deu um  de advertência para cima e seguiu para viatura para pedir reforço. Os militares quebraram os vidros da viatura e em seguida seguiram os soldados a caminho do quartel. Lá, tentaram invadir o local. A ação foi impedida pelo sargento Gabriel Silva Mariano, também do Exército, que estava no quartel por  de outra situação.

"Eles ficaram na  do quartel e só foram embora quando um micro-ônibus chegou", disse o capitão. "Já entrei em contato o comandante Capitão Aminthas Floriano, responsável pelos militares, e ele disse que irá iniciar um processo apuratório  como eu", acrescentou.

Medidas

O processo movido pela PM será encaminhado ao Ministério Público. Os militares acusam os policiais de terem atingido uma pessoa, ainda não identificada, de raspão. O capitão Luis Cláudio informou que não houve registros de baleados.

O Correio24horas entrou em contato com o Capitão Aminthas Floriano e ele informou que o Exército está tomando todas as medidas cabíveis para resolver a situação envolvendo os militares.

Correio 24 Horas /montedo.com